Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Nicolas Porto Campana

Membros Plenos
  • Total de itens

    32
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

13

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Lavras/MG
  • Sexo
    Masculino

Outros

  • Biografia
    Apaixonado por tecnologia, computação e comunicação.
  • Ocupação
    Ciência da Computação - Universidade Federal de Lavras
  • Interesses
    Otimização, Pesquisa Operacional, Tecnologia, comunicação e empreendedorismo.
  1. @Mayco DE Azeredo Pereira Barroso Caro, seria legal você pelo menos dar uma pincelada sobre o que é o projeto. Caso contrário, fica difícil orientar com qualquer coisa Mandaí! Abs, Nícolas.
  2. @Davi Mateus Gomes Caro, ficou um pouco confuso o que você precisa. Acredito que você deveria abordar esse tipo de projeto assim: 1) O que você quer implementar? Tenta descrever em um parágrafo (umas 4 linhas) o projeto com os detalhes que você acha importante. 2) Existe alguma restrição no projeto? Custo, operacional, pessoas, tempo de desenvolvimento etc? 2.1) Se sim, avaliar a restrição. Se é possível, continue passo 3). Se não é possível, como você pode alterar o projeto para que ele "não pare" nessa restrição? 3) Faça uma lista de todos os requisitos (tipo features) que você quer que faça parte do projeto. Após isso, seria legal meio que "classificar" a prioridade do que você quer implementar. Por que? Por que assim você sabe onde você precisa começar. 3.1) Procure sobre MVP(Minimum viable product), É uma estratégia bem legal pra começar projetos. 4) Tudo pronto, faça uma pesquisa pra saber o que já foi feito nessa mesma área e quais tecnologias foram utilizadas. 4.1) Muitas vezes nessa etapa descobrimos que projetos iguais ou muito parecidos já foram desenvolvidos e as vezes tem até no github. Isso pode ser bom para consulta, principalmente se for iniciante. 5) Assim cê pode escolher quais tecnologias. A prioridade de escolha precisa ser baseada no tipo de projeto. Exemplo, se você precisa entregar um TCC, tem provavelmente 6 meses (ou menos) pra terminar um projeto, então seria legal escolher as tecnologias que você já é mais familiarizado. Porém se for um projeto pessoal, a sua prioridade pode ser aprender uma linguagem nova. 6) Comece a implementação. Se você for iniciante, pode ir "copiando" o código/exemplos que você encontrou (não ctrlc + ctrlv, copiar no sentido de transcrever), isso vai ser bom pra ir pegando os padrões da tecnologia. Se você já tem alguma familiaridade, tenta fazer sozinho e consulta se você ficar muito tempo travado em um ponto específico. Espero ter ajudado, Abs, Nícolas.
  3. @felipe honorio Bom, mas por que seu você não consegue usar as bibliotecas? Por que imagina se eu te dou a solução do problema, como você iria testá-lo e implementá-lo? Não faz muito sentido. Qualquer coisa, sugiro a utilização de uma "containerization" da sua aplicação, assim talvez você consiga fazê-la rodar. Em último: discordo de você caro, aquela documentação é cheia de exemplos, tanto em código quando em explicações. Espero que consiga, Abs, Nícolas.
  4. @felipe honorio Fala caro! Rapaz, eu recomendaria você dar uma olhaidnha na documentação do Selenium Python (LINK). Para fazer um loop em Python é praticamente a mesma coisa do loop em outras linguagens imperativas/orientadas a objetos, um tutorial iniciante você consegue pegar isso. O que eu gostaria de te alertar é que, talvez, o que você queira fazer não precisa usar um loop com o selenium. Por isso te recomendo a olhar a documentação pra entender como a interface com o Python funciona. Abs, Nícolas.
  5. @vnus_A Acredito que essa dúvida é normal em todos. Ao fazer um curso olhar a grade curricular de outros e ficar tentado(a) a trocar. É difícil opinar com propriedade por que não temos detales sobre seu estado financeiro e espiritual. O que posso te afirmar é: se você está querendo ir para um curos só por causa do conteúdo, não troque. Hoje todo (ou 99%) do conteúdo está na internet, e muitas vezes de graça. Um exemplo são os OpenCourses do M.I.T. Minha sugestão é: estude em paralelo ao seu curso. Pegue um assunto que você quer aprender (o que vai te dar um boost na vontade) e manda ver. Tenta implementar projetos e ver as coisas práticas do que você ta aprendendo. Quando terminar o seu curso, verá que terá colecionado muito mais conhecimentos do que a sua grade original. Abs, Nícolas.
  6. @oliver.67 Fala caro! Rapaz, seria legal se você nos mostrasse como abordou esse problema. Qual o seu código inicial? Assim podemos tentar ajudar Abs, Nícolas.
  7. @Birunda Rapaz, dependendo do seu tempo, eu pensaria em tentar fazê-la na Matplotlib também hahaha Dá uma olhadinha no exemplo que fiz. Usei o matplot mesmo, em 3d. A ideia é representar um caminho dentro de um edifício. Não fica a coisa mais bonita do mundo, mas da pra dominar um pouco mais as ferramentas do Matplot e aprender bastante coisa Sobre as outras bibliotecas, você conhece a biblioteca Networkx? Espero ter ajudado. Abs, Nicolas.
  8. @João Pedro 07089 Fala caro! Ficou um pouco confusa sua pergunta. Você quer saber se existe um negócio no estilo de uber? Tipo uma startup etc? Ou você gostaria de saber se existem códigos/repositórios ou exemplos do mesmo aplicativo? Se for a 1) com toda certeza existem. Um exemplo bem forte é a 99. Se for a 2), dá uma olhadinha no Github que tenho absoluta que existe um esqueleto para um projeto do tipo Espero ter ajudado. Abs, Nìcolas.
  9. @Fernando Prado Caro, momento bem decisivo. Passei por algo parecido quando decidi fazer transferência de uma universidade para outra. Isso pode mudar bastante sua vida. MAS CALMA... Você tem apenas 20 anos. Agora é o melhor e mais barato momento para errar. Antes de você ouvir qualquer sugestão, dica ou experiência de qualquer um, gostaria de te colocar as seguintes perguntas: Por que você quer ir para os E.U.A? Por que você quer cursar Eng Comp? Essas duas coisas estão relacionadas? Significa que se você for pra lá e não cursar computação ou você não curtir o curso, você sabe o que vai fazer? Vai voltar? Faz uma lista, com todas as coisas ruins e coisa boas de mudar pra lá. Coloca na balança. Ainda sim parece uma boa? Sobre os gastos e "se vale a pena", é muito difícil de responder, pois não sabemos qual é sua real situação financeira (e se seu Tio vai te ajudar e como) e se você tem psicológico pra isso. Uma coisa eu posso te garantir: se você ta indo só pelo curso, não vá. Até por que "todo conhecimento do mundo está na internet". Acredito eu que você tem que imaginar como vai ser sua vida, colocar na balança os prós e contras, se você já sabe o inglês de nível avançado ou fluente (ou se está disposto a sofrer bastante pra aprender "on the fly"), se você está indo para uma cidade que pode te proporcionar crescimento pessoal/de carreira. Enfim, sâo muitos fatores para dar uma simples resposta de sim ou não. Estou fora do país hoje e posso te falar que a experiência como um todo é algo muito engrandecedor. Nâo apenas pelo estudo em si, mas pela lingua, convivência, cultura, oportunidades etc. Isso é o que você precisa buscar. Porém como tudo na vida, tem seus percalços, dificuldades etc. Então precisa estar bem ciente desta mudança. Sobre o VISTO: não tenho experiência com USA, mas sei que existem vários problemas com o visto. Acredito que deva ser um dos poucos países onde o cara pode olhar pra sua cara não gostar e falar: não, visto negado. Se ainda sim, você acreditar que vale a pena e tudo mais: tente. É a única forma de saber se vai dar certo ou não. E conta pra nós aqui depois Espero ter ajudado de alguma forma, Abraço, Nícolas Campana.
  10. @evamyuu Olha, sua dúvida é muito pertinente. Acredito que a maioria dos estudantes do ensino médio ou tem dúvida em qual curso fazer, ou tem dúvida em qual faculdade entrar. Eu também tive isso. Uma coisa é clara: não importa a faculdade ou seu título, importa o que você fez/produziu, como o @Grande Mestre Lucasdisse. Obviamente, um título em uma universidade pública, geralmente tem um "valor explícito" maior. Se o cara bate o olho no seu currículo e viu que você é formada na USP, o cara vai pensar "Pô, ela deve ter sofrido um cado pra acabar o curso, acho que pode ter alguma coisa boa aqui". Porém, se depois ele ver que você não fez muita coisa, não participou de nada e cumpriu só as matérias, não sei se ele vai te diferenciar muito de qualquer outra pessoa que tem um ensino superior. O que mais difere as universidades de estudar em casa/sozinho são as oportunidades, network e o ambiente acadêmico. Não conheço a FIAP então não posso opinar sobre a qualidade, mas posso afirmar que a USP é uma das melhores universidades da américa latina. De qualquer forma, todas as universidades públicas seguem um currículo muito parecido da computação, então não vai ser grande a diferença entre uma e outra. Não importa o quão preparada você está, você irá sofrer na universidade. A não ser que você já tenha cumprido o curriculo online do MIT e passado em todas as matérias. Aí vai ser de boa. Uma coisa que posso te falar e que aí também vai da sua situação financeira e mental: sair de casa e morar em outra cidade sozinho, é uma das maiores experiências pessoais que alguém pode ter. Por que você acha que seria bom fazer o curso técnico antes da universidade? Geralmente eles são bem divergentes. Um ensina mais a parte prática das coisas, sem muita teoria ou com uma parte muito superficial. O outro já chega a ser tão teórico que falta algo prático. O curso técnico foi criado para te dar as bases práticas da área e te deixar minimamente preparada para atuar na área no mercado de trabalho. De qualquer forma, foque em fazer o melhor serviço que você puder. Se você entrar no técnico primeiro, dê o seu melhor. Se for entrar na Uni primeiro, dê o seu melhor. Se for trabalhar em casa programando sozinha como freelancer, dê o seu melhor. Uma coisa que eu posso te garantir que vai fazer a diferença na sua vida, é começar a fazer. Comece. Liste os motivos de por que seria bom ir por um caminho e o que seria ruim. Coloca na balança e pega aquele que parece ter o melhor custo benefício. Ah e concordo sobre o inglês, porém não acho obrigatório entrar no ensino superior sabendo inglês mas sair sabendo, sim. Espero ter ajudado. Qualquer coisa tamo aí, Abs, Nícolas Campana.
  11. @by Owen Seria muito massa se você já começasse a colocar o pézinho em uma das partes mais legais do Python: list comprehension. lim_1 = 0 # limite 1 lim_2 = 1000001 # limite 2 step = 1 # "De quantos em quantos", você vai somar print("Somando os numeros de {0} a {1}. Total de : {2}" \ .format(lim_1, lim_2, sum([x for x in range(lim_1, lim_2, step)]))) Percebe que você consegue brincar com o print dizendo a posição dos valores que você quer mostrar (que estão dentro do format()). Existem várias formas de fazer, esse é um exemplo. Abraço. Nícolas.
  12. @Eduardo Stuani Caro, sua dúvida é totalmente aceitável. Quando fui escolher a minha universidade passei pelo mesmo problema. No meu caso, não me esforcei o suficiente pra passar numa federal de primeira, então mandei ver em uma particular mesmo até conseguir. Tenho dois conselhos que talvez possam te ajudar: quando for escolher uma universidade, tem um pequeno "pulo do gato". Quando a universidade tem muitos campus, geralmente esse tipo de análise de notas do mec, qualidade da infraestrutura das universidades etc, são feitas de forma unificada entre todos os campus da mesma universidade. Isso significa que não todos os campus terão a mesma qualidade de infraestrutura, professores etc. Sobre a qualidade das universidades TODAS as universidades públicas de C.C, vão te dar uma base e uma matriz curricular muito parecidas. O que realmente vai fazer diferença na sua vida são suas ações enquanto aluno na instituição.. O quanto você estuda por fora os assuntos, corre atrás etc. Ambas universidades são boas. Conheço ótimos professores de ambas (pelo menos na minha área de pesquisa). Algo que pode fazer diferença pra você, é sobre morar longe/em outra cidade. Isso sim é um crescimento pessoal gigantesco e vale muito a pena a experiência. Espero ter ajudado! Abraços! Nícolas P. Campana.
  13. @Allan S.Santos Tudo bom meu quirido? Boa noite. A sua pergunta ficou confusa. Você ta cursando ADS, mas pretende fazer um curso básico na area? Por qual o motivo? Não está conseguindo desenvolver as matérias? Abraço!
  14. @Caio Cassimiro Fala meu quirido, tudo bom? Aqui, a moderação do forum não incentiva o ato de resolver uma questão ( principalmentes referentes a faculdades ) sem o autor da postagem, poste algum tipo de racíocinio ou construção. Uma dica: Tente começar a implementar as classes e poste aqui pra gente ( lembre-se de utilizar a tag <code> na postagem do código ). Duas dicas: Acredito que quando ele diz, que os os 5 funcionários estão em uma array, quer dizer que: existe uma variável array, do tipo Funcionário, algo tipo assim: Funcionario[] meusFuncionarios = new Funcionario[5]; Que inicializa um array com tamanho 5, podendo ter dentro dele, 5 objetos da classe Funcionario. Ai, utilize os loops for ou while, para percorrer e fazer as requisições solicitadas. Espero ter ajudado! Abraço!
  15. @Patrick S. Rosa Fala meu querido, tudo bom? Essa é uma pergunta muito pessoal e fica difícil a galera poder lhe ajudar. Uma dica, é você pegar tudo que você estudou e escolher os que você mais gostou de estudar ou de fazer trabalhos e tarefas. A partir deles, pesquisar sub-tópicos dessa área escolhida e ver se tem interesse de realizar seu TCC em alguma delas! Se quiser ,pode postar aqui pra podermos lhe ajudar. Abraço!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

 

javaweb-popup.jpg

CURSO ONLINE DE PROGRAMAÇÃO
FULL STACK

Entre para o mercado que paga mais de R$ 12.000 por mês e não tem crise!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!