Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Visitante

RESOLVIDO Windows 7 lento com o avanço das tecnologias, do tempo, será?

Recommended Posts

Visitante

Oi, está ocorrendo algo estranho de 1 ano pra cá com meu notebook win7-64, i7, 8gb, tudo super-top (Dell XPS), onde ao comprar era ultrarápido e agora percebo certa lentidão ao nele estar acionado browsers (firefor e IE últimos), mesmo sem estar carregando/baixando algo: tudo nele fica lento: abrir explorer, gerenciador (ctr-alt-del), fechar tudo, clicar em botões dos browser, cursor lento no firefox, etc. Sempre tive o norton-AV e nunca nada foi lento, além do msconfig estar sempre tudo limpo sem muita coisa carregada, muito menos ter algo carregado na barra de tarefa ou nos processos serviços do gerenciador, etc. Daí a fazer consultas aqui: estará a atualização do windows o tornando pesado e lento? ou o firefox e IE estão ficando pesados e lentos? Acredito que isso ocorre nos outros windos (vista, 8, etc). Alguém sabe o que está ocorrendo ultimamente? Ate os browsers demoram para procurar páginas inicialmente (ms, latência), onde tenho velocidade de 50mb/s e percebo a latência, ou então alguma coisa pesada ocorre no meu notebook, mesmo limpo e tudo desabilitado (programas paralelos, atualizações, cookies, etc). Penso ate aumentar a memória pra 12gb, mas não sei se resolve. O que estará ocorrendo? alguém sabe? obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já tentou desfragmentar sua partição / HD onde está o SO do W7? Com o tempo e as atualizações, os arquivos vão ficando fragmentados e você perde velocidade.

 

Caso já tenha feito isso, veja quanto de espaço livre ainda existe na sua partição / HD do W7. Informe, para podermos ajudá-lo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  •    13
    Visitante

    Já tentou desfragmentar sua partição / HD onde está o SO do W7? Com o tempo e as atualizações, os arquivos vão ficando fragmentados e você perde velocidade.

     

    Caso já tenha feito isso, veja quanto de espaço livre ainda existe na sua partição / HD do W7. Informe, para podermos ajudá-lo.

    Sim, já está desfragmentado e sobre espaço, nã entendi, tenho mais de 500gb livres. Não tenho programa algum em paralelo, só antivirus e o firefox como agora e fica lento ate pra abrir uma nova janela, não rápido como antes, ainda desativado o flash e cookies, exceto daqui. A maior lentidão está no firefox ou IE, ultimos/atualizados.

     

     

     

    Achei um texto muito interessantes, que explica o motivo da lentidão (90% sobre atualizações do win) e pouco explica de como resolver (desfragmentar já fiz e desintalar, nem preciso pois nenhum programa meu fica ativo na memoria se não acionar):

     

     

     

    Por que com o passar do tempo o Windows fica lento?

     

    Se você é usuário do Windows, é bem possível que em algum momento tenha reclamado que o PC estava mais lerdo do que uma tartaruga. Esse sentimento é compartilhado entre muitos adeptos do sistema operacional da Microsoft e, por consequência, é um dos argumentos mais usados por quem apoia os programas livres para convencer outras pessoas a seguir essa filosofia de “vida virtual”.

    Deixados os diferentes pontos de vista de lado, depois que a explosão de raiva passa (e a máquina consegue finalmente rodar o programa executado), surge a curiosidade de saber por que o SO se torna cada vez mais lento com o seu uso.

    Neste artigo, vamos explicar quais são os principais motivos de o seu computador ficar lento com o tempo e dar algumas dicas de como você pode retardar ou evitar que tal incômodo aconteça.

     

    Registros inválidos

    Em essência, os sistemas operacionais acumulam dados com frequência. O problema é quando esse amontoado de informações é mantido sendo desnecessário para o correto funcionamento da plataforma. Eis que chegamos a um dos grandes problemas do Windows.

    Grosso modo, o software da Microsoft armazena tudo o que fazemos no computador, como execução de programas, preferências das contas dos usuários e personalização das configurações de componentes de hardware, em um banco de dados – o chamado Registro do Windows.

    78399928918175037.jpg?w=1040

    Ao longo do tempo, vamos instalando e desinstalando aplicativos, alterando configurações da máquina e mudando o visual do sistema. A cada nova atividade, acontece uma movimentação de arquivos e dados temporários dentro da plataforma – os quais são responsáveis por passar as diretrizes para o funcionamento do PC. Contudo, muitos dos dados salvos anteriormente nesses registros são deixados para trás.

     

    Com isso, o espaço de armazenamento para essas informações vai crescendo e, toda vez que você executa um comando, o SO precisa percorrer uma infinidade de registros para encontrar a diretriz que precisa. Consequentemente, o tempo de resposta do Windows fica mais lento.

    Uma pesquisa realizada pela iolo Labs monitorou o comportamento de máquinas utilizadas entre 0 e 24 meses. Um dos resultados alcançados foi que nesse período o Windows XP passou a apresentar 340 erros entre o total dos seus registros – o que pode aumentar a possibilidade de travamentos e o acúmulo de processos inúteis, sobrecarregando o processador e a memória RAM. Para acessar o documento referente a esse estudo (em inglês), clique aqui.

    7839992891817516.jpg?w=1040

    Fragmentação de arquivos

    Enquanto você navega pela internet, copia documentos, transfere fotografias da câmera digital ou assiste a um filme no computador, por exemplo, o sistema operacional está constantemente gravando e excluindo dados do disco de armazenamento. No meio de toda essa movimentação de bytes, acabam se formando espaços vazios e inocupados entre os arquivos.

    Esse processo é chamado de fragmentação, ou seja, com a sua utilização, o Windows acaba segmentando o espaço de armazenamento de maneira ineficiente. As milhares de lacunas “em branco” deixadas pelo sistema tornam o processo de leitura dos dados armazenados mais longa, pois a plataforma não consegue identificar se um byte está vazio ou não. Assim, o SO precisa percorrer todo o HD lendo uma infinidade de “buracos”.

    7839992891817524.jpg?w=1040

    Além disso, os arquivos salvos pelo Windows são “despedaçados” e vão sendo alocados de maneira aleatória – uma bagunça que também influencia no tempo de recuperação das informações. Isso porque a plataforma conhece apenas os bytes inicial e final de cada arquivo e precisa encontrar as partes restantes daquele conteúdo em todo o disco de armazenamento.

    Por tais características é que a desfragmentação do HD (leia-se agrupamento dos pedaços de um mesmo arquivo e eliminação dos espaços vazios) é fundamental para um bom desempenho do sistema operacional.

    Como você deve ter percebido, a mania de alguns usuários de instalar tudo o que é tipo de software no PC é extremamente prejudicial para o desempenho do Windows. A prática de testar dezenas de programas e depois desinstalá-los acaba deixando rastros dos aplicativos e entradas inválidas no Registro do sistema.

    78399928918175217.jpg?w=1040

    Atualizações do Windows

    Quem utiliza o sistema operacional da Microsoft há muito tempo sabe que a empresa lança constantes atualizações para a sua plataforma (geralmente acrescentando melhorias de segurança ou corrigindo pequenas falhas). Contudo, existem reformulações mais complexas e que alteram diversas características do software – os conhecidos Services Packs.

    É indiscutível que tais adaptações são essenciais para manter o computador seguro. O problema nesses procedimentos é que todas essas atualizações vão se sobrepondo aos arquivos existentes. Esse é outro fator que colabora com o acúmulo de dados completamente desnecessários para o SO.

    78399928918175650.jpg?w=1040

    Em suma, quanto mais programas forem agregados ao sistema, mais registros são criados, novos processos são iniciados, outros drivers são necessários e, obviamente, maior será a exigência do hardware. Por isso, uma máquina com o Windows XP que passou pelas atualizações dos Services Packs 1, 2 e 3 nunca terá o desempenho de um PC que teve o SO instalado diretamente com a terceira versão do pacote de melhorias – mesmo que ambos os equipamentos tenham a mesma configuração de hardware.

     

     

    Pesando na memória

    Para finalizar os motivos da lentidão do computador, não poderíamos deixar de citar os programas que utilizam uma quantidade excessiva da memória. Os principais vilões dessa sobrecarga são os antivírus.

    Alguns desses mecanismos de defesa operam sem tentar poupar o consumo de memória. Nesses casos, toda vez que você realiza um download, conecta um dispositivo, executa um programa ou simplesmente abre um documento no Word, o antivírus compara esses arquivos com uma lista de ameaças – o que pode levar muito tempo.

    78399928918175336.jpg?w=1040

    Contudo, não são apenas os antivírus que afetam o desempenho do Windows. Outra prática que pesa no processamento de dados é deixar uma série gigantesca de aplicativos iniciando com o sistema operacional. Muitos programas ativam essa opção automaticamente quando instalados. Portanto, fique de olho sempre que for implementar um programa. Durante a inicialização do SO, mantenha apenas os aplicativos essenciais para o funcionamento do PC.

    O carregamento de aplicativos desnecessários pode elevar o tempo de inicialização de um computador de 1 para 3 minutos e 40 segundos – conforme explicitado em outra pesquisa realizada pela iolo Labs. Além disso, esse estudo apontou que as tarefas de inicialização sem prioridade chegam a consumir 89% do desempenho da CPU nesse procedimento.

    Por sua vez, de acordo com o primeiro levantamento citado neste artigo, a execução de programas em segundo plano pode ocasionar a perda de 71% da capacidade da memória RAM. Esse uso constante e desnecessário por fim resulta em 7,5% de todas as tarefas que o processador realiza – um desperdício e tanto do poder de processamento do computador.

    7839992891817531.jpg?w=1040 (Fonte da imagem: iolo Labs)

    Hora da faxina

    Até aqui explicitamos o que pode causar a lentidão do seu PC. Mas como prevenir que isso aconteça com a sua máquina? Basicamente, é preciso mudar alguns comportamentos e fazer limpezas frequentes no computador.

    Conforme as sutis dicas deixadas ao longo do texto, você deve ficar atento para:

    • Eliminar o carregamento de programas desnecessários com o Windows;
    • Evitar a execução de programas em segundo plano que você não esteja utilizando;
    • Procurar diminuir a incidência de instalação e desinstalação de programas apenas por curiosidade; e
    • Realizar a desfragmentação dos discos e a limpeza de arquivos temporários com frequência.

    78399928918175353.jpg?w=1040

    O Baixaki conta com uma ampla variedade de programas que facilitam essa faxina no computador. Por exemplo, o CCleaner e o Advanced SystemCare são ótimas ferramentas para a limpeza de dados desnecessários e a correção de entradas inválidas no Registro do Windows. O Auslogics Disk Defrag possui recursos poderosos para uma desfragmentação eficiente do seu disco de armazenamento. Para finalizar, o Revo Uninstaller oferece mecanismos que eliminam completamente programas do seu computador. Para dar uma turbinada na sua máquina, você deve conferir o artigo “5 novos programas para acelerar o PC”.

     

     

    http://www.tecmundo.com.br/aumentar-desempenho/15522-por-que-com-o-passar-do-tempo-o-windows-fica-lento-.htm

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  •    13
    Visitante

    obrigado pelas dicas e ajudas. Uso o Norton básico com muitas funções extras desabilitadas (perform, monitoramentos, agendamentos, etc). Já fiz muitas limpezas (cache, espaços perdidos, etc) e nada. Acabei de aumentar minha memoria de 8gb pra 12gb e em velocidade praticamente nada melhorou, digo nos browsers, abertura de janelas, cliques, ferramentas, etc, além da latência de iniciar sites. O que melhorou no aumento de memória foi não travar mais quando abro muitas janelas, além de ficar extremamento lento quando nisso por exemplo o firefox no gerenciador de tarefas chegar a mais de 1gb, aí ate travando o firefox eas vezes o windows. Fiz o teste agora e nada parou ou travou ou ficou lento demais. Mas na velocidade, latência, demora a responder nos botões, etc, nada melhorou. Acho que não foi problema de falta de memória pois o que não fiz foi trocar de processador, dai a ser o mesmo e na latência aumentada a cada tempo. Deve ter juntado muito processamento nessas atualizações.

     

    Acredito que o que diz o site acima tenha razão, nas atualizações do windows, onde a cada "enchida" do windows o deixa cada vez mais pesado, mais lento, e com muito mais processos como se vê no gerenciador, mais ainda o meu de 64 bits. Ví noutro tópico que essas atualizações não passam de bibliotecas de linguagens para atualizar o wndows para novas versões dos browser, plugins como o flash, demais programas, etc. Mas aí nada mais será como antes, na rapidez. Acho que vou acabar migrando pro win10 como recebi a adesão gratis da MS pra atualizar no fim deste mes. Estava com medo pois o win8 foi um desastre na minha opinião tal qual o vista. Acho que depois do XP só o win7 deu confiabilidade. Mas taí a sobre carga (pelo menos no fim de vida é só sobre carga e um pouco de lentidão, mas nada de travamentos como os outros). Daí a perguntar aqui se tem visto essas latências no win7 com essas atualizações (há dois meses tive uma enorme lista de atualizações feitas, muitas do tipo NETframeworks, as tais bibliotecas, onde nunca antes as carreguei bloqueando nas atualizações e meu note era rápido e agora carreguei todas e deu nisso). Minha intenção aqui era troca de ideias ou saber se alguém passa por isso: cada vez mais lento com o tempo.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  •    13
    Visitante

    oi, nada tem de estranho no gerencidor: quase todos os processos são do windows (aumetaram depois do lote de  atuaizações) ou da intel (muitos), norton, etc. Nada de estranho, que eu saiba. Pra ter ajuda aqui na identificação, taí a imagem dos processos:

     

    http://imageshack.com/a/img905/8567/TvKEim.jpg

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Muito estranhos todos aqueles processos SVCHOST. Por desencargo de consciência eu abriria um tópico para se fazer uma análise de problemas no seu PC, no item de Malwares.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    • Autor do tópico
    •    13
      Visitante

      obrigado. grande dica (apesar que malware pode ser difícil pois meu Norton está atualizado, apesar do seu presidente ter recentemente dito que mal conseguem detectar 50% dos virus hoje existentes e ser um dos 3 campeões mundiais de eficiência). Mas valeu


      Agradeço as dicas acima e procurando, achei essa grande informação para todos que tem esse problema:

       

      Para que servem os diversos processos svchost.exe?

       

      Usuários indignados com a lentidão que suas máquinas apresentam depois de certo tempo de uso acabam recorrendo a diversas alternativas para tentar ganhar algum desempenho. Uma delas é usar a combinação de teclas “CTRL + SHIFT + ESC” para abrir o Gerenciador de Tarefas e fechar os processos que o usuário considera desnecessários. O problema em se fazer isso é que nem sempre sabemos a que exatamente os processos abertos se referem, ou qual a sua importância para o bom andamento das tarefas do Windows. Esse fato é ainda mais grave quando falamos de um processo específico, que intriga muitos usuários: o “svchost.exe”.

      As famosas DLLs

      95387.jpg?w=1040Todos os sistemas operacionais da Microsoft utilizam as “Dynamic-link Libraries” ou “DLLs” para os serviços importantes, que são responsáveis pelas tarefas internas do sistema. Praticamente todos os programas utilizados no Windows acessam pelo menos um dos arquivos DLL presentes nas pastas de sistema.

       

      O problema é que arquivos DLL não são executáveis, e é aí que entra o papel do processo “svchost.exe”. Se você entende inglês, pode perceber que o nome do arquivo lembra a expressão “service host” ou “hospedeiro de serviços”. A função desse executável é justamente essa: ser a interface entre DLLs dos serviços do Windows e os demais componentes do sistema e executá-los quando necessário.

       

      Um detalhe a ser exposto é que é simplesmente inviável abrir um processo para cada DLL carregada pelo sistema. Por isso, cada um dos processos “svchost” abertos cuida de um grupo determinado de DLLs. Por exemplo: um dos processos gerencia os serviços de rede, outro mantém funcionando a segurança, e assim por diante.

       

      Posso finalizar um dos “svchost.exe”?

      Depende. Muitos serviços do Windows são essenciais para o seu funcionamento, ou mesmo para manter a segurança do sistema intacta. Dentro de um dos processos “svchost”, por exemplo, são controladas as funções do Firewall nativo e, se fechado, poderá deixar seu computador vulnerável a ataques provenientes da web.

      35747.jpg?w=1040

      Entretanto, como todo usuário de Windows sabe, muitos serviços executados são simplesmente inúteis para alguns perfis de usuário. Sendo assim, convém desligá-los completamente para ganhar performance, desde que o usuário tenha a certeza de que o serviço realmente está só ocupando espaço na memória e tempo de execução do processador.

       

      ATUALIZAÇÃO: conforme apontado por diversos usuários no sistema de comentários, a caixa de seleção "Mostrar processos de todos os usuários" deve estar marcada para que os processos "svchost.exe" apareçam na lista. O Portal Baixaki agradece a comunidade por terem atentado para esse detalhe.

       

      Vírus e malwares

      Alguns programas maliciosos são capazes de se disfarçarem como parte integrante do sistema, nomeando seus processos como “svchost.exe” e confundindo o usuário. Um bom antivírus, com as últimas definições, costuma detectar esse tipo de ameaça sem problemas, mas o usuário também pode tentar descobrir se um processo aberto é legítimo ou suspeito.

       

      Descobrindo o que cada processo faz

      Se você abrir o Gerenciador de Tarefas do Windows (CTRL + SHIFT + ESC) e explorar a aba “Processos”, verá que existem diversos “svchost” abertos, com uma descrição genérica. O procedimento para descobrir o que cada um faz é simples:

      1. Clique com o botão direito do mouse sobre um dos “svchost” abertos e, no menu de contexto, clique em “Ir para serviço(s)”.

      33308.jpg?w=1040

      2. Depois de alguns segundos, o Gerenciador de Tarefas mudará para a aba “Serviços”, mostrando todos os que estão em execução e selecionando aqueles gerenciados pelo “svchost” consultado.

      12403.jpg?w=1040

      3. Se você julgar que algum dos serviços mostrados não precisa ser mantido em execução, selecione-o, clique com o botão direito do mouse, e escolha a opção “Interromper Serviço”.

       

      ATENÇÃO: novamente ressaltamos que não é recomendável interromper serviços que você não conhece, pois eles podem ser vitais para o funcionamento de outros programas, ou mesmo do sistema em si, que pode ficar imprestável ou parar completamente. O procedimento acima não funciona no Windows XP, mas você pode fazer o download de programas como o Process Explorer (disponível para baixar no Portal Baixaki), que fornecem a habilidade de verificar em detalhes os processos em execução no PC e interrompê-los se necessário. O Process Explorer e demais programas da categoria também podem ser usados em versões mais atuais do Windows, como o Vista e o 7, mas tais versões possuem facilidades embutidas que dispensam o uso de programas adicionais, a menos que você prefira ferramentas mais específicas do que as nativas do sistema.

       

      Em resumo, o “svchost” é terreno pantanoso do Windows, que não deve ser mexido, a menos que você saiba exatamente o que está fazendo.

       

      http://www.tecmundo.com.br/windows-7/3900-para-que-servem-os-diversos-processos-svchost-exe-.htm

       

       

       

       

       

       

       

       

       

       

      Muito estranhos todos aqueles processos SVCHOST. Por desencargo de consciência eu abriria um tópico para se fazer uma análise de problemas no seu PC, no item de Malwares.

      Acabei de verificar no gerenciaento com a dica acima de ver o que é cada processo faz: realmente aumentaram e muito os processos svchost pois na verdade todos se tratam de drivers onde os baixei há um tempo na atualização (rede, usb, wifi-radio, audio, hd, etc) do site Dell para o tipo de notebook que tenho. Se foram eles que deram latência, não sei, ou se foi a lista enorme de atualizações do win7 (uns 30) há 2 meses, também não sei. Só sei que com o tempo acaba ficando lento. Fazer o que? Se deve atualizar sim, no win e no fabricante ou se fica obsoleto (mais barato que comprar um novo e começar tudo de novo).

      Compartilhar este post


      Link para o post
      Compartilhar em outros sites

      Crie uma conta ou entre para comentar

      Você precisar ser um membro para fazer um comentário

      Criar uma conta

      Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

      Crie uma nova conta

      Entrar

      Já tem uma conta? Faça o login.

      Entrar agora





      Sobre o Clube do Hardware

      No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

      Direitos autorais

      Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

      ×