Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Paultx

Membros Plenos
  • Total de itens

    179
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

19

Sobre Paultx

  • Data de Nascimento 24-07-1959 (59 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Manaus, AM
  • Sexo
    Masculino
  1. Usei a dica do Ask Leo! e agora tenho o conteúdo da partição Recovery: Exibindo arquivos ocultos e de sistema, aparece o seguinte: Na pasta Dell estão: Vejam que a data de modificação de alguns arquivos é de 2011, ano em que comprei o notebook. Parece que têm mesmo a ver com aquele esquema de restauração para o padrão de fábrica. Mas como alguns são de novembro de 2018 (precisamente de hoje), bate a paranoia...
  2. Fiz uma busca rápida no Google e achei este artigo interessante no site Ask Leo! How Do I View the Contents of My Hidden D:\ Drive? Ele diz que se pode ver o conteúdo de alguns tipos de partição usando o próprio gerenciamento de discos do Windows. Basta atribuir uma letra a uma partição que não tenha uma atribuída, que o Windows poderá exibir o conteúdo dela. Pelo menos parece que vou poder ver o que elas contêm. Mas só na próxima sexta... Sem tempo agora. Assim que resolver tudo isso, dou um retorno aqui. Muito obrigado!
  3. Esse post é meu lá nesse fórum... Sabe aquela história de o médico dar um diagnóstico e você procurar uma segunda opinião? Pois é. Mas é o seguinte: foi falado que possivelmente essas partições tenham a ver com o boot do sistema e tal. E que uma instalação limpa do Windows possa excluir e/ou criar as partições necessárias. O caso é que há uns meses esse notebook estava muito lento e aí eu fiz uma restauração do Windows 10. Ele desinstalou dezenas de programas (listados numa página Web que ele mesmo criou) e o particionamento ficou assim. Meu PC desktop também teve problemas sérios e fiz o mesmo, só que aqui realmente fui obrigado a fazer a instalação do zero. E aí as partições dele ficaram assim: Só que assim: depois da instalação zerada do Windows 10 e ajustes iniciais no PC desktop, eu fui ao gerenciamento e o HD do C:\ estava com uma outra partição além da principal. Aí um irmão me disse que eu poderia apagar essa partição extra. Apaguei e ficou assim. Será que se eu fizer isso no meu notebook o resultado poderá ser o mesmo? Ou seja, o Windows vai "se adaptar" à nova situação e tratar de juntar tudo numa só partição? Insisto nessas perguntas porque, como disse, sou meio pé-duro em partições. Além disso, é muito chato instalar do zero e depois de ter de reinstalar um caminhão de programas! Assim, finalmente, pergunto: existe algum jeito de eu saber os conteúdos dessas partições? Tipo um software específico, talvez algo que se possa usar de um pendrive e tal? Por exemplo, no caso do PC desktop, o Windows teimou em não reconhecer a presença do HD secundário, então fui caçar e achei o TestDisk, que não só fez isso como permitiu recuperar os arquivos que estariam praticamente perdidos. Depois formatei esse segundo HD pelo Windows e copiei de novo nele os arquivos recuperados.
  4. Meu notebook é um velho Dell Inspiron N5010, comprado em 2011. Ele veio com o Windows 7 Home Premium, que atualizei para Windows 8 e depois para Windows 10 Pro. Também veio com aqueles programas nativos da Dell, incluindo o que servia para restaurar para o original de fábrica, em caso de problemas. Ocorre que esse modelo não tem suporte (leia-se programas e drivers) compatível com o Windows 10 no site da Dell, embora funcione normalmente. O caso é que as partições do HD hoje mostram um espaço reservado para essa volta ao padrão de fábrica, chamado Recovery, e outra partição chamada Disco 0 partição 1, identificada como Partição OEM. Sou meio pé-duro em partições, por isso vim pedir ajuda aqui. Acho que elas vieram originalmente assim com esse propósito de guardar os dados necessários para a restauração ao padrão de fábrica, mas não tenho certeza. Com essa incompatibilidade do Windows 10, e sendo que desinstalei praticamente todos os programas originais da Dell, pergunto se posso limar essas partições extras, deixando tudo em uma única partição. Caso precise de restauração – do Windows, não do Dell de fábrica – posso e sei como usar um DVD ou drive USB. O que vocês podem me aconselhar neste caso? Grato agora.
  5. Atualização Tentei abrir um DVD com o Media Player Classic Home Cinema (atualizado) e também deu problema: E fiz um teste com o CyberLink Ultra HD Blu-ray Advisor, apenas para BD normal. Resultado: "Oops! Seu computador não suporta execução de Blu-ray"... Esse é o resultado na interface do programa, que gerou um outro tipo de relatório, em HTML: Fiquei pensando... Será que a causa do problema pode ser algo simples em termos de hardware, tipo cabo solto, sujeira, oxidação ou coisa parecida?
  6. De algumas semanas para cá, meu drive (leitor/gravador) de Blu-ray no PC desktop (marca e modelo LG WH10LS30) parou de ler discos BD. Um certo BD não rodava nesse PC nem no meu notebook (com leitor de Blu-ray). Minha primeira providência foi tentar atualizar os drivers nos dois dispositivos, mas o Windows notificou que o melhor driver já estava instalado em ambos. Então instalei o programa DriverMax nos dois computadores. Resultado: no notebook foi atualizado o driver do leitor de BD, que passou a rodar o disco em questão, mas no PC desktop não havia atualização de driver e o problema persiste. Apenas no PC desktop, e é só dele que vou tratar daqui para a frente. Fiz testes com vários discos BD, tentando abri-los com os programas DVDFab Media Player 3 Pro e CyberLink PowerDVD 17. Sempre que pedia para abrir ou executar os discos, esses programas apresentaram as mensagens de erro nas imagens. DVDFab Media Player 3 Pro CyberLink PowerDVD 17 Outro detalhe importante é que, ao colocar discos BD no drive, o Windows detecta a sua presença e exibe o caminho do drive no Explorer, mas sem identiificar o conteúdo e, ao clicar nesse caminho, o sistema apresenta a caixa de diálogo na imagem. Parece que o Windows interpreta a mídia como um disco vazio, a ser gravado. Fiz testes com discos de áudio e DVD, que rodaram normalmente, no Windows Media Player (áudio) e no PowerDVD (DVD). Mas no DVDFab Media Player dá aquela mesma mensagem de erro fatal na imagem quando tento abrir o DVD usando a opção Abrir disco, e o programa se fecha. Se usar a opção Abrir pasta do disco e selecionar a pasta VIDEO_TS, o DVDFab Media Player roda o disco DVD. Outro teste foi abrir um DB e um DVD no DVDFab 10, programa que ripa, copia, converte etc. Só funcionou com o DVD, e antes funcionava também com BD. Buscando possíveis soluções, baixei e atualizei com sucesso o firmware do leitor/gravador de Blu-ray. Mas isto também não resolveu o problema. O lado mais chato deste caso é que não sei onde está o disco que veio com o hardware, não consigo encontrar nada de software para baixar no site do fabricante além da atualização do firmware e manual. E as soluções apresentadas lá também não resolveram. E eu penso que, mesmo se achar o disco original que veio com o drive, talvez o driver disponível não seja compatível com o Windows 10, pois o drive de Blu-ray foi instalado ainda com o Windows 7 ou anterior. Resumo: o drive só abre discos com arquivos diversos, de áudio e DVD, mas não DB, embora o sistema detecte sua presença física, de certo modo estranho. Alguém pode me dar uma luz sobre este drama? Grato agora.
  7. Pelo Windows não foi possível atualizar os drivers, mas consegui usando o DriverMax. Problema resolvido!
  8. ciro-mota, grato novamente pela resposta. Contudo, o ponto sobre driver, no caso, continua em aberto, pois, no Gerencidor de Dispositivos não consta qualquer sinal de alerta, e o conteúdo dessa área no Painel de Controle mostra uma lista um tanto extensa (v. imagem). Você teria uma sugestão mais específica para eu poder verificar? Alguém mais?
  9. De uns dois meses para cá, meu velho notebook Dell Inspiron N5010 tem apresentado o seguinte problema: 1 - Após ligar, aparece na bandeja do sistema que não está conectado à internet e não há redes disponíveis, embora eu tenha a rede Wi-Fi de casa habilitada, à qual antes o dito notebook sempre se conectou automaticamente (via roteador > repetidor). 2 - Eu clico no ícone da bandeja que identifica a conexão a redes e abro Solucionar problemas no menu de contexto. 3 - O Windows faz o trabalho e corrige o problema, apresentando um relatório. 4 - A conexão Wi-Fi volta a funcionar normalmente. O Diagnóstico de Rede do Windows mostra alguns detalhes no relatório que me parecem interessantes: Problemas detectados > Problema no adaptador ou ponto de acesso sem fio Reiniciar o adaptador de rede sem fio > Concluído Investigar problemas do roteador ou do ponto de acesso sem fio > Não executado Problema no adaptador ou ponto de acesso sem fio > Corrigido Me parece haver uma incongruência aí, já que é relatado que há um problema no adaptador ou ponto de acesso sem fio que não é investigado, mas é corrigido. A chave do troço me parece esse Reiniciar o adaptador de rede sem fio > Concluído. Anexei um .txt com o que pude copiar do tal relatório, para o caso de haver alguém aqui no fórum capaz de decifrar o mistério com essas informações. Pergunto: o que posso fazer para resolver definitivamente esse drama chato? Grato agora. relatwfp.txt
  10. Quanto à pergunta no título do tópico e com base na minha experiência pessoal em casa, a resposta é: sim, repetidor wi-fi vale a pena. Por conta do cabeamento da NET e da localização do modem conectado a um PC de mesa na sala do apartamento, eu tinha sinal fraco nos dois quartos fechados para usar, inicialmente, com notebooks. Então pesquisei e comprei o repetidor Comtac WN9214, que resolveu completamente e foi usado de 2012 a 2015, sem qualquer problema. Só que em 2015 o deixei cair e ele parou de funcionar. Como não consegui suporte adequado, apesar do contato de pessoal do fabricante aqui mesmo no fórum, decidi comprar um novo. Minha escolha foi um dos modelos que você citou, o TP-Link TL-WA850RE. Está comigo desde 2015 funcionando perfeitamente para as minhas necessidades, hoje com notebooks, smartphones e um tablet. Mas essa é a minha experiência. No seu caso, é preciso considerar principalmente o fator dos obstáculos. No meu caso eram no máximo duas paredes, e a localização do repetidor em uma tomada próxima aos dois quartos e praticamente recebendo o sinal direto do roteador deixou o sinal bastante forte. Espero ter ajudado.
  11. rodrigo.dcvieira, esta é a grande vantagem de participar deste fórum: pessoas que conhecem mais sobre um dado assunto ajudando outras que sabem menos. Suas respostas foram muito mais esclarecedoras que o vídeo em questão, que se limitou a tratar do assunto mais sob o aspecto de tentar desmascarar um possível e até provável esquema de enganação, usando de sarcasmo, e menos como uma explicação técnica do produto — que foi o que você fez. No máximo, ele disse que explicou em outra ocasião como criar um dispositivo USB "bootável", e a meu ver bastaria partir daí para "desmistificar" o tal PC Flash. Mas, enfim... Muito obrigado pela atenção. Ajudou bastante.
  12. Embora esse vídeo não esclareça quase nada em termos do que o produto faz (o cara parece mais preocupado em desaconselhar a sua compra), esse tal PC Flash dá a impressão de estar mais para similar aos "stick PCs", como o da Intel. Inicialmente, pensei que ele fosse mais um daquela linha de "dar boot para consertar" um sistema com problema.
  13. Alguém conhece esse dispositivo, PC Flash? No site há três ofertas: PC Flash Basic R$ 89,90 PC Flash Basic transforma seu computador e notebook antigo em um novo PC, muito mais rápido e potente! Navegue na internet, edite documentos, acesse redes sociais! Com 30 dias de garantia. Acesso a internet; Fácil de Usar; Mais Barato que uma Formatação! ■ PC Flash PRO R$ 129,90 PC Flash PRO dobra a velocidade do PC Flash Basic, deixando você acessar a internet, ver vídeos e jogos em altíssima velocidade. Além disso, você consegue acessar seus arquivos antigos, mesmo que estejam corrompidos. Com 30 dias de garantia! Acesso a internet; Fácil de usar; Mais barato que uma formatação; Dobro de velocidade; Acesso a arquivos antigos! ■ PC Flash Black Edition R$ 189,90 PC Flash Black Edition te dá um computador muito mais rápido, todos os benefícios dos anteriores, dobro de velocidade e uma coleção de programas para facilitar o uso e o dia a dia. Ele ainda te dá acesso ao APP do PC Flash, que dá suporte gratuito para seu computador. Acesso a internet; Fácil de usar; Mais barato que uma formatação; Dobro de velocidade; Acesso a arquivos antigos; Coleção de programas; APP de Suporte!
  14. Não lembro de qual versão do Chrome trouxe essa mudança, que faz o modo Incognito (navegação anônima) se diferenciar do modo normal exibindo as abas na cor preta. Não gostei disso, me incomoda visualmente. Então pesquisei sobre como voltar ao que era antes e achei. Quem quiser fazer essa reversão, siga os passos: 1. Digite na barra de endereços chrome://flags/#top-chrome-md 2. Mude a opção de Material Design para Non-Material 3. Reinicie o Chrome 4. Feito!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×