Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como usar o dvd shrink 3.2


Posts recomendados

Pelo amor de deus, ja quebrei a cabeça para gravar uns devds aqui hoje e já usei uns 5 programas diferentes...

Gostaria de copiar um dvd aqui, preciso passar para o computador, não sei que programa e nem como usar nenhum deles...

Alguem pode me falar passo a passo como usa o dvd shrink 3.2 o um outro!

obs: tenho o nero mas me parece que ele não ripa para o pc...

obrigado!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Receita Básica

Primeiro ripar o dvd para o HD com o DVD Decrypter

Depois abrir o dvd rippado com o DVD Shrink e ele próprio ao final grava o dvd com interface com o Nero

Tô cansado de por esse tutorial básico do Shrink, mas vamos lá...Tem que pesquisar galera, as respostas já estão por ai....Mas ai vai mais uma vez

DVD SHRINK

O DVD SHRINK é de muito fácil utilização; não obstante, é muito poderoso, é rápido, é free, e, sob a minha ótica, é HONOR CONCUR para copiar DVD.

Considerações iniciais:

Uma vez que o DVD foi ripado para o HD, o(s) arquivo(s) ou estão em ISO ou estão em FILES.

Se o DVD foi ripado em ISO para uma partição NTFS do HD, o tamanho do arquivo deverá ser enorme, normalmente acima de 4,7 GB, contendo todos os arquivos do DVD. Estimo que a média dos DVD seja de 6 GB a 6,5 GB.

Se o DVD foi ripado em FILES para uma partição FAT 32 ou NTFS do HD, existirá uma pasta com o nome do LABEL do DVD e dentro dela existirá uma outra pasta de nome VIDEO_TS, com todos os arquivos do DVD, e outra (às vezes) de nome AUDIO_TS, vazia. Leitores domésticos mais antigos, não lêem os DVD se não existir essas duas pastas. Quando ripar em FILES, faça a opção de ripar tudo; somente os VOB e IFO do filme nem sempre possibilitam concluir o processo. Se o DVD contiver pequenos jogos para computador, provavelmente existirá outra pasta de nome JACKETS_TS com alguns arquivos do jogo, sendo que o executável do jogo e alguns arquivos pertinentes estarão na RAIZ do DVD. A MGM costuma incluir uma pasta com um link para o site dela, fins fazer propaganda de seus produtos. O DVD SHRINK utiliza somente o contido na pasta VIDEO_TS do DVD, ignorando todo o restante!!! É possível incluir o jogo e/ou a propaganda da MGM no DVD cópia, se houver no DVD original, bastando compactar o filme um pouco mais, para se ter o espaço necessário e poder inserir os arquivos/pasta pertinentes. Essa inserção deverá ser feita após o DVD SHRINK concluir o BACKUP em FILES (não em .ISO), antes de gravar com o NERO ou CLONE ou etc. (O DVD DECRYPTER grava apenas em .ISO, através da opção: WRITE ISO).

Lembretes:

- Ripar significa extrair do DVD para o HD todo o seu conteúdo, removendo as proteções de MACROVISION, CSS, RCE e PUOps, se houverem;

- Em um DVD cópia, não existe proteção, exceto de REGION (RCE), se ele não foi gravado em FREE;

- Em um DVD +/-R cabem aproximadamente 4,377 GB (4.700.000.000) bytes e não 4,7 GB (5.046.586.572 bytes);

- O DVD SHRINK, por DEFAULT, trabalha com 4.464 MB (4.680.843.264 bytes) para os DVD-5 e com 8.124 MB (8.723.078.578 bytes) para os DVD-9 (esses valores podem ser ajustados);

- Existem DVD que, mesmo comprimidos ao máximo, ultrapassam o valor suportado pela mídia de 4,7 GB; nesse caso, será necessário eliminar alguma coisa, tipo: MENU, EXTRAS ou algum canal de áudio, para poder comprimir e gravar adequadamente;

- Não faz muito sentido eliminar o EXTRA e manter o MENU para trocar o áudio e/ou legenda e/ou capítulos. No controle remoto existem teclas para efetuar essas trocas, sem a necessidade do MENU;

- Os arquivos VOB contêm as imagens, áudios e legendas. As marcas de início e término de cada capítulo estão em um mesmo arquivo VOB. A seqüência dos capítulos nos VOB poderá não coincidir com a seqüência da apresentação do filme. A localização de cada capítulo e a seqüência de apresentação do filme está contida no arquivo VIDEO_TS.IFO;

- O DVD SHRINK, por DEFAULT, desmarca o áudio em DTS 5.1-ch, se houver. A quantidade de bytes do áudio em DTS 5.1-ch é aproximadamente o dobro do áudio em AC3 5.1-ch e o triplo do áudio AC3 2.0-ch, chegando a ultrapassar 500 megabytes, ou seja, 1/9 do total disponível na mídia de 4,7 GB. Mantenha-o desmarcado, exceto se você tiver o decodificador apropriado para utilizá-lo;

- Para gravar um DVD-9 (dupla camada) não haverá necessidade de compactação (ANALYSIS e BACKUP), exceto se você pretender remover algum item. O DVD SHRINK suporta edição para DVD-9; e

- A diferença entre o DVD -R e o DVD +R é de tecnologia e fabricantes. Tenho a impressão que o DVD +R é superior.

Editando:

Considerando que o conteúdo do DVD foi ripado para o HD pelo DVD DECYPTER (em ISO ou FILES) ou SMARTRIPPER (em FILES) ou qualquer outro ripador menos famoso, está na hora de acioná-lo. O DVD SHRINK pode ripar o DVD diretamente, mas é altamente recomendado não fazer por ele, pelo demasiado tempo que o leitor vai ficar acionado e porque ele não quebra direito as proteções, acontecendo com freqüência dar erro no meio do processo.

Na primeira opção, .ISO, abra o DVD SHRINK e na barra de tarefas em FILE escolha OPEN DISC IMAGE (atalho: Ctrl+I) e direcione-o para o arquivo de extensão .ISO a ser trabalhado. Na segunda opção, abra o DVD SHRINK e na barra de tarefas em FILE escolha OPEN... ou clique no ícone OPEN FILE (atalho: Ctrl+O) e direcione-o para a pasta VIDEO_TS.

O DVD SHRINK vai fazer uma rápida análise do conteúdo do DVD (menos de 2 minutos, com ou sem vídeo -> Enable Video Preview) e apresentará as informações da seguinte forma:

Na parte superior, logo abaixo da barra de tarefas, uma linha verde, às vezes com uma parte em vermelho, indica o tamanho do DVD, conforme os itens que estão selecionados (marcados/desmarcados) na coluna COMPRESSION SETTINGS. O ponto da mudança de cor verde/vermelho define a marca de 4.464 MB, que é o tamanho máximo do DVD-5. No final dessa linha será informado o total de megabytes dos dados selecionados, de acordo com a compressão utilizada em cada item. Se uma parte da linha estiver em vermelho e você tentar efetuar o BACKUP, será informado que o tamanho do DVD é muito grande e que você não conseguirá gravar com esse valor, embora você possa optar por fazê-lo assim mesmo.

Na parte superior esquerda:

do lado esquerdo as pastas: MENU, MAIN MOVIE e EXTRA e do lado direito o que cada pasta contém em termos de áudio e legenda.

Na parte inferior esquerda: Um PLAYER para as imagem e áudio (excluído as legendas) do item selecionado, com uma tecla de STOP (um pequeno quadrado), uma tecla de PLAY/PAUSE (um triângulo/duas barras verticais) e um controle deslizante. O botão do controle deslizante pode ser arrastado com o mouse, avançando/retrocedendo para qualquer frame do item selecionado. Ao clicar em PLAY, será mostrado na pequena tela as imagens correspondentes ao trecho selecionado, com áudio, a partir da posição do controle deslizante. Com o botão direito do mouse posicionado sobre a imagem, você pode trocar o áudio para qualquer um dos que estiverem disponíveis no item selecionado. Clicando duas vezes sobre a imagem ou apertando à tecla F11, a tela pequena muda para FULL SCREEN e vice-versa.

------------------------------------

Em EDIT, tem a opção TOOLBARS BUTTONS que possibilita modificar a aparência dos botões da barra de tarefas; existem alguns modelos interessantes.

Na opção BACKUP você pode:

TARGET DEVICE - Selecionar a forma do BACKUP para o HD (se em .ISO ou em FILES) e também acionar automaticamente um programa de gravação instalado no computador, tipo NERO, DVD DECRYPTER, etc. Quando o BACKUP terminar, será iniciado o processo de gravação automaticamente.

DVD REGION - Modificar para uma ou mais regiões específicas; por DEFAULT, está marcado REGION FREE.

QUALITY SETTINGS - PERFORM DEEP ANALYSES BEFORE BACKUP TO IMPROVE QUALITY - Fazer a ANALYSIS a partir da barra de tarefas (gasta uns 20 minutos) e, após, fazer o BACKUP (gasta também uns 20 minutos). São dois botões distintos para serem acionados, sendo que o do BACKUP deverá ser acionado somente após a ANALYSIS ser concluída; marcando esta opção, automaticamente será feita a ANALYSIS e o BACKUP para o HD, bastando apenas clicar em BACKUP.

QUALITY SETTINGS - COMPRESS VIDEO WITH HIGH QUALITY ADAPTIVE ERROR COMPENSATION - AEC - Para ser utilizado quando um vídeo comprimido pelo DVD SHRINK apresentar erros de pixelação (uns quadradinhos na imagem). A compensação desse erro poderá ser ajustada dentro de quatro possibilidades, visando eliminá-los ou, pelo menos, reduzi-los: MAXIMUM SMOOTHNESS/muito suave, SMOOTHNESS/suave, SHARP/agudo, MAXIMUM SHARPNESS/muito agudo. Esta opção poderá ser utilizada, por precaução, desde o início do processo, ou seja, não esperar acontecer a pixelação para depois utilizá-la, mas cada uma delas altera o tempo gasto em ANALYSIS, chegando a ultrapassar uma hora, ao invés de uns 20 minutos sem AEC. Se você optar pelo uso do AEC, será efetuada uma nova ANALYSIS seguida do BACKUP correspondente.

Minhas considerações adicionais - Esta opção somente estará habilitada se houver alguma necessidade de comprimir o menu/filme/extras. Se o DVD original for inferior a 4,7 GB, ela estará automaticamente desabilitada. Da mesma forma, ao clicar no botão de ANALYSIS da barra de tarefas e não houver necessidade de qualquer compressão do menu/filme/extras, será informado que não haverá necessidade de analisar; mesmo assim, se você quiser, poderá efetuar a ANALYSIS. Para poder efetuar uma compressão com a melhor qualidade possível, a ANALYSIS será efetuada sobre o que você marcou/desmarcou em ÁUDIO e/ou LEGENDAS. Se você alterar a marcação, a ANALYSIS necessitará ser completada nos itens que não foram analisados anteriormente. Se o que restar marcado totalizar menos de 4,7 GB, inclusive no modo RE-AUTHOR, a ANALYSIS não será necessária; apenas o BACKUP será suficiente. Tenha em mente que a ANALYSIS é para aprimorar a qualidade do produto final mediante compressão de dados; se não tem compressão, não precisa analisar! Os dados da ANALYSIS são pequenos arquivos salvos em C:\Documents and Settings\All Users\Dados de aplicativos\DVD SHRINK no WINDOWS XP. Se você não apagá-los e tiver que analisar novamente o mesmo DVD, a ANALYSIS já estará feita e não se perderá tempo com isso; se você quiser efetuar uma nova ANALYSIS, deverá localizar e deletar o arquivo correspondente. Os nomes desses arquivos são complicados para se saber quem é quem. Por exemplo: Analysis.Results.18deceb3 ou Analysis Results.65ab5e1d e fica difícil saber a quem corresponde; pode ser que a data/hora em que o arquivo foi salvo ajude a localizar. Eu estou com 55 ANALYSIS efetuadas e salvas no HD (muitas foram apagadas), totalizando 5,5 MB; é muito pouco para me incomodar. O arquivo gerado pela ANALYSIS de um DVD completo serve para todos nós. O FORUM DVDaDVDr, em espanhol, mantém um banco de ANALYSIS feitas nos DVD que circulam na Espanha; os participantes daquele FORUM podem fazer o UPLOAD/DOWNLOAD das ANALYSIS e não perdem mais tempo com esse processo. Esses pequenos arquivos, de nomes tão estranhos e confusos, estão zipados com o nome do filme. Basta descompactá-los na pasta utilizada pelo DVD SHRINK para poder utilizá-los. Não servem para nós, devido às diferenças de região, áudio e legenda, e nós não temos ainda esse banco de ANALYSIS. Nesse FORUM citado, consta a sugestão de utilizar a opção SHARP para compressão entre 70 a 90% e MAXIMUM SHARPNESS se menor de 70%. Esses percentuais mostrados no DVD SHRINK funcionam ao contrário de um entendimento normal; se for de 100%, significa que não haverá compressão no arquivo; se for de 90% significa que haverá uma compressão de 10%; e assim sucessivamente.

OPTIONS - Por DEFAULT, o BACKUP é realizado no modo de baixa prioridade, o que permite compartilhar o micro com outras tarefas. Se desmarcar essa OPTION, o BACKUP vai gastar menos tempo, mas o micro ficará com dedicação exclusiva para o DVD SHRINK, sem compartilhamento de tarefas... você pode ainda habilitar para desligar o computador quando completar o BACKUP.

BURN SETTINGS - Você pode trocar o nome do VOLUME do DVD nessa opção e ele será utilizado para gravar o LABEL do DVD. Para o BACKUP pode-se utilizar qualquer nome de arquivo que não afetará a LABEL do DVD.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 10 meses depois...

Desenterraram um post :D

Tem um tutorial com esse texto já destacado e não enxergaram

http://forum.clubedohardware.com.br/index....howtopic=277197

Mago

Tem coisas que a gente só vê quando aparece um Mister M para desvendar.

Até lá, muita gente acredita que á magica é real.

O Shrink não remove a mesma quantidade de proteções que o DVD Decrypter remove. Essa é a razão que você por sorte não viu......

Ambos foram descontinuados.....

Hoje, mesmo o Decrypter não remove certas proteções

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!