Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

MCPicoli

Membros Juniores
  • Total de itens

    1
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

1

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Paulo/SP
  • Sexo
    Masculino
  1. Acho que os autores esqueceram de mais alguns itens... Na época do 8086 (PC XT original), cujo soquete era o DIP de 40 pinos, havia o NEC V30, compatível diretamente com o Intel 8086, só que mais rápido. Era vendido como substituição "drop-in", ou seja, só remover e colocar o novo. Além do NEC V20, um monte de outros fabricantes fizeram suas próprias versões compatíveis diretamente na pinagem. Na época do 80286 (PC AT original), vários fabricantes faziam chips compatíveis diretamente na pinagem, com velocidades e outros detalhes diferentes, usando um "soquete" PLCC de 68 pinos. Um amigo meu tem um chaveiro feito com um 80286 AMD nesse formato. Na época do 80386, vários fabricantes também vendiam suas variantes de "386" compatíveis em pinagem, usando soquete "não ZIF" PGA de 132 pinos. O Intel "oficial" era simplesmente "i386" (tenho um guardado...), o da AMD era AM80386, etc. Na maioria dos casos a BIOS do computador era tão simples que simplesmente não "sabia" qual processador que estava plugado lá, mas simplesmete funcionava (ou não, às vezes). Em todos esses casos, era possível comprar um motherboard "vazia" e o processador separado, como é o padrão hoje em dia, mas naquela época o padrão era o soquete já vir populado com um processador. Estarei eu ficando velho demais para lembrar dessas coisas? (Se lembrarmos também que os computadores da Apple, especialmente os G4 e G5 da era Power também vinham com processadores soquetados, embora a capacidade de upgrade fosse muito limitada, a coisa complica um pouquinho mais...)

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...