Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000

       
 46.639 Visualizações    Primeiras Impressões  
 4 comentários

Nós demos uma olhada no Z-Machine GT1000, um gabinete topo de linha todo de alumínio que a Zalman lançará neste mês.

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Zalman está prestes a lançar um novo gabinete topo de linha todo feito em alumínio, chamado Z-Machine ou simplesmente GT1000. Este gabinete é uma evolução do modelo topo de linha anterior da empresa, o Fatal1ty. Confira.

O Z-Machine é inspirado no gabinete Fatal1ty e as principais diferenças entre eles estão na porta lateral – no Z-Machine a porta lateral é dividida em dois painéis, enquanto que no Fatal1ty a porta lateral usa um único painel – o Z-Machine também tem mais baias internas para instalação de discos rígidos (seis baias internas contra três no Fatal1ty). O resto das especificações é praticamente o mesmo: nós estamos falando de um gabinete 100% feito de alumínio anodizado.

O Z-Machine estará disponível em duas cores: preta e titânio. Nós demos uma olhada na versão titânio.

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000
Figura 1: Gabinete Zalman Z-Machine GT1000 (esta peça foi autografada por Johnathan Wendel, mais conhecido como “Fatal1ty”).

Como você pode ver na Figura 1, este gabinete tem quatro baias de 5 ¼” e uma baia de 3 ½” (mais sete baias de 3 ½” internas).

Nas Figuras 2 e 3 você pode ver a porta lateral que é dividida em dois painéis, o que facilita a abertura do gabinete e facilita a remoção e a adição de componentes dentro do micro.

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000
Figura 2: Porta lateral.

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000
Figura 3: Porta lateral.

Na Figura 4 você pode ver as chaves, conectores e LEDs que estão disponíveis no painel frontal do gabinete: chave liga/desliga, LED power, dois LEDs de disco rígido, botão reset, conector para fone de ouvidos, conector para microfone, duas portas USB e uma porta FireWire. Por se tratar de um gabinete topo de linha, nós achamos que ele deveria ter também uma porta eSATA, já que este recurso está começando a aparecer em gabinetes topo de linha de outras marcas.

Gabinete Zalman Z-Machine GT1000
Figura 4: Chaves, conectores e LEDs no painel frontal do gabinete.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Muito bonito, um espetáculo!!!

Mas gabinetes assim bonito num deve ser nada menos do q 700 à 800 pilas...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente muito bom bonito. Acabamento impecável, manuseio fácil e sem segredos.

É uma pena que para a maioria de nós ele seja apenas um sonho, pois dificílmente ele chegará por aqui por menos de R$900,00.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
700 à 800 pilas

Este é o preço dele nos EUA (US$ 350)...

Arrisco que no Brasil não sairia por menos de R$ 1.500, visto que é pesado para chuchu.

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo peso e pelo preço, acredito que chegara aqui por quase R$ 2000,00. é um belissimo gabinete mas você encontra gabinetes tops com um melhor preço de outras grandes marcas, como thermaltake e coolermaster.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×