Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

lHenrique_10

Membros Plenos
  • Total de itens

    259
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D
  1. hahahaha' Realmente me expressei mal. No caso, o que percebi foram que em ambas as fórmulas são consideradas apenas a prorrogação do primeiro intervalo. Exemplo: O período compreende de 03/01/2016 a 01/01/2018; Neste período houveram 78 dias de prorrogações; Data fim = 01/01/2018 + 78 dias = 20/03/2018 (novo fechamento do período); Portanto, entende-se que devo buscar os afastamentos de 01/01/2018 a 20/03/2018, uma vez que de 03/01/2016 a 01/01/2018 já foi encontrado. Porém, reparei que se houver afastamentos nesta segunda prorrogação (se é que podemos chamar assim) com data SUPERIOR ao fechamento da primeira prorrogação, que é 20/03/2018, a fórmula não consegue identificá-la como prorrogação. A grosso modo, se houver um lançamento datado 15/03/2018 a 21/03/2018 = 7 dias, a fórmula não consegue identificá-la como prorrogação na data fim, que deveria ser 20/03/2018 + 7 dias, pelo fato do término do lançamento ser posterior ao primeiro afastamento (ao menos foi essa conclusão que cheguei).
  2. @osvaldomp, perfeito. - Era exatamente sobre isso que me referia, porém, como você mesmo disse, não existe essa possibilidade. - Mas já é de grande valia o que foi construído aqui. Agradeço a você e ao @Patropi pela ajuda.
  3. Clique na célula, vá na aba "página inicial", clique em "Número" e selecione "moeda". adicionado 3 minutos depois Disponha. Não se esqueça de marcar a resposta do @deciog como a "melhor resposta" e de clicar em curtir nos comentários que te ajudaram a chegar na resolução, pois é uma forma de nos incentivar.
  4. Amigo, se a coluna H for independente do resultado das demais, a fórmula que o Décio passou está correta. experimente =SOMA(SEERRO(H4:H37;0)) na célula H38. Lembrando que você deve clicar em CRTL + SHIFT + ENTER após escrever a fórmula para obter o resultado. A soma da coluna H deu R$ 4.996,73. Confere?
  5. @fabio lima dos santos, ficou meio confuso. Poderia explicar melhor? O valor total é a soma das colunas D, E e F? Quais as condições?
  6. @Patropi, aguardo seu retorno se possível, por gentileza.
  7. @Patropi, Conforme testado, verifiquei que na linha 6 a fórmula não considera o período de afastamento "15/03/2018 a 20/03/2018 = 6 dias" como prorrogação. Acredito que seja devido o fato do período ser concluído após o "fm_período". Poderia verificar por gentileza? E, se realmente for este o motivo, seria possível considerar a data da fórmula em F4 como o novo valor de "fm_período"? Acredito que isto solucionaria a questão. Segue em anexo o arquivo descrito. 19_11_18_Afastamentos_Patropi - Validacao.xlsx
  8. @Hanner Não, amigo. Na verdade todos os lançamentos de afastamentos da planilha pertencem ao mesmo funcionário. No caso, o período está destacado de amarelo e preciso de uma fórmula que verifique se houve afastamentos dentro deste período. Em caso de afirmativo, preciso que some na data fim do período do funcionário. Para ser útil, preciso que além de somar na data fim, que a fórmula reconheça todo o intervalo de afastamentos e não apenas o primeiro, de modo vá acrescentando a data fim conforme os afastamentos. Entendeu?
  9. Boa tarde, amigos. Conto mais uma vez com a ajuda de vocês. Tenho uma planilha com o histórico de afastamentos de determinado funcionário (B e C) e a quantidade de dias, em (D). Em (E) e (F) tenho o período bianual em que o servidor é avaliado e dentre as condições, os afastamentos devem prorrogar a data fim. A grosso modo, se o funcionário tem o período bianual entre 01/01/2016 e 01/01/2018, porém possui 5 dias de afastamento entre 01/01/2016 a 05/01/2016, então o período final será prorrogado 5 dias, passando para 06/01/2018. Preciso de uma fórmula que automatize esta situação, considerando que há casos de vários afastamentos dentro do período. Sendo assim, caso haja prorrogação da data, preciso que a nova análise seja automatizada. Fórmulas já testadas: SE, SOMASE, CONT.SE, CONTSE.S, todas sem êxito para o que procuro. Teste - Afastamentos.xlsx
  10. Olá, seja bem vinda. Favor anexar uma amostra com o resultado esperado. É o que todos dizem, não dá para testar fórmula em imagem. Se tivesse anexado um modelo provavelmente já teria sido resolvido.
  11. Olá, Lis. Seria importante você especificar qual seu orçamento e qual o tamanho da polegada desejada.
  12. Na verdade pelo que sempre soube, não causa uma ação imediata. Geralmente ela queima 1 trilho e assim sucessivamente. Bom, eu prefiro não arriscar e todas as vezes que dou manutenção procuro me "desenergizar" no fundo da cpu.
  13. São vários fatores... Dentre eles vale ressaltar que nosso corpo acumula carga que pode queimar algum componente. Há alguns anos quando fiz um curso básico, recomendavam utilizar uma pulseira anti-estática (pesquise sobre o aterramento). Mas também aprendi que você pode encostar as mãos em uma parte metálica (o fundo da cpu, por exemplo) para descarregar a carga hahaha' Evitar deixar a placa em qualquer superfície metálica ou afins; Tome cuidado com o processador e com as memórias e por aí vai. E é claro, cuidado com a fonte que utilizará para testes.
  14. Puxe um cabo até o seu quarto, use um roteador e puxe outro cabo do seu roteador para o pc da sua namorada. É a opção que mais se adéqua ao seu desejo.
  15. Se entendi bem, é perfeitamente possível. Basta utilizar =LIN() na célula A1, por exemplo, e arrastar até o intervalo desejado. Após isto, caso exclua as linhas 1 e 2, o intervalo se ajustará automaticamente para 1, 2 e 3.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×