Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

edurc

Membros Plenos
  • Total de itens

    330
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

83

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Santa Maria - RS
  • Sexo
    Masculino
  1. Muito legal! É raro de ver um site brasileiro fazer análise deste tipo de produto, gostei muito! Acredito que o "pulo do gato" de sistemas NAS são a facilidade com que lidam com RAID, sem que o usuário precise configurar tudo "na mão", sem contar os serviços que já vêm inclusos (servidores FTP/SFTP, permissões de acesso, etc.). Se não fossem estas facilidades, ao meu ver, não teria como bater de frente com a possibilidade de pegar um computador velho, conectar 10 discos, comprar várias placas de rede gigabit com mesmo chip e unir suas interfaces e usar de servidor de arquivos :) Aproveitando, nos gráficos está escrito "10 GB". Não seria "10 TB"? Também, na página 6, está escrito "Menager" ao invés de "Manager".
  2. Muito tri o teste! Bem pensado. Parabéns mestre, sem mais!
  3. Realmente ela é uma placa bem simples se tratando de adicionais. Se deixarmos nos levar pela impressão e visual, passa uma sensação de ser uma placa-mãe topo de linha! Únicas coisas que realmente senti falta nela foi de um CODEC de áudio melhor e portas SATA rotacionadas em 90º para não dificultar a vida de quem for colocar uma placa de vídeo comprida.
  4. Interessante essa placa, problema é o custo que chega no BR Como se conecta dispositivos de áudio 7.1 nessa placa-mãe, visto que ela só tem 3 conectores de áudio? Somente via saída digital?
  5. Ótimo teste! Obs: Tenho um Samsung que uso ainda e já tem 9 anos! Tenho um Seagate na mesma máquina, com quase isso! É verdade que HD é meio que loteria, assim como qualquer eletrônico... Mas uma fonte de alimentação de qualidade ajuda a prolongar a vida desse tipo de dispositivo.
  6. Hahahaha, os cara pedem... Mestre, seria bacana atualizar esse artigo agora com os Coffee Lake...
  7. Muito bacana acompanhar essas tabelas, GT. É uma pena que os preços não refletem aqui no BR, ou demoram muito para tal.
  8. Legal a série WS da ASUS. Lembro do tempo do LGA 775 que já havia essa série. A propósito, sabes me dizer se os slots PCIe funcionam sem aquele conector auxiliar na placa-mãe? Usando só um deles, por exemplo.
  9. Ótimo teste! Interessantíssimo ver o desempenho do A400 frente aos concorrentes. Interessante notar que ele foi bem mais rápido do que os concorrentes em quase todos os testes. Esse fato não mereceria uma menção nas conclusões? Parabéns pelo teste, @Rafael Coelho!
  10. Verdade, ainda mais com os Threadripper e os Epic chegando aí. Sem contar as Vega Frontier, etc. Negócio é esperar um pouco.
  11. Ótimo teste, Rafael! Muito bom para mostrar a diferença que um cache maior pode fazer. OBS: Na página do DiskSpeed32, os gráficos estão com o título de HD Tune Pro.
  12. @Evandro, falou tudo. Eu ia comentar que os "Tock" da Intel, que teoricamente eram para ser novas microarquiteturas, na verdade são só refinamentos um pouco maiores do que do que os "Tick". Se for parar para pensar, de novo mesmo, a gente não tem praticamente nada desde os Nehalem (caiu fora FSB, entrou DMI, chipsets mudaram, etc). Só temos refinamentos da arquitetura Core. Pessoal pode até comentar "ah, mas o desempenho dos Kaby Lake é bem maior que os Nehalem". Sim, mas são uns 7 anos de diferença... Entretanto, são todos bem semelhantes em termos de arquitetura.
  13. Caro @Jefferson Callegaretti Toledo, 50% é a metade de algo. 100% é o dobro. O WD Green foi quase o dobro (duas vezes mais, ou seja, 100%) mais rápido que o SanDisk SSD Plus. Não entendi onde está a sua dúvida. Só observar nos próprios gráficos...
  14. Interessante que teve uma diferença bem considerável, em alguns testes, entre os dois Core i5 testados. O clock deles tem uma diferença grandinha também...
  15. Já eu, preciso trocar o meu PC meio que urgentemente. Tô num C2Q ainda. Estou esperando como vai ser a Zen e também esperando os Kaby Lake lançaram mesmo, para assim pegar os Skylake.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!