Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

PCI-EXPRESS dúvida


vitor francisco

Posts recomendados

ola é o seguinte eu fiz um over na minha maquina e estou com umas duvidas. a minha mobo não tem trava para pci-ex e como minha placa de video é uma 9600 gt e mi falaram que éla não tem gerador de clock por tanto éla sobe junto com o fsb do processador só que minha mobo aceita fsb 1333=333 e over até=1600=400 fica uma duvida como eu fiz fsb 300x10 estou a baixo do permitido sera que mesmo assim o pci ex sobe junto e pode danificar minha vga?:unsure:

-------------------------------------------------------------------

lembrando que fiz o seguinte:

300X10=300 (STOCK=200X10)

DRAM FREQUENCY=667

VTT_CPU OVER VOLTAGE (FSB)=1.2V

MEMORY OVER VOLTAGE=2.1

1.25 OVER VOLTAGE (MCH)=1.25

1.5 OVER VOLTAGE=1.5

VCORE OVER VOLTAGE=+50MV

LEMBRANDO QUE A MAQUINA É DA ASSINATURA SE PUDEREM AJUDAR estarão AJUDANDO VARIOS USUARIOS COM A MESMA MOBO E VGA QUE MINHA.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

ola é o seguinte eu fiz um over na minha maquina e estou com umas duvidas. a minha mobo não tem trava para pci-ex e como minha placa de video é uma 9600 gt e mi falaram que éla não tem gerador de clock por tanto éla sobe junto com o fsb do processador só que minha mobo aceita fsb 1333=333 e over até=1600=400 fica uma duvida como eu fiz fsb 300x10 estou a baixo do permitido sera que mesmo assim o pci ex sobe junto e pode danificar minha vga?:unsure:

Até FSB 333 vai tranquilo acredito que acima disso o PCI-E começe a subir gradativamente, se não houver tela azul durante a carga do S.O ou a VGA estiver apresentando artefatos ou falhas nas imagens, provavelmente seu PCI-E não tenha subido ou subiu pouca coisa, já que os efeitos colaterais de um PCI-E alto aparecem rapidamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Olá amigos beleza?

Deixe-me explicar como funciona a frequência PCI-E no caso do colega Vitor.

Placa mãe que tem support oficial para FSB de 333MHz a frequência PCI-E funciona assim.

Quando é fixo alguma das frequências padrão 200, 266 e 333 os divisores para a frequência PCI-E é mudado conforme o FSB.

Exemplo simplificado:

Em 200 de FSB o Divisor é 6.

Em 266 de FSB o divisor é 8.

Em 333 de FSB o divisor é 10.

Quando é usado frequências entre os valores padrão (em placa que não tem trava) a frequência PCI-E sobe conforme o FSB.

Um processador com FSB de 200MHz (que usa o divisor 6) usará esse divisor sempre até ultrapassar o FSB de 266MHz que pula para 8.

No caso do Vitor, como está usando 300 de FSB em um processador de FSB de 200MHz, o divisor que está usado é 8, pois passou de 266 de FSB que é uma frequência padrão e usa 8 como divisor.

Esses divisores com esses FSB, vão sempre mostrar a frequência de 33.33MHz que é a frequência padrão do PCI e não do PCI-E, mas como o PCI-E trabalha com frequência 3 vezes maior que o PCI é só multiplicar por 3 e pronto.

Vamos calcular a frequência PCI-E no caso do Vitor.

300/8=37,5*3= 112.5MHz.

Portanto a frequência para o PCI-E no caso do Vitor é de 112,5MHz. 12,5% de over na frequência PCI-E.

Isso significa que a placa de vídeo ou qualquer outro periférico que trabalha na frequência PCI-E, está trabalhando em 112,5MHz.

Isso não é muito e é tolerável por uma grande maioria dos hardwares, mas pode existir hardware (HD por exemplo) que não trabalha nessa frequência ou trabalha, mas corrompe dados.

Hardware pode tanto tolerar alta frequência como não.

Alguns HD's IDE que trabalha em 33.33MHz padrão (frequência PCI) pode tolerar até 40MHz outros dão pane em 35MHz. É relativo à peça.

Algumas placas de vídeo PCI-E podem trabalhar em até 150MHz de frequência PCI-E, outras mal chegam em 115MHz. Também é relativo a peça.

Em ambos os casos existe uma média de tolerância dos hardwares para trabalho sem prejuízo futuro.

No caso do PCI até 35MHz é bem aceitável.

No caso do PCI-E até 115MHz também é bem aceitável.

Mas, novamente em ambos os casos, essa tolerância depende de cada peça e para saber é só testando na prática.

A questão da vida útil, com essas frequências alteradas, também é relativa, pois existem peças que duram o que foi projetado para durar mesmo que tenha seus parâmetros alterados.

O que é certo e não deixa dúvida alguma na questão durabilidade, é usar o hardware na frequência que o fabricante determina.

Abraços e boa sorte.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá amigos beleza?

Deixe-me explicar como funciona a frequência PCI-E no caso do colega Vitor.

Placa mãe que tem support oficial para FSB de 333MHz a frequência PCI-E funciona assim.

Quando é fixo alguma das frequências padrão 200, 266 e 333 os divisores para a frequência PCI-E é mudado conforme o FSB.

Exemplo simplificado:

Em 200 de FSB o Divisor é 6.

Em 266 de FSB o divisor é 8.

Em 333 de FSB o divisor é 10.

Quando é usado frequências entre os valores padrão (em placa que não tem trava) a frequência PCI-E sobe conforme o FSB.

Um processador com FSB de 200MHz (que usa o divisor 6) usará esse divisor sempre até ultrapassar o FSB de 266MHz que pula para 8.

No caso do Vitor, como está usando 300 de FSB em um processador de FSB de 200MHz, o divisor que está usado é 8, pois passou de 266 de FSB que é uma frequência padrão e usa 8 como divisor.

Esses divisores com esses FSB, vão sempre mostrar a frequência de 33.33MHz que é a frequência padrão do PCI e não do PCI-E, mas como o PCI-E trabalha com frequência 3 vezes maior que o PCI é só multiplicar por 3 e pronto.

Vamos calcular a frequência PCI-E no caso do Vitor.

300/8=37,5*3= 112.5MHz.

Portanto a frequência para o PCI-E no caso do Vitor é de 112,5MHz. 12,5% de over na frequência PCI-E.

Isso significa que a placa de vídeo ou qualquer outro periférico que trabalha na frequência PCI-E, está trabalhando em 112,5MHz.

Isso não é muito e é tolerável por uma grande maioria dos hardwares, mas pode existir hardware (HD por exemplo) que não trabalha nessa frequência ou trabalha, mas corrompe dados.

Hardware pode tanto tolerar alta frequência como não.

Alguns HD's IDE que trabalha em 33.33MHz padrão (frequência PCI) pode tolerar até 40MHz outros dão pane em 35MHz. É relativo à peça.

Algumas placas de vídeo PCI-E podem trabalhar em até 150MHz de frequência PCI-E, outras mal chegam em 115MHz. Também é relativo a peça.

Em ambos os casos existe uma média de tolerância dos hardwares para trabalho sem prejuízo futuro.

No caso do PCI até 35MHz é bem aceitável.

No caso do PCI-E até 115MHz também é bem aceitável.

Mas, novamente em ambos os casos, essa tolerância depende de cada peça e para saber é só testando na prática.

A questão da vida útil, com essas frequências alteradas, também é relativa, pois existem peças que duram o que foi projetado para durar mesmo que tenha seus parâmetros alterados.

O que é certo e não deixa dúvida alguma na questão durabilidade, é usar o hardware na frequência que o fabricante determina.

Abraços e boa sorte.

Muito esclarecedora:rolleyes:,Muito BOM!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Redes-Wi-Fi-capa-3d-newsletter.png

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!