Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

saulobr88

Membros Juniores
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D
  1. @JFelipeL Fiz a instalação usando o Windows 10 Pro, foi fácil para mim pois eu já tinha um pendrive de instalação do Windows 10, só adicionei o arquivo ei.cfg para liberar a lista de edições no instalador. Após eu atualizar o windows, instalar os drivers e configurar o ambiente pude confirmar que o problema realmente desapareceu, usei os mesmos jogos que estavam instalados antes da formatação e o problema relatado não mais ocorreu. @leNazca Fiz algumas coisas a mais para melhorar o desempenho, eu explico no próximo comentário. adicionado 4 minutos depois adicionado 5 minutos depois (Parte 1 de 2) Após instalar o Windows 10 Pro. Para eu confirmar que estava tudo funcionando normalmente fiz os seguintes testes: Executei primeiro o MSI Kombustor (ativado pelo MSI AfterBurner), percebi que ele ficava no máximo em 30 FPS, mesmo com todas as atualizações do windows e drivers, as configurações do Painel da NVidia eram as mesmas que eu já usava anteriormente, usei o NVIDIA Inspector para fazer o Backup das configurações. Usando o LatencyMon, vi a mensagem sobre desativar o Energy Throtling do windows para melhorar a experiência em aplicações com áudio em tempo real. Após desativar o limitador de energia (Energy Throtling), chegou a atingir 70 FPS mas não cai abaixo de 30 FPS. Para quem tiver curiosidade aqui há um link sobre isso < https://www.windowscentral.com/how-manage-power-throttling-windows-10 > Também é importante usar um perfil de energia de alto desempenho no windows e manter o notebook conectado ao carregador. Isso ajuda a entender que o sistema está Normal e que pode ser usado para jogar, mas os testes mesmo vem em seguida. adicionado 21 minutos depois (Parte 2 de 2) Os Jogos: Escolhi estes 3 jogos, pois já estavam instalados no notebook antes da formatação, uma coisa legal é eles possuem seus próprios Benchmarks dentro do jogo, o que para fins de comparação de configuração é ótimo. Os jogos são: - Rise of Tomb Raider - Mortal Kombat XL - Batman Arkham Origins (Standard Edition) Os testes: Fiz 4 (quatro) rodadas de testes, 2 (duas) com os próprios benchmarks dos jogos e mais 2 (duas) dentro do jogo, com algum cenário ou área, sempre alternando entre a configuração padrão do jogo e a configuração sugerida pelo GeForce Experience da Nvidia. 1 - Primeira rodada (configuração padrão do jogo, FPS médio) [ Benchmark ] - Rise of Tomb Raider: 43 FPS - Mortal Kombat XL: 60 FPS, configuração definida pelo próprio jogo (o jogo informa que vai encontrar as melhores configurações baseado no sistema que ele está instalado) - Batman Arkham Origins: 52 FPS 2 - Segunda Rodada (Configuração aplicada pelo GeForce Experience, FPS médio) [ Benchmark ] - Rise of Tomb Raider: 43 FPS, eu não percebi diferença. - Mortal Kombat XL: 60 FPS - Batman Arkham Origins: 37 FPS, com detalhes enriquecidos e a fumaça/neve mais realista (physx da nvidia), dentro do Final Offer o FPS não caiu (nos testes anteriores sempre caia neste cenário). Obs. para o Rise of Tomb Raider: Rodei o Benchmark mais de uma vez pois no cenário do Vale Geotérmico o benchmark executou sem carregar todos os elementos do cenário. Em todas as vezes que eu executei o benchmark, o FPS médio sempre ficava igual ou maior que 43, só houve gargalo ao carregar o cenário do Vale Geotérmico. 3 - Terceira Rodada (configuração padrão do jogo) [ Jogando ] - Rise of Tomb Raider: Na Base Soviética, na parte mais próxima ao Rio da área, perto da mina soviética, variou entre 35 e 16 FPS. - Mortal Kombat XL: 3 lutas em 3 cenários diferentes, - Sala de treinamento entre 60 e 41 FPS; - Selva entre 60 e 49 FPS; - Câmara de Jinsei entre 60 e 55 FPS - Batman Arkham Origins: Batcaverna 60 FPS sem alterar; Distrito Burnley, planando 60 FPS, durante as lutas na rua o FPS variou muito, entre 60 e 24 FPS, houve momentos em que o jogo bugou e o Batman ficou preso no próprio cenário, por exemplo. Obs. No caso do MKXL foi usada a configuração automática que o jogo aplica, se aceitarmos, após executar um benchmark. 4 - Quarta Rodada (Configuração otimizada pelo GeForce Experience) [ Jogando ] - Rise of Tomb Raider: Na Base Soviética, variou entre 41 e 20 FPS na parte mais próxima ao Rio da área, perto da mina soviética. Eu percebi que ficou mais estável, a mudança de FPS não era tão brusca como na rodada anterior. - Mortal Kombat XL: 3 lutas em 3 cenários diferentes, - Sala de treinamento entre 60 e 41 FPS; - Selva entre 60 e 59 FPS; - Câmara de Jinsei entre 60 e 50 FPS. Em todos os cenários, 60 FPS é o valor que mais prevalece. - Batman Arkham Origins: Batcaverna 60 FPS na maior parte do tempo, ao falar com o Alfred o FPS caiu para 30, as animações de transição de cenário também caíram; Distrito Burnley, o FPS alterou muito tanto planando quanto durante as brigas de rua; Tentei fazer igual à rodada anterior, o FPS oscilou muito, entre 44 e 19 FPS, o desempenho caiu e deu para perceber até nas animações pré renderizadas. Observações gerais: - Rise of Tomb Raider: - O jogo não carrega tudo de uma só vez, ele vai criando os NPCs (Humanos e animais) de forma procedural, ao que parece, nunca é a mesma coisa. - Como o jogo não carrega tudo de uma só vez, há momentos em que parece que o jogo travou mas ele está ainda carregando algo do cenário, o FPS cai e volta de forma rápida nesses momentos. - Mortal Kombat XL: - Aqui foi a surpresa, na instalação anterior com o Windows 10 Home Single Language, não dava para jogar no cenário da Câmara de Jinsei, pois o travamento era tanto que não dava para ver o que estava acontecendo, só com atraso. - Durante as cenas de apresentação, Fatalities e Raios X, o FPS cai bastante, não chega a ficar abaixo dos 24 FPS, mas de 60 para 24 é uma queda considerável. Isso em qualquer configuração. - Eu deixo o Templo Lin kuei como cenário de fundo do menu principal, no menu de seleção o FPS é sempre 30, houve momentos oscilou para baixo, chegando aos 19 FPS, mas 30 é o máximo que ele chegou. - Batman Arkham Origins: - Eu usei a versão Standard do jogo, provável que com uma versão mais completa dele os problemas de bugs e o próprio desempenho do jogo melhorem. De forma geral eu estou satisfeito com os resultados, desde que eu comprei o notebook que venho melhorando o mesmo, adicionando SSD, otimizando o windows e os jogos para ter sempre desempenho e qualidade de forma equilibrada. o próximo passo será adicionar mais memória RAM ao notebook, hoje uso 8GB, ter 16GB parece ser o ideal para alguns outros jogos. Aproveitei o momento e testei algo que eu queria: Verificar se o GeForce Experience realmente melhora o desempenho do jogo, agora com números.
  2. @leNazca Cara, o melhor que fazemos é medir as coisas primeiro para poder então comparar, usa algum software de coleta e dados, tipo o MSI afterburner (existem outros, eu uso este pela popularidade). Assim você terá certeza se houve ou não melhoria. Teoricamente, as versões Pro do Windows sempre vão ter mais recursos do que as versões Home, mas isso não significa que sempre haverá melhora no desempenho.
  3. @JFelipeL Eu estou usando a versão home single language, vou instalar a versão Pro (fazer como é explicado no vídeo), acho que deve solucionar o problema mesmo. Eu achei muito estranho o fato de todos os testes sempre darem um bom resultado, de forma separada, mas somente na hora de rodar os jogos 3D é que o problema ocorre. Eu também cheguei a usar o Kombustor junto ao MSI afterburner e vi que a temperatura não sobe tanto mas a queda de frame acontece mesmo sem chegar a usar 100% da CPU. Muito obrigado por compartilhar, devo fazer isso até o próximo fim de semana.
  4. @JFelipeL Eu fiz o mesmo que você, também tenho um Dell Inspiron 15 Gaming 7567, reparei que o meu também está se comportando assim, já atualizei tudo o que poderia (Win 10, Drivers NVidia, Bios ver 1.10 e demais drivers), você reparou se o áudio também gera uns ruídos durante o alto uso da CPU? Como eu sempre estou atualizando os drivers eu não sei quando o problema começou ou quem é o causador.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!