Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
MatrixWHOIS

RESOLVIDO As fontes modulares vão substituir as fontes normais no futuro ?

Recommended Posts

https://www.guerradigital.net/media/catalog/product/f/i/file_197_131.jpg

 

 

Para quem não sabe o que é fonte modular são fontes que os cabos não são soldados diretamente na placa, mas possuem conectores femeas possibilitando remover os cabos da fonte conforme a necessidade.

As fontes modulares são excelentes para diminuir  a quantidade de cabos dentro do gabinete consequentemente aumentado a eficiência do fluxo de ar e ventilação dentro do gabinete. http://tiagomanutencaopc.blogspot.com.br/search/label/Gabinete%20bem%20ventilado%20dicas%20-%20fluxo%20de%20ar

 

Por exemplo, dentro do gabinete eu tenho hd, um leitor e um processador, com uma fonte modular posso usar apenas 3 cabos para os mesmos. 

 

E ae pessoal vocês acham que no futuro vai ser fabricado apenas fontes full modular ? Ou que vai demorar muito, porque um pouco mais caras que as não modulares ? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O domínio absoluto de fonte modulares, na minha visão, é utopia..

Fontes modulares tem pontos positivos e tem pontos negativos..

 

Pontos positivos:

- Se sua config, de início for bem modesta mas no futuro prevê receber expansão, pode melhorar sim a circulação de ar dentro de seu gabinete, isso se não tiveres a mínima noção de organização do cabeamento interno..

- É uma fonte mais bonita, quando fora do gabinete. Desligada.  Não tem aquele chumaço de cabos, aquele rabicho de chicotes...  Se você for manter a mesma em exposição, fora do gabinete, é uma boa escolha;

 

Pontos negativos:

- Passado algum tempo após a instalação da mesma, quando fores adotar a expansão prevista para seu PC, não raramente não mais sabes aonde guardastes os cabos modulares;

- Quase que colado ao ponto anterior, tente comprar cabos modulares para essa sua fonte que quem sabe até já tenha saído de linha;

- A distribuição de energia em uma fonte modular jamais será melhor do que aquelas de cabeamento normal. A inserção de dois conectores, um macho e um fêmea, só poderá piorar e nunca melhorar essa distribuição, pois são fonte adicional de mau contato de resistência mais elevada, que poderá prejudicar a distribuição de energia. Lembre-se de que se trata de alta corrente que passa por ai...

- Preço sempre mais elevado, às vezes muito, às vezes pouco, mas mais elevado que aquelas de cabeamento normal..

- Grande parte das configs que adotam fontes modulares o fazem por simpatizar com a filosofia de poder usar somente aqueles cabos necessários mas nem se dão conta de que acabam usando todos os cabos.. E ai, onde fica a vantagem??

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O domínio absoluto de fonte modulares, na minha visão, é utopia..

Fontes modulares tem pontos positivos e tem pontos negativos..

 

Pontos positivos:

- Se sua config, de início for bem modesta mas no futuro prevê receber expansão, pode melhorar sim a circulação de ar dentro de seu gabinete, isso se não tiveres a mínima noção de organização do cabeamento interno..

- É uma fonte mais bonita, quando fora do gabinete. Desligada.  Não tem aquele chumaço de cabos, aquele rabicho de chicotes...  Se você for manter a mesma em exposição, fora do gabinete, é uma boa escolha;

 

Pontos negativos:

- Passado algum tempo após a instalação da mesma, quando fores adotar a expansão prevista para seu PC, não raramente não mais sabes aonde guardastes os cabos modulares;

- Quase que colado ao ponto anterior, tente comprar cabos modulares para essa sua fonte que quem sabe até já tenha saído de linha;

- A distribuição de energia em uma fonte modular jamais será melhor do que aquelas de cabeamento normal. A inserção de dois conectores, um macho e um fêmea, só poderá piorar e nunca melhorar essa distribuição, pois são fonte adicional de mau contato de resistência mais elevada, que poderá prejudicar a distribuição de energia. Lembre-se de que se trata de alta corrente que passa por ai...

- Preço sempre mais elevado, às vezes muito, às vezes pouco, mas mais elevado que aquelas de cabeamento normal..

- Grande parte das configs que adotam fontes modulares o fazem por simpatizar com a filosofia de poder usar somente aqueles cabos necessários mas nem se dão conta de que acabam usando todos os cabos.. E ai, onde fica a vantagem??

 

Hum legal, no ultimo ponto negativo que você citou se por acaso eu precisar usar todos os cabos a organização vai ficar igual a uma fonte não modular (só para reforçar hehe)

 

Legal xará, então é melhor investir em um bom gabinete com cable Management seria uma alternativa mais em conta. 

 

A fonte tem um conector macho e fêmea tem risco de dar algum curto que possa chegar ate um componente digamos ?  

 

As fontes não modulares oferecem menos risco porque os cabos são soldados ? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hum legal, no ultimo ponto negativo que você citou se por acaso eu precisar usar todos os cabos a organização vai ficar igual a uma fonte não modular (só para reforçar hehe)

Vai ficar igual, do ponto de vista distribuição dos cabos no gabinete, mas pode ficar pior desde o ponto de vista da distribuição da energia.. Conectores macho/fêmea, podem representar um afunilamento por mau contato se de qualidade duvidosa...

 

Legal xará, então é melhor investir em um bom gabinete com cable Management seria uma alternativa mais em conta. 

Ou ter o capricho de bem arrumar os cabos dentro de um gabinete comum..

 

A fonte tem um conector macho e fêmea tem risco de dar algum curto que possa chegar ate um componente digamos ?  

Não é essa a questão.. Não é o temor de curto circuito e sim a conexão em si.. Conectores macho/fêmea, se de qualidade duvidosa, ou com algum stress mecânico que seja, podem oferecer alguma resistência adicional a passagem de corrente. Isso vai fazer com que possam aquecer. Ao aquecer podem perder a tempera e alterar a força mecânica mais ainda, piorando o contato elétrico e assim progredir para o que se chama de efeito avalanche, quanto mais aquecem mais aumentam a resistência e com isso mais aquecem, podendo chegar ao derretimento do conector, a interrupção total da  corrente.. Sempre um fio contínuo apresentará melhores condições de condutibilidade do que um desses com conectores no meio..

Veja ai resultados de entrada em avalanche térmica de conectores os mais diversos e em diferentes estágios de comprometimento.

 

Avalanchetermica01_zpsb88c9d02.jpg

 

Avalanchetermica02_zpse0cb156a.jpg

 

Avalanchetermica03_zpsa348fb05.jpg

 

Note que é diferente de um curto, aonde o fio se rompe e o conector fica mais ou menos comprometido. A característica marcante da avalanche térmica é o derretimento parcial ou total da capa, do plástico, do invólucro do conector. No início do processo só muda mesmo a cor, inicia a se tornar preto, por calor.. Ai o conector já fica comprometido e a sua capacidade de conectar toda a corrente que poderia conectar já estará com certeza comprometida..

Claro, bons conectores são mais imunes a esse tipo de efeito..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×