Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Mulder_Fox

Membros Plenos
  • Total de itens

    4.105
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

214

4 Seguidores

Sobre Mulder_Fox

  • Data de Nascimento 04-05-1991 (27 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Paulo
  1. Não sei te informar, pois sempre configurei os bits no código.
  2. Este texto foi copiado do "datasheet" do PIC16F628A: "The user will note that address 2007h is beyond the user program memory space. In fact, it belongs to thespecial configuration memory space (2000h-3FFFh),which can be accessed only during programming. See“PIC16F627A/628A/648A EEPROM MemoryProgramming Specification” (DS41196) for additionalinformation."
  3. Obrigado, mister nintendo. A nossa recompensa vem de elogios como o seu, que nos anima a continuar a empreitada. Comecei a escrever a parte 9, mas tenho tido pouco tempo livre, por isso deve demorar um pouco.
  4. MatheusLPS, a apostila http://pt.scribd.com/doc/8976457/Programming-8Bit-PIC-Micro-Controllers-in-C foi retirada do ar por questões de direitos autorais. Você tem outro link para ela?
  5. Sim, Lipextreme. Esses endereços da memória de programa não são usados quando fazemos o desvio no endereço 0000 para depois do fim da rotina de interrupção que começa no endereço 0004. No MPlab, no menu "View", em "Disassembly listing" podemos ver o que será gravado em cada endereço da memória de programa: Na imagem anterior, eu desenhei retângulos vermelhos ao redor dos endereços 0000 e 0004 da memória de programa. Repare que não será gravado nada nos endereços 0001, 0002 e 0003. Comecei a escrever a parte 9 do tutorial. Nela, vou mostrar como produzir três sinais PWM por software cujos ciclos ativos mudam regularmente, porém são diferentes entre si. Esses sinais PWM são usados para acionar um LED RGB. Como a cor aparente do LED é resultante da soma das três cores dele que são: vermelho, verde e azul, ela muda a cada intervalo de tempo, gerando um efeito visual muito interessante e que pode ser usado em decoração. Edit: vtrx, quando comecei a escrever esta resposta, você ainda não havia postado. Sempre pensei que no PIC16F628A, a instrução GOTO ocupasse apenas um endereço de memória e que o destino do desvio constasse na própria instrução. Repare na imagem a seguir que os dois últimos caracteres da instrução correspondem ao endereço de destino e que a instrução GOTO que será gravada no endereço 0009 só ocupa aquele endereço pois, no próximo 000A será gravada outra instrução:
  6. Pela descrição que consta no datasheet, ela serve para obter o valor correto em formato BCD compacto do resultado de uma soma entre duas variáveis também em formato BCD compacto. Ou seja, após somar dois registradores com valores em BCD compacto e salvar o resultado no registrador W, usa-se essa instrução para que o resultado seja mostrado em BCD compacto. Repare que ela leva em consideração os valores dos bits C e DC.
  7. Bom dia, ricardospimentel. O que eu entendo sobre o funcionamento do PIC16F628A é o seguinte: Há a chamada Memória de Programa, onde são gravadas as instruções que compõe o programa. Essa memória começa no endereço 0000 e vai até o endereço 07FF, totalizando 2048 endereços. Há o chamado Contador de Programa onde está escrito qual endereço da memória de programa será acessado para que seja executada a instrução ali contida. Após a execução de uma instrução, o Contador de Programa é incrementado automaticamente. Após um reset, inclusive o power-on reset que ocorre quando o microcontrolador recebe alimentação, o valor do Contador de Programa é igual a 0000 e, portanto, a instrução a ser executada é a gravada no endereço 0000 da Memória de Programa. Após isso, o contador de programa é incrementado e, então, será executada a instrução contida no endereço 0001 da Memória de Programa, depois o contido no endereço 0002 e assim por diante. As interrupções são provocadas pelos periféricos do microcontrolador, que são circuitos "independentes". Elas fazem com que o microcontrolador execute a instrução gravada no endereço 0004 da Memória de Programa, pois, escrevem esse valor no Contador de Programa (ao mesmo tempo que salvam o endereço da Memória de Programa da instrução que seria executada antes da interrupção para que ela possa ser executada após a saída da rotina de interrupção). Então, se o nosso programa não fará uso de nenhuma interrupção, podemos gravá-lo a partir do endereço 0000, passando pelo 0004 sem problemas. Se vamos usar alguma interrupção, devemos gravar a rotina de interrupção a partir do endereço 0004, já que esse é o endereço que será acessado na interrupção. O limite para o tamanho da rotina de interrupção é o tamanho da Memória de Programa. Como as instruções do programa que referem-se à rotina de interrupção devem ser escritas a partir do endereço 0004 da Memória de Programa, o restante do programa é gravado depois do fim da rotina de interrupção, já que não caberia nos quatro endereços que existem antes (0000, 0001, 0002 e 0003). No endereço 0000 da Memória de Programa é gravada uma instrução GOTO que desvia o microcontrolador para depois do fim da rotina de interrupção. O microcontrolador executa apenas uma instrução por vez. Ele não roda dois códigos ao mesmo tempo e não há diferença entre a execução de instruções no programa "principal" ou na rotina de interrupção. É só uma questão do local da Memória de Programa onde as instruções estão gravadas. Você pode simular a execução do programa com o MPlab dentro da rotina de interrupção, colocando um breakpoint onde ela começa. Os Timers não rodam código, eles são circuitos digitais (contadores) que funcionam independentemente da CPU do microcontrolador. Eles podem ser sincronizados com o mesmo sinal de clock da CPU ou com um externo. Posso estar enganado sobre o que escrevi, mas é assim que creio que a "coisa" toda funciona. Segue o link para o manual de referência da família 16 da Microchip: http://ww1.microchip.com/downloads/en/DeviceDoc/33023a.pdf
  8. ricardospimentel, fico feliz por você estar gostando do tutorial. Quando decidi escrever o tutorial, fiz questão de procurar descrever o uso do simulador do MPlab, justamente porque o considero uma ótima ferramenta.
  9. Olá, ricardospimentel. O prazer é meu. O que ocorre é que o incremento somente irá ocorrer quando terminar o "debounce" do botão 1. Para o "debounce" são usadas as variáveis DB1_BTA e DB1_BTB. A primeira inicia com o valor 255 e é decrementada toda vez que a subrotina "TRATA_BOTAO_1" for executada, estando o botão 1 pressionado. Quando ela chega a 0, é reiniciada com o valor 255 e a variável DB1_BTB é decrementada. Essa última é inciada com o valor 20. Quando DB1_BTB houver chegado a 0, o debounce acabou e, então o incremento ocorre. Dessa forma, rotina "TRATA_BOTAO_1" deve ser executada 5.100 vezes (255 x 20) para que ocorra o incremento. O mesmo vale para o botão 2 que faz o decremento. Para o botão 2 são usadas as variáveis DB2_BTA e DB2_BTB. Você pode colocar "breakpoints" para acompanhar passo a passo usando o botão "Run". Coloque um "breakpoint" na seguinte linha para acompanhar a partir do fim do "debounce": INCF UNIDADE,F ;INCREMENTA UNIDADE Edit: Opa! Estava escrevendo ao mesmo tempo que você! Vejo que você já entendeu. De fato, cada vez que você clica no botão "Step Into" o simulador executa uma instrução.
  10. O relé deve ser um com bobina de 220V, como este: http://www.metaltex.com.br/downloads/JXC.pdf O JXC1RA4 serve. O interruptor aciona a bobina do relé, enquanto os contatos do relé acionam a lâmpada: Melhor comprar apenas um para testar.
  11. Que bom que você entendeu. Se tiver outra dúvida, estamos aí para tentar esclarecer.
  12. Lipextreme, você não está incomodando, pelo contrário. Sua dúvida me mostrou que não expliquei bem as operações com os registradores. No sistema decimal, cada dezena vale dez unidades e, por isso, quando vamos fazer, por exemplo, a operação 23 - 18, nós decrementamos a dezena do número 23 e somamos dez à sua unidade transformando-a em 13. Daí fazemos 13 - 8, o que resulta em 5. Depois subtraímos as dezenas (1 -1) resultando em 0. O resultado da subtração é portanto 5. No sistema decimal cada algarismo varia de 0 a 9. Repare que se decrementarmos o algarismo 3 oito vezes vamos chegar ao seguinte: 3 - 1 = 2 2 - 1 = 1 1 - 1 = 0 0 - 1 = 9 9 - 1 = 8 8 - 1 = 7 7 - 1 = 6 6 - 1 = 5 No caso dos registradores do programa, cada "unidade" do REG2B vale 256 "unidades" do REG1B. Então se o REG1A for maior do que o REG1B, nós deveríamos decrementar REG2B e somar 256 ao REG1B para fazer a subtração. Mas, nós não precisamos somar 256 ao REG1B, pois, no microcontrolador, a subtração ocorre pelo método do complemento de 2. O resultado obtido é o mesmo que se o REG1B fosse decrementado um número de vezes igual ao valor do REG1A, como no exemplo que dei para o sistema decimal. Vamos supor que o valor de REG1B fosse 128 e o de REG1A, 230. Quando fazemos REG1B = REG1B - REG1A, através da instrução SUBWF, é como se o REG1B fosse decrementado 230 vezes. Após 128 vezes o seu valor seria igual a 0. Na 129ª vez, o seu valor seria igual a 255. Apos 230 vezes, o seu valor seria de 154. Mas, repare que 154 é igual a (128 + 256) - 230 Só lembrando que o microcontrolador não decrementa o REG1B 230 vezes. Ele calcula o complemento de 2 do REG1A e depois soma (isso mesmo: soma) ao REG1B para efetuar a operação de subtração. É por isso que não precisamos somar 256 ao REG1B antes. Foi isso que faltou explicar no tutorial e que gerou a sua dúvida. Espero que tenha sido claro.
  13. A tensão de saída do carregador é de 5,5V. Então, você deverá ligar cada LED em série com um resistor de 100 ohms, como nesta figura: http://ledcalculator.net/default.aspx?values=5.5,3.6,20,4,0〈=pt-BR Esse carregador provavelmente não pode tomar chuva, então, deverá ser protegido dela.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×