Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Roberval Taylor

Membros Juniores
  • Total de itens

    7
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D
  1. A gente prova por A + B que o cara tá errado, e ele ainda acha que tá certo! "a temperatura externa dos MOSFETs é praticamente a mesma que a interna" é um conclusão que VOCÊ deveria ter tido ANTES de falar que eu estava errado, nos ditos do SEU primeiro post: Ora, derrubei seu argumento e provei que o seu achismo estava errado. A não ser, é claro, que você ache que 0.187ºC é relevante numa peça que varia a temperatura 10ºC, 20ºC para cima e para baixo várias vezes por segundo. Mas aí deixou de ser técnica e virou dogma. Na falta de um sensor interno, o uso de medição externa pra uma peça tão pequena é válido sim, principalmente considerando alta condutibilidade térmica do invólucro termo-plástico ou cerâmico. Tudo mundo faz desse jeito, não sendo invenção minha. Ah! Se você tiver uma outra forma de medir temperatura externa de alguma coisa, por favor COMPATILHE. Ficarei muito grato em fazer melhor.
  2. @Shaman93 Cara, eu juro por tudo que é mais sagrado que não queria chegar a esse ponto... Mas desafio é desafio e o cara feriu meus brios acadêmicos! O quociente de temperatura entre o die e o case do MOSFET NTMFS4C06N ON Semiconductor, ou Junction−to−Case (Drain) é de 4.1 ºC/W, segundo datasheet do fabricante. Conforme a Intel em "IC Packages Performance Characteristics: Databook, Ch 4" , o quociente Junction−to−Case θjC é dado por: θjC = (Tj - Tc) / P onde: θjC = quociente die / case (envelope) Tj = temperatura do die; tc = temperatura do involucro P = potencia dissipada em Watts. Então precisamos achar o potência dissipada pelo mosfet para o meu teste, com temperatura externa do MOSFET de 55ºC e temperatura ambiente de 25ºC. Calculando a Potência Dissipada com base na temperatura externa medida: A transferência de calor de um chip para o ar, sem aparato adicional de refrigeração, se dá por duas formas: convecção e irradiação. A disciplina Fenômenos de Transporte ennsina que a energia total transferida é: q" = q'conv + q'rad Pela lei de Newton de arrefecimento, temos a seguinte para q'conv: qc = hc * A * (Ts-Ta) onde: qc = Fluxo de calor convectivo de uma superfície para o ambiente (W) A = 6x6mm = 3,6*10E-5m2 = Área da superfície (m2) Ts = 55ºC = Temperatura da superfície (ºC) Ta = 25ºC = Temperatura do ambiente (ºC) hc = 20 W/m2.C (*) = Coeficiente convectivo de transferência de calor médio(W/m2C) (*) Para gases hc varia entre 5 e 25. Considerando um gabinete bem ventilado, 20 está razoável. Então: qc = 20 * 3.6*10E-5 * (30) qc = 0.0216 W Para radiação, temos : qr = ϵ. σ . A * (t1^4 - t2^4)* F12 Onde: qr = Quantidade de calor transferido por irradiação (W) ϵ = 0.6 = Emissividade (0 < e < 1) σ = Constante Stefan-Boltzmann, 5.67 X 10-8 (W/m2 K^4) A = 3,6*10E-5m2 = Área (m2) F12 = Fator de formato entre as superfícies 1 e 2 T1, T2 = 328.14K e 298.15K = Temperaturas de superfícies (Kelvin) qr = 0.60 * (5.67E-8) * (3.6E-5) * (328.15^4 - 298.15^4) * 1 qr = 0,024W qt = qc + qr = 0.0216W + 0.024W qt = 0.0456W Calculando a temperatura interna: Junction−to−Case (Drain) = 4.1 C/W (NTMFS4C06N data sheet ON Semiconductor) θjC = (Tj - Tc) / P θjC * P = (Tj - Tc) Tj = θjC * P + Tc Tj = 4.1 * 0.0456 + 55ºC Tj = 55,187ºC c.q.d. ENTÃO, para o citado MOSFET, quando a temperatura externa for 55ºC a temperatura interna será 55,187ºC, observado a temperatura ambiente de 25ºC e gabinete bem ventilado. Em situação diferente da acima descrita será necessário recalcular os valores de potência dissipada e Tj. Então, medir a temperatura externa é praticamente a mesma coisa que medir a temperatura interna. Então, quando você chamar o outro de "errado" e de "mal educado", avalie se você tem base adequada para sustentar suas proposições. No caso, você não tem nenhuma. Se fui grosso com o colega, eu já havia me desculpado e, salvo melhor juizo, estamos de boa um com o outro. Agora, *****, que implicância do K@R@i com meu termômetro infravermelho !!! Querido Rafael Coelho, comece a colocar a temperatura dos VRMs nos seus reviews, porque fica um monte de gente cheia de achismo, metendo o pau sem razão em produtos de qualidade adequada. Do mesmo jeito que tem placas de entrada que o cidadão quer por CPU top (tipo AMD 2700X em mobo A320), mas ninguem tem como justificar pra ele que isso não vai prestar. Abraço a todos.
  3. Indeed. Eu disse que ATÉ em farmácia você compra termômetro infravermelho, hoje em dia. Mas você pode comprar na Amazon, no Walmart, no Mercado Livre... Eu já tive vários, INCLUSIVE um termômetro infravermelho clínico, para medir temperatura dos meus gemêos. E você sabe qual diferença? O termômetro para uso clinico é melhor! É muito mais preciso medir temperaturas entre -10ºC e +200ºC. No termômetro industrial a precisão é menor porque a faixa de trabalho dele é muito maior, tipo -30ºC a 550ºC (ou mais). Mas o principio é mesmo: medir a radiação em infravermelho emitida por um corpo quente. Não importa a fonte, a intensidade de radiação emitida é proporcial a temperatura. Só.
  4. @Phoenix, Lindão cheiroso! Desculpa ai se peguei pesado. Tô na TRT, mais pilhado que lutador de MMA! Me irritei porque você tentou desqualificar meu depoimento REAL, com base num "achismo", desqualificando meu termômetro !?! Cara, na boa. Se o gringo e Peperaio usam termômetros infravermelho pra medir temperatura externa, porque o meu termômetro infravermelho não vale? Outra coisa. Eu sou engenheiro e sei bem diferenciar um bobina ("choke" nas mobos) de um mosfet e de uma capacitor. E todos eles tem isolamento elétrico, com exceção dos contatos. Foi estupidez meter o dedo? CLARO que foi! Não recomendo! Mas que estava frio, estava. REAL! Pra encerrar o assunto, desculpa ai a grosseria, foi maus. Os Mosfets dessa placa são muito bons, não esquentam em uso pesado com uma CPU Ryzen 2600X. Se nego quer fazer overclock com Ryzen, compre um Asus Rog Crosshair VI Hero 370 e boa sorte. Vai conseguir um pífio 100mhz e olha lá.
  5. Ah, Tá! Infravermelho medindo água? De onde você tirou isso, criatura? Infravermeho é RADIAÇÃO de CALOR! Não é microondas de forninho não, brother! E Termômetro é TERMÔMETRO! Mede temperatura, não percentagem de água. Isso que tu falou quem faz é Higrômetro. Cada uma que aparece!!! E a parada tava FRIA mesmo, pois meti o DEDO pra conferir! Se estive a 90ºC, 105ºC teria queimado de acordo!
  6. Medi as temperaturas com Termômetro infravermelho digital, tipo pistola. Você acha bons modelos em farmácias, para medir temperatura de pacientes. Faixa de -30°C a +200°C.
  7. Eu tenho essa placa a pouco mais de um mês, e esperava por um Review especializado dela. Obrigado, Rafael Coelho! Não era minha primeira opção, mas como está impossível achar placa B450, pegue essa mesmo. E me surpreendi pelo bom funcionamento e os recursos. De fato, DDR4 vai até 3.466Mhz, desde que você tenha memória boa. No meu caso HyperX Predator 3600 cl17. Tem muito mimimi sobre o VRM dela, mas fiz um teste de stress com aida64 e R5 2600x e os MOSFET ficaram a menos de 52°C. Ou seja, tá folgadão! Os Mosfet 4C10B/ 4C06B são usados por várias outras placas, inclusive algumas 470. E se ficar quente, compre um dissipador no ML e instale! 20 pila e resolve. É um placa de entrada, meio Nutella, existem melhores, mas atende bem aí uso doméstico e gamer leve . Deve suportar bem um 2700x e os futuros Ryzen 3000. Para os entusiastas, recomendo a Asus Hero VI , essa sim, é placa Raiz!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×