Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Felipe R

Configurar boot no lilo!

Recommended Posts

Estou com dúvidas quanto a maneira de se instalar 3 OS em um HD de 20gb.

1° Existe instalado o mandrake 10.1 com Lilo.

2° Quero instalar o Fedora 4 e configurar o boot no lilo.

3° Quero tambem instalar o windows, por último, e configurar o boot também no lilo.

Problema> Não sei como fazer essa configuração.

Gostaria muito de um help pois estou começando com o linux agora.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O problema de instalar o windows por último, é que ele costuma regravar a MBR, apagando o lilo. Enquanto que instalando um linux por último, ele dá a opção durante a instalação de acrescentar outros sistemas operacionais.

Bom, pra fazer isso, é preciso ter uma partição vazia pro Fedora e uma fazia pro Windows. Utilize algum software de particionamento. Crie a partição do windows no formato FAT32. A escolha do tamanho de cada partição depende dos programas que pretendes usar em cada sistema. Se for só pra teste, 3GB é suficiente (algumas distribuições pedem muito menos que isso).

Instale o Windows primeiro, ele deve reconhecer somente a partição dele. No final da instalação ele terá apagado o lilo (de fato, no início, porque a instalação requer vários reinícios, e somente na primeira vez o boot é feito pelo CD), tirando o acesso direto ao Mandrake.

Instale o Fedora, ele vai perguntar se queres instalar na partição que sobrou. No final, ele vai regravar o lilo (ou o grub, não sei, mas tb serve) e apresentar as opções pra adicionar boot pro Mandrake e Windows também.

É isso! :-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faça um disco de boot da distro que esta instalada e qualquer problema você pode iniciar ela pelo disquete e gravar a MBR com o Lilo de novo...

Sobre a configuração você pode se informar melhor lendo o Guia Foca Linux... mas ele vai ficar mais ou menos assim:

image = /boot/vmlinuz-2.6.10
 root = /dev/hda5
 label = Slackware
 read-only

other = /dev/hda1
 label = Windows
 table = /dev/hda

Claro que substituindo o que for necessario...

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando li o que o andrems postou fiz um teste:

Tinha o MDK e instalei o FC mas ele não reconheceu o outro linux para a seleção no grub pro boot e manualmente adicionado dava um erro de inicialização.

Depois resolvi apagar tudo e tentar novamente seguindo as explicações do andrems:

Instalei o windows e o FC, reconhecimento perfeito.

Depois o MDK e aí surgiu o mesmo problema do teste que fiz: NÃO RECONHECE O OUTRO LINUX AUTOMATICAMENTE NO LILO PRO BOOT E MANUALMENTE ADICIONADO NÃO FUNCIONA.

Ficou no lilo o MDK e o Windows somente.

Já estou lendo aquele guia foca mas ainda estou no começo.

Particionei assim!

| Win-3.5GB | FC4-4GB | SWAP-1GB | MDK 4GB |

| fat32 | ext3 | swap | ext2 |

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu costumo deixar um lilo na mbr e outro na raiz da partição

Supondo que deixe o lilo do Slackware gerenciar tudo

image = /boot/vmlinuz
root = /dev/hda8
label = Slack
read-only

other = /dev/hda1
label = Windows

other = /dev/hda6
label = /kurumin

Ai gravaria o lilo do kurumin na raiz da sua partição executando do próprio kurumin o comando

 #lilo -b /dev/hda6

Assim você teria um lilo que entraria direto no slackware e caso quisesse o Kurumin, ele mandaria para um segundo lilo, que só houvesse a entrada para o kurumin.

Infelizmente não saberia como fazer isso com o grub, mas acredito que ele também dê a opção para instalar direto na raiz do FC. Ai você poderia colocar a entrada no lilo.conf do MDK

other = /dev/hda6
label= Fedora

Supondo que o Fedora ficasse em hda6.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok. Então agora os 3 estão instalados e o lilo só mostra o Mandrake e o Windows, certo?

A maneira que eu resolveria é essa.

Vamos corrigir o lilo pelo mandrake então.

Entra no Mandrake.

Monta a partição que contém o FC4, parece ser a HDA5

# mkdir /mnt/hda5
# mount /dev/hda5 /mnt/hda5
# cd /mnt/hda5/etc
# mcedit lilo.conf

Copia todas as linhas pro boot do FC4, algo tipo...

image=/boot/vmlinuz
         root=/dev/hda5
         initrd=/boot/initrd.img

Isso é um exemplo, vê lá qual tá certinho.

F10 pra sais do mcedit

Abre o lilo.conf do mandrake.

# mcedit /etc/lilo.conf

Adiciona os dados copiados do lilo.conf do FC4 no lilo.conf do mandrake. Pode ser ao final do arquivo.

Salva com F2 e sai com F10

Grave o novo lilo no boot:

# lilo

Reinicie e testa a nova opção acrescentada. B)

edit: Eu estava respondendo e não vi que o RoadKill já tinha respondido. :-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu mesmo pessoal, esses passos realmente me ajudaram muito a enteder o mecanismo do boot.

Fui lá no arquivo lilo.conf, editei, salvei mas não funcionava.

Segui os passos do andrems e montei a hdb3, que no caso era a unidade que está configurada.

Vi que não existia na pasta boot a imagem vmlinuz apenas e sim uma lá: vmlinuz-X.XX.X-XX_FC(algo que não era apenas vmlinuz)

Então fui lá colocar no lilo mas na hora de gravar na mbr não funcionava, dava a mensagem que o arquivo não existia.

Então tive a ideia decolocar os arquivos do FC na pasta boot do MDK e só assim consegui gravar.

Retirei os arquivos e assim funcionou normalmente, redondo. Tudo no configurado lilo.

Só que agora não sei como montar as imagens dos discos no fedora, aparece uma mensagem que estão bloqueados e não dá pra montar.

Tem lá:

SATA

Sda

sda1 Winxp ntfs

sda2 Espaço Fat32

PATA

hda1 Winxp fat32

hda3 Fedora

hda4 Swap - FC

hda5 / - MDK

hda6 Swap - MDK

hda7 /mnt/home - MDK

Não sei como proceder pra sanar isso pois quero usar alguns arquivos que estão nas outras unidades no FC.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A propósito, podes utilizar a mesma SWAP pras duas distros.

Não ficou muito claro a última questão. Que comando estás usando pra montar quais partições? Tá logado romo root?

# mount /dev/hda7 /mnt/pasta_destino

.. não funciona? Por acaso o fedora já não montou elas?

Posta o conteúdo do /etc/fstab aqui.

Executa um 'df' pra ver o que já tá montado

# df

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fedora Core 4 - fstab

# This file is edited by fstab-sync - see 'man fstab-sync' for details

LABEL=/ / ext3 defaults 1 1

/dev/devpts /dev/pts devpts gid=5,mode=620 0 0

/dev/shm /dev/shm tmpfs defaults 0 0

/dev/proc /proc proc defaults 0 0

/dev/sys /sys sysfs defaults 0 0

*LABEL=/dev/hdb6 swap swap defaults 0 0

*/dev/hdb5 /mnt/mandrake ext3 defaults 0 0

*/dev/sda1 /mnt/seagate nfs umask=0,nls=iso8859-1,ro 0 0

*/dev/sda5 /mnt/backup vfat umask=0,iocharset=iso8859-1,codepage=850 0 0

*/dev/hdb1 /mnt/windows vfat umask=0,iocharset=iso8859-1,codepage=850 0 0

/dev/fd0 /media/floppy auto pamconsole,exec,noauto,managed 0 0

/dev/hdd /media/cdrecorder auto pamconsole,exec,noauto,managed 0 0

/dev/hdc /media/cdrecorder1 auto pamconsole,exec,noauto,managed 0 0

----------------------------------------------------------------------------------------

Mandrake 10.1

/dev/hdb5 / ext3 defaults 1 1

none

/dev/pts devpts mode=0620 0 0

none

/mnt/cdrom supermount dev=/dev/hdc,fs=udf:iso9660,ro,--,iocharset=iso8859-1 0 0

none

/mnt/cdrom2 supermount dev=/dev/hdd,fs=udf:iso9660,ro,--,iocharset=iso8859-1 0 0

none

/mnt/floppy supermount dev=/dev/fd0,fs=ext2:vfat,--,umask=0,iocharset=iso8859-1,sync,codepage=850 0 0

/dev/hdb7 /mnt/home ext3 defaults 1 2

/dev/hdb1 /mnt/win_c vfat umask=0,iocharset=iso8859-1,codepage=850 0 0

/

dev/sda1 /mnt/seagate ntfs umask=0,nls=iso8859-1,ro 0 0

/dev/sda5 /mnt/backup vfat umask=0,iocharset=iso8859-1,codepage=850 0 0

none

/proc proc defaults 0 0

/dev/hdb6 swap swap defaults 0 0

*/dev/hdb3 /mnt/fc4 ext2 defaults 0 0

-----------------------------------------------------------------------------------------

Os que estão com o "*" eu adicionei.

FC

*/dev/sda1 /mnt/seagate nfs umask=0,nls=iso8859-1,ro 0 0

Esse não funciona - Já tentei "ntfs" no lugar de "nfs" mas não deu certo.

Bom, de certa foram acho que existe um erro em algum lugar dos parametros de NTFS, por que logo no começo aparece uma falha de inicialização e diz que o sda1 não esta em ntfs que possa montar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

feliperalph coloca assim

/dev/sda1 /mnt/seagate nfs auto,umask=0,nls=iso8859-1,ro 0 0

estou sofrendo para escrever em partições NTFS mas montar no boot eu aprendi, acrescenta o comando "auto" em cada partição.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Cassiano, beleza!

É não funcionou.

Na inicialização aparece:

Montando sistemas de arquivos NFS: Diretório a montar não está no formato host:dir [FALHOU]

E no desligamento:

Parando NFS locking [FALHOU]

Tá complicado acertar, se por acaso alguem que vê souber como resolucionar, posta aí falou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aqui, só um toque: Por NFS não funciona com NTFS. NFS é um tipo de compartilhamento pela rede. Então, por isso que está dando erro. Esse host:dir é que ele precisa pra procurando na "rede" uma máquina com um diretório a ser exportado.

Pra NTFS é ntfs mesmo.

Quanto a gravação em NTFS, com o kernel 2.6 só funciona pra alterar conteúdo de arquivos já criados pelo NTFS, sem alterar o tamanho do arquivo. Agora criar e fazer o que quiser, nativamente não, mas tem um programa chamado Captive que faz isso. Mas não recomendo pra ninguém. Achei alguns relatos de pessoas que perderam tudo na NTFS por causa desse troço...

Já o "trial" boot, não sei se comi mosca aqui, mas uma pergunta: Você instalou o Windows primeiro na hda1, né? Depois criou uma outra Linux para o Fedora. Depois veio a Swap do Fedora, uma nativa pro Mandrake, uma FAT32, uma EXT3, outra Swap e, por final, uma EXT2.

Bom, o legal pra fazer é instalar mesmo o Windows primeiro. Depois instala o primeiro Linux, mas não grava o Lilo na MBR, mas sim na partição do Linux. Aí depois instala o segundo Linux colocando o Lilo na MBR. Acho que assim ele deve detectar. Se não pegar, um jeito é editar o /etc/lilo.conf do Linux que tá funcionando adicionando a imagem do kernel do primeiro Linux, MAS lembrando de configurar o root=/ para a partição do primeiro Linux.

PS: Caramba! :blink: Que tanto de partição...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não sei se o feliperalph já resolveu o problema, mas é bom que tu faça uma listinha com estas partições, se tu se perder nesse ninho de gato c ta fu...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Por acaso você tem um backup do fstab? Se tiver somente muda o noauto para auto.

Já está configurado como auto desde quando você postou essa dica.

Aqui, só um toque: Por NFS não funciona com NTFS. NFS é um tipo de compartilhamento pela rede. Então, por isso que está dando erro. Esse host:dir é que ele precisa pra procurando na "rede" uma máquina com um diretório a ser exportado.

Pra NTFS é ntfs mesmo.

Quanto a gravação em NTFS, com o kernel 2.6 só funciona pra alterar conteúdo de arquivos já criados pelo NTFS, sem alterar o tamanho do arquivo. Agora criar e fazer o que quiser, nativamente não, mas tem um programa chamado Captive que faz isso. Mas não recomendo pra ninguém. Achei alguns relatos de pessoas que perderam tudo na NTFS por causa desse troço...

Já o "trial" boot, não sei se comi mosca aqui, mas uma pergunta: Você instalou o Windows primeiro na hda1, né? Depois criou uma outra Linux para o Fedora. Depois veio a Swap do Fedora, uma nativa pro Mandrake, uma FAT32, uma EXT3, outra Swap e, por final, uma EXT2.

Bom, o legal pra fazer é instalar mesmo o Windows primeiro. Depois instala o primeiro Linux, mas não grava o Lilo na MBR, mas sim na partição do Linux. Aí depois instala o segundo Linux colocando o Lilo na MBR. Acho que assim ele deve detectar. Se não pegar, um jeito é editar o /etc/lilo.conf do Linux que tá funcionando adicionando a imagem do kernel do primeiro Linux, MAS lembrando de configurar o root=/ para a partição do primeiro Linux.

PS: Caramba! blink.gif Que tanto de partição...

Mudei lá pra ntfs mas aparece agora as seguintes mensagens na inicialização:

---------------------------------------------------

MONTANDO SISTEMAS DE ARQUIVOS LOCAIS: MOUNT: UNKNOWN FILESYSTEM TYPE 'NTFS' [FALHOU]

MONTANDO OUTROS SISTEMAS DE ARQUIVOS: MOUNT: UNKNOWN FILESYSTEM TYPE 'NTFS' [FALHOU]

--------------------------------------------------

O boot está beleza já estão todos os sistemas operacionais configurados no lilo.

não sei se o feliperalph já resolveu o problema, mas é bom que tu faça uma listinha com estas partições, se tu se perder nesse ninho de gato c ta fu...

As minhas partições estão assim

HDA

.|_SDA1 - Windows ntfs

.|_SDA2

........|_SDA5 - Backup fat32

HDB

.|_HDB1 - Windows fat32

.|_HDB2

........|_HDB3 - FC ext3

........|_HDB4 - swap Fc(desativada)

........|_HDB5 - MDK - ext3

........|_HDB6 - swap MDK e FC

........|_HDB7 - MDK /home(eu acho) - ext3

Meu problema é que o FC4 não monta a unidade em ntfs, mas no mandrake consigo visualizar todas.

Tô começando a achar que não tem mais jeito.

Valeu pessoal!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma pergunta que pensei aqui: Seu kernel tá com suporte a NTFS habilitado?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Usando o sistema de pesquisa achei esse post que é justamente a minha dúvida: como configurar o Lilo ou Grub para ter as opções de iniciar duas distros ou mais, ou seja, boot para diferentes distros em vez de Win & Linux. E pelo jeito a duvida do felipe ainda não foi respondida.

Lendo esse próprio post entendi que para iniciar dois distros teria que instalar a primeira e gravar o lilo na partição raiz desta distro. Depois instalar uma outra distro e gravar o lilo

dela no mbr. Mas não seria melhor usar um só Lilo ou Grub para iniciar todas, inclusive outros SOs? Isso que quero saber se é possível.

Acho que teria que ser usado o parametro image para as duas distros e other para outros SOs, correto? Exemplo: Slackware + Debian + Windows Xp.

Então teria que ser indicando no Lilo, por exemplo, a imagem do kernel do Slackware, a imagem do kernel do Debian e a partição de boot do Windows. Como ficaria isso? Vou colocar um exemplo mas não sei se é assim mesmo.


# Linux bootable kernel-generic 2.6.16
image = /boot/vmlinuz-generic-2.6.13
initrd = /boot/initrd.gz
root = /dev/hda2
label = Slack-2.6.13
read-only
# Linux bootable partition config ends
########################################
# Linux bootable partition config begins
image = /boot/vmlinuz
root = /dev/hda4
label = Debian-2.4.31
read-only
# Linux bootable partition config ends
##########################################
# Windows bootable partition config begins
other = /dev/hda1
label = Windows
table = /dev/hda
# Windows bootable partition config ends
########################################

Neste caso a partição hda1 para o Windows; hda2 e hda3 para raiz e swap do Slacware; e finalmente hda4 para a raiz do Debian.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

image = /mnt/hda2/vmlinuz-generic-2.6.13

initrd = /mnt/hda2/initrd.gz

root = /dev/hda2

label = conectiva

read-only

No meu só funciona se digitar /mn/hda. É só acrescentar os itens acima de quantas distros você tiver.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E ai Cassiano? Beleza?

Entendi! voce usa o diretorio /mnt para montar partições para outros distros e indicar a imagem do kernel que está nessa partição para Lilo carregá-la, inteligente! Eu não testei ainda. Também pensei se não seria possível colocar um link simbolico da imagem do kernel de outra distro no diretorio boot da distro principal para o Lilo ou Grub carregar um dos dois kernels, dá pra fazer isso?

Aqui no meu PC ta assim:

# cat /proc/partitions

major minor #blocks name

3 0 39082680 hda

3 1 27343480 hda1 # Partição do Windows XP

3 2 10742256 hda2 # Partição raiz do Slack

3 3 976248 hda3

3 64 20010816 hdb

3 65 7815591 hdb1 # Partição raiz do Debian

3 66 11325825 hdb2

3 67 867510 hdb3

Então não consegui bootar o Debian. :naonao:

Do jeito que voce disse meu arquivo lilo.conf deveria ser assim, se estiver errado por favor corrije:

boot = /dev/hda

message = /boot/boot_message.txt

prompt

timeout = 300

######################################

# Linux bootable kernel-generic 2.6.16

image = /boot/vmlinuz-generic-2.6.13 #esta é a imagem do kernel Slack

initrd = /boot/initrd.gz

root = /dev/hda2 # esta é a partição raiz do Slack

label = Slack

read-only

# Linux bootable partition config ends

########################################

# Linux bootable partition config begins

image = mnt/boot/vmlinuz-2.4.18-bf2.4 # esta é a imagem do kernel Debian

root = /dev/hdb1 # esta é a partição raiz do Debian

label = Debian

read-only

# Linux bootable partition config ends

##########################################

# Windows bootable partition config begins

other = /dev/hda1

label = Windows

table = /dev/hda

# Windows bootable partition config ends

########################################

Uma duvida: no parâmetro root do Debian eu teria que especificar o /mnt também o deixa assim desse jeito?

root = /dev/hdb1 ou

root = mnt/dev/hdb1

E como eu pensei seria assim:

######################################

# Linux bootable kernel-generic 2.6.16

image = /boot/vmlinuz-generic-2.6.13 #esta é a imagem do kernel Slack

initrd = /boot/initrd.gz

root = /dev/hda2 # esta é a partição raiz do Slack

label = Slack

read-only

# Linux bootable partition config ends

########################################

# Linux bootable partition config begins

image = /boot/vmlinuz-2.4.18-bf2.4 # link da imagem do kernel Debian na partição Slack

root = /dev/hdb1 # esta é a partição raiz do Debian

label = Debian

read-only

# Linux bootable partition config ends

Desculpa ai se escrevi muita coisa! :bored:

Falou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem que ser assim:

image = /mnt/hda2/vmlinuz # não precisa do nome inteiro o debian faz um atalho em hda2

initrd = /mnt/hda2/initrd.gz # não precisa do nome inteiro o debian faz um atalho em hda2

root = /dev/hda2

label = Debian

read-only

:-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×