Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Ronaldo brandao mafra

[tutorial] Slax uma distro linux live.

Recommended Posts

Que tal conhecer um sistema operacional que: é pequeno; é com poucos arquivo e pastas; é completamente modular; é cheio de recursos; não precisa instalar nada para funcionar; pode se manter funcionando sem nenhum dispositivo de armazenagem ligado ao computador; que é completamente gratuito e facilmente copiado ou instalado; é completo nas ferramentas básicas; que tem suporte de um grupo com filosofia filantrópica, que está sempre com as portas abertas e que você pode participar dele; que acessa todo tipo de hardware desde o mais velho até os mais modernos; dá boot de CD, DVD. HD, pendrive, microSD e externos; fácil de usar; com muitos recursos parecidos com o Windows; acessa a internet com 2 navegadores; é imune a virus ou spyware; é facilmente configuravel; é cheio de manuais a disposição?

Pois o SLAX tem tudo isto e muito mais!

Este tutorial não visa esgotar o assunto, mas, dar algumas dicas de como não se frustar com a primeira dificuldade encontrada na hora do primeiro boot deste SO. Também, pretendo escrever este topico aos poucos (então, tenham paciência!).

Se você baixou a imagem iso do SLAX (em www.slax.org) e gravou-a em um CDr, agora, basta configurar o bios para dar o boot pelo CD ou DVD, reiniciar o micro e ver o SLAX carregar.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok, Henrique. Basta acessar, no mesmo site, a parte "modules", fazer uma busca de "java". Aí, é só escolher o módulo e baixar (tem kit java para editar, fazer programas, interpretar e compilar). Todos pacotes vem documentados. O flash player, C++ (gcc), assembler e desassembler já vem pré-instalado no CD de boot.

Você pode ecolher: há centenas de módulos à disposição (todos gratuitos), jogos, linguagens, utilitários, bibliotecas, plugins e muitos outros.

O site lá é grande (tem até blog!) e tudo é feito em inglês!

O SLAX se baseia na distro SLACKWARE. Esta distro linux fica nos Estados Unidos e é famosa por estar sempre inovando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para o expert em linux diria: tudo que precisa para instalar o slax está no cd de boot! Se vira!

Para o mediano diria: use o fdisk para particionar o cd ou o pendrive. Com o particionamento correto do dispositivo haverá área para o boot e ao menos uma partiçao principal (onde ficará o so, flag de boot ativada e para linux). Feito o particionamento, o SO detetará o novo dispositivo (tudo isto tem que ser feito com o dispositivo "desmontado") ao dar um novo comando "ls" o novo dispositivo deverá aparecer como sda1 ou hdb1 (importante é que tenha um número no final, se não tiver número significa que o particionamento tá errado, sem área de boot). A partir daí é só formatar as partições com o comando mkfs.ext3 ou mkfs.ext2 (conforme escolheu na hora do particionamento deste) com (por exemplo): mkfs.ext3 /dev/sda1.

Para iniciantes diria:

Após carregado o SLAX (via boot do CD), ter entrado como usuário ROOT e senha TOOR, mude para o diretório MNT com: cd /mnt e dê "return" (tecle esta tecla para dar entrada no comando). Para listar os diretórios e arquivos desta pasta digite: ls e "return". Observe que no diretório /mnt só existem pastas. Cada pasta ali representa um dispositivo de armazenagem ligados ao computador (hd, flopy, CD, DVD ou pendrive). Vamos dizer que o resultado do comando anterior foi: hda1, fda, cdrom. Se você pegar um pendrive e conectá-lo a uma das portas usb de seu micro, aguarde alguns segundos (o suficiente para o SO detetar o novo dipositivo) e volte a dar o comando anterior. Você notará que aparecerá um novo arquivo na pasta /mnt: sda ou sda1 ou similar (começando com sd). Como o nosso intuito é criar um pendrive com o slax instalado nele, não será necessári "montá-lo". (continua no meu próximo post)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os passos seguintes (particionamento e formatação do pendrive) irão apagar todo o conteúdo do pendrive. Se o comando ls no diretório /mnt já lista seu pendrive com um número no final (ex.: sda1), NÃO será preciso particioná-lo nem formatá-lo! Neste caso, todos os arquivos e pastas existentes serão preservados!

Mas, se não tem número (ex.: sda), aí sim será preciso particioná-lo e formatá-lo. Supondo que já tenha salvo todo o conteúdo do pendrive em outro dispositivo, é só particioná-lo e formatá-lo (vide meu último post acima).

Agora que seu pendrive está preparado para receber o slax (e com pelo menos 250MB de espaço livre neste), basta copiar todo o conteúdo do cd de boot para o diretório principal do pendrive. Para isto, monte o pendrive com o comando: mount /dev/sda1; vá para o diretório do cd com: cd /mnt/hdc1 (ou coisa parecida). Para copiar o slax do cd para o pendrive use: cp -r slax /mnt/sda1 (supondo que sda1 seja o seu pendrive); terminada a cópia (volta do cursor) agora é só ir para: cd /mnt/sda1/boot ; então, rodar o programa liloinst.sh com: ./liloinst.sh ; concorde com o aviso e terá finalizado a instalação do slax no seu pendrive! Fácil, né? Agora é só testá-lo resetando o micro, atualizando o bios para dar boot pelo pendrive e ver seu micro carregar o slax.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Percebam que o slax possue poucos arquivos e pastas (no modo que se encontra no cd). Sugiro que mantenham sempre neste mesmo formato, seja copiado para um hd ou para um pendrive.

Agora, uma dica: para computadores antigos, com menos de 128MB de memória ram, você só poderá copiar o slax para um hd e será preciso retirar ou apagar os módulos gráficos. Na versão atual (slax 7.x) vá a: cd /mnt/hda1/slax (no hd onde você instalou o slax) e delete os módulos 02-xorg.sb, 03-kdeps.sb, 04-kde.sb, 05-kapps.sb, 07-ffox.sb.

No slax anterior (slax 6.x) os módulos tem terminação .lzm e estão na pasta .../slax/base. Neste último caso, delete os módulos 002-xorg.lzm, 004-kdeapps.lzm, 005-koffice.lzm, 007-firefox.lzm. Feito isto, na hora do boot pelo hd o SO carregará normalmente, só que você terá a disposição apenas o comando de linha (como era no DOS). Além disto, o slax ocupará cerca de 50MB de seu hd! Poderá acessar CDs e pendrives, tocar mp3 e midis, programar em C++ ou assebler, carregar novos módulos, editar textos, ter acesso a internet, e mídias windows! Tudo isto por comando de linha! Belê?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obs.: Após terminar este tutorial, elaborarei algumas erratas e o pessoal poderá editar e unificar o texto (só tenho um pobre celular e não tenho como fazer isto!).

Uma das grandes virtudes do Slax é poder rodá-lo de um pendrive sem que haja qualquer "drive mecânico" (com motores e peças móveis). Além disto, o Slax pode ser todo copiado para a memória ram (alternativa "slax copy2ram" na hora do boot). Assim, até o pendrive de onde foi rodado poderá ser "desmontado" (com ex.: umount /dev/sda1) e retirado. Neste caso, o slax permanecerá funcionando mesmo sem nenhum dispositivo de armazenagem estática (cd, hd, flopyy, pendrive) ligado ao computador. É aí que podemos acessar a internet sem nos preocupar com vírus, spys ou mauware, pois, teremos sempre o SO fresco e sem alterações. Não havendo onde o virus se instalar ou residir, ao resetar ou deligar o computador ele será apagado. Prestem bem atenção nesta filosofia! Sabendo usar o Slax, este negócio de virus (em caso de suspeita de infecção) se resolve apertando o botão de reset ou puxando a tomada de alimetação do micro (desligando-o), sem nenhum perigo (isto é rápido e seguro)! NO BIOS de sua placa-mãe deixe a permissão para atualização desabilitada e a proteção contra virus ativada. E, então, navegue na net tranquilo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Outra recomendação é mudar o nome da pasta "slax-changes" para "lixo" ou qualquer outro nome. Fazendo assim, na hora do boot, o SO é obrigado a não fazer nenhuma mudança e a entrar no modo LIVE (como se sempre estivesse em uma mídia só de leitura). Isto pode resolver se você estiver com algum problema na hora do boot. Também, este modo não impedirá você de copiar arquivos para o pendrive ou para a midia onde está o slax. O único inconveniente deste modo é que todas as configurações pessoais terão que ser refeitas a cada boot do SO. Neste caso sugiro que faça um arquivo de comandos de linha em série (tipo de arquivo de lote parecido com o .bat do DOS) que no linux tem a extensão .sh (bash shell script). Ou pode fazer tudo isso manualmente!

Para copiar todo o SO para a memória ram e liberar o drive de boot do slax (cd ou pendrive ou hd): quando na hora do boot aparecer "lilo ... boot..." aperte a tecla esc (escape) e digite "slax copy2ram" sem aspas e dê return.

Eu uso o slax sempre como usuário ROOT, daí, não tenho que me preocupar com permissões. O slax é muito verrsátil para fazer experiências e aprender linux, c, c++ (gcc), assembler e muito mais!

O navegador que melhor usa o flash-player é o Firefox. No Slax 6.1.2 a configurção do kplayer tinha alguns bugs: na seção de áudio o "output driver" tava em "arts", mudar para "alsa" ou "auto"; na parte "advanced", mudei o cache de "auto" para set size e coloquei 20000 (para diminuir o número de acessos à mídia).

No slax 6.1.2 não havia drivers de vídeo adequados para meu Semprom. Mas, usando o programa xorgconfig, deu para configurar a parte de vídeo (sem o uso do programa xconf). Neste caso, usei o driver VESA. Um efeito colateral deste procedimento foi não poder usar o recurso do "sceen resize & rotate" que fica embaixo e à direita da tela do KDE.

Toda distro linux pode vir com alguns destes pequenos bugs. As versões de cada edição de cada distro mudam com o tempo. E é difícil ajustar a distro para todas as diversidades de configurações e modelos de PCs. Fique satisfeito por seu slax rodar sem precisar instalar nada a mais! No windows há sempre a tal de instalar drivers a cada novo periférico adicionado ao seu PC!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma grande vantagem é que você poderá fazer quantas cópias que quiser do slax e até dá-las para seus amigos. Nada de cobranças ou ameaças!

Se quiser aumentar a segurança de seu slax, você pode baixar um módulo fire-wall. No slax, você usa um módulo quando clica nele (konkeror ou firefox). Isto otimiza o uso da memória ram. Há a opção de instalar um módulo por comando de linha e instalação automática. Para esta última, basta colocar o módulo desejado na pasta do slax. Daí, na hora do boot, o slax ativará o pacote desejado automáticamente.

A filosofia do slax é torná-lo o SO de mais fácil uso possível. Recomendo não alterar nada nele. Crie sua pasta no diretório principal de onde o slax tá instado(ex.: /mnt/sda1) e coloque todos os seus arquivos pessoais (som, vídeo, textos, pdfs, fotos, programas, etc) todos lá. Você pode até particionar seu pendrive com uma partição só para o slax e outra só para seus arquivos pessoais e módulos de uso eventual. Desta forma, o visual ficará bem limpo e bem organizado.

Cuidado! O diretório principal (quando o slax tá rodando) fica na memória ram, em um hd virtual! Aliás, quase todos os diretórios são virtuais (a não ser os dispositivos que estão na pasta /mnt, exceto a pasta live). Portanto, se você salvar algo nestes diretórios virtuais, estes serão apagados ao desligar ou resetar seu computador. Para guardá-los realmente, acesse o periférico desejado na pasta /mnt e copie-o lá. Para isto você pode abrir dois konkeror (um para o diretório virtual e outro para a pasta de seu "dispositivo real") e arratar com o mouse os arquivos que quer copiar de um para o outro (como no windows). Pode usar, também comando de linha (interface não gráfica).

Para você aprender todos os comandos linux, recomendo o "Guia Foca".

Para movimentar janelas para além da tela: com o cursor apontado na janela que deseja mover, pressione a tecla "alt" e, ao mesmo tempo, o botão esquerdo do mouse, então, arraste-a, com cuidado, para a posição desejada. Isto precisa ser feito com frequência, quando a resolução da tela é muito baixa (ex.: 640x480) e quando a janela apresentada vai para "alem do visor". Muitas vêzes os botões de cofirmação de configuração ficam no pé da página de uma janela, abaixo da tela. Daí, a importânsia de saber como mover uma janela.

O KDE tem muitos recursos, sugiro que leia a respeito. Para executar qualquer arquivo (que está definido no repertório do konqueror), basta apontar e clicar no tal (como acontece no windows).

Referências:

O Slax 6.1.2 tem o nome de Fantom e pode ser obtido no site old.slax.org .

O Slax 7.x.x tem o nome Green Horn e pode ser baixado em slax.org .

O autor do slax é um Tchecoslovaco Tomas Mat. . Os sites acima são dele. Para ficar mais pessoal ainda ele mudou o que era um forum para um blog!

Uma alternativa para o Slax é a distro irlandesa Porteus. Lá é feito por um grupo de dissidentes do Slax e, portanto, é uma distro filha. Visite o site porteus.org .

A distro pai do Slax é a Slackware do americano Patrick Volkerding. O Slackware é a primeira distro linux! Em slackware.org .

O criador do linux foi o filandês Linus Torvalds.

Divirta-se e bons estudos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Apolo. O procedimento para instalar o slax no disco rígido é o mesmo que disse para o pendrive. As outras distribuições linux fazem esta instalação com um programa específico. E, o fazem expandindo o so (da mesma forma que o slax expandido fica na ram). O slax na forma comprimida ocupa cerca de 200MB; na forma expandida mais que 500MB! O algorítimo de descompressão do slax é muito rápido. Nao recomendo expandir o slax no disco rígido (hd)! Já tive problemas com isto! Creio ser este fato devido a filosofia modular do slax. Atualmente existem várias distros que rodam completamente em ram (como o slax). Todas elas são pequenas, para ter a máxima velocidade e para otimizar o uso da memória ram (você ativa o módulo que precisar).

Qualquer dificuldade que tiver em instalar o slax, pode dizer aqui, que eu e outros colegas poderão te ajudar (e à quem tenha a mesma dúvida ou problema)!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu Ronaldo, 

 

A versão que tenho do Slax deve estar desatualizada, ou sou muito leigo para instalar no HD (eu não tenho problema quanto a isso, pois uso um HD IDE velho que tenho aqui para instalar e testar as distros...). Eu gosto de testar as distros de linux, a que mais me acostumei até o momento foi o Lubuntu. 

 

Mas irei baixar o mais recente para testar novamente. 

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok, Apolo. Não conheço nenhum SO tão intuitivo e fácil de instalar como é o Slax! Tal qual no CD de onde o SO foi carregado (boot) os arquivos e pasta devem ficar no seu hd. Portanto, basta fazer uma cópia RECURSIVA simples do cd para o seu hd. Depois de feito isto, basta instalar o lilo (gerenciador de boot). Para isto, é preciso ir na pasta de .../boot de seu HD (onde você está instalando o slax) e rodar o programa liloinst.sh (que tá lá, presente, recem copiado) com o comando simples: ./liloinst.sh (literalmente é ponto-barra-liloinst.sh). No linux é com "./" que a gente MANDA executar um programa qualquer (no windows não tem desta frescura, no linux as vêzes é preciso fazer desta forma)! Fez tudo isto, conseguiu a confirmação da instalação do lilo (DONE, no fim da execução do prog liloinst.sh)?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Intuitivo e FÁCIL DE INSTALAR?Amigo voce encheu uns 5 ou 6 post de instruções para iniciantes!!Como pode ser mais fácil do que uma distro que já faz tudo com um CD?Eu nunca usei Linux,estou na primeira instalação e com os tutoriais e videos no youtube consegui instalar o Ubuntu.Mesmo assim,ainda tive problemas de Hardware que só um programa de recuperação linux pôde detectar!Estou esperando  Ubuntu 14.04 ou o Lubuntu( se for mais fácil usar).Acha mesmo que alguém leigo como eu conseguiria entender ou perceber qualquer sentido neste emaranhado de comandos e letras que estã diante de mim/duvido!só quem está MUITO familiarizado com o prompt é que vai desfrutar desta distro,pelo menos por enquanto.Obs:é só uma opinião de um leigo,não leve a mal,afinal eu não conheço nada,e outros também verão assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, PerfeitoEstranho, realmente, a tela de boot do slax exibe muitas informações e tudo está escrito em inglês! No fim da etapa de boot, aparece o cursor para você introduzir o nome do usuário (root) e depois a senha (toor). Aí você terá um frio cursor em sua tela e dezenas de comandos a aprender!

No Ubumtu, Xubumtu ou Lubumtu suprimem toda aquela informação de boot, e fazem o acesso direto a tela gráfica! Alguns nem pedem nome e nem senha (no modo live)! Usam programas automáticos de instalação e o usuário novato, as vêzes, só precisa confirmar o que tá na tela!

É preciso entender que, para se ter tantas facilidades, muito se perde! Com toda esta automação, o sistema fica pesado, carregando coisas que jamais serão usadas, executando tarefas pré-configuradas (rotinas da ignorância), etc e tal! As vêzes, o usuário não quer saber de nada disto, nem de perdas, desperdícios ou dos contras de tal dependência. Aí, só posso lastimar e recomendar , neste caso, as distros como o Ubumtu, Mint ou parecidas! Com um pouco de organização e estudo as coisas se resolvem!

A sua opinião foi válida e pode ajudar a outros leitores. Quem se omite fica no escuro!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado,Ronaldo!Como pode ver meu nome já diz muito sobre meu "norrau" em informatica!Mas voce pode por acaso me indicar um site ou blog que "ensine"Linux sem cobrar?Achei um que dizia isso,mas na hora de acessar as informações pedia a compra de módulos (+- R$60,00).O máximo que consegui foi um manual de iniciante do Ubuntu e olhe lá.

Sucesso pra voce e sua distro!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É bom procurar a perfeição! Também, sou um estranho neste mundo! Você pode encontrar manuais linux no site www.dominiopublico.gov.br na seção de informática. Os textos estão no formato PDF. No próprio Slax tem leitor de PDFs. Se tiver um dicionário inglês-português, você poderá ter ajuda no próprio Slax! O comando é: man "nome do comando" , para sair do man aperte a tecla "q"; para conhecer todos os comandos possíveis vá ao diretório /usr/man/man1 , tecle

ls |more . Cada vez que você apertar o espaço a tela mostrará novos comandos. Os comandos linux podem ser executados em qualquer diretório. Nas outras pastas do man tem mais comandos. devagar se chega ao longe! O negócio é perder o hábito de precisar de professor. E que os autodidatas predominem! Inté!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O monitor desta seção já pode encerrar este tópico.

Se possível, alguém da monitoração ou da coordenação ou da administração poderia me dar a mão uninificando os meus posts e corrigindo possíveis erros ortográficos ou de sintaxe. Pois, não tenho como fazer isto. Desde já, fica grato a quem se dispor a me fazer este favor. Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois das dezenas de dicas dadas neste tópico, achei mais uma: faça uma cópia do bios de seu computador com o comando dd (cerca de 4MB de dados) e armazene-o em uma mídia à parte (guarde o md2d dele também). Pois, daí, em qualquer suspeita de sua degradação ou violação, você poderá compará-lo com a cópia e restaurá-lo se for preciso. Esta verificação tem que ser feita em um novo boot, com o SO limpo. E, então, esta de vírus ou mau-ware ficará 100% sob nosso controle!

Ainda não fecharam meu tópico!? Sempre aberto ao diálogo! Belê!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O SLAX.7 não está muito santo: para mim ele, em muitos aspectos, está pior do que o slax.6. Portanto, sugiro o que está em http://old.slax.org(slax6.1.2) ou esperar uma nova versão ou um linux como o "pupylinux" ou "archlinux".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×