Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Lilisandro

Membros Plenos
  • Total de itens

    111
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

50

Sobre Lilisandro

  • Data de Nascimento 24-02-1982 (36 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Belo Horizonte, MG
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    Intel Core 8th Gen i7 8700K
  • Cooler
    Water Cooler DeepCool Maelstrom 240t
  • Placa de vídeo
    ASUS Geforce GTX 1080 TI 11GB ROG STRIX OC
  • Placa-mãe
    Asus ROG STRIX Z370-E GAMING
  • Memória
    DDR4 Corsair Vengeance Led 2666 Mhz
  • HDs
    Seagate Barracuda 2TB
  • SSDs
    Kingston 240 GB
  • Gabinete
    Corsair Carbide Air 540 High Airflow
  • Fonte
    Corsair HX750 Watt 80 PLUS® Gold
  • Mouse
    Genius X-G510
  • Teclado
    Warrior Gamer Mecânico - TC217
  • Headset
    HyperX Cloud Revolver
  • Monitor
    Alienware 240 Hz AW2518H
  • Sistema Operacional
    Windows 10 64 bits

Meu Notebook

  • Marca
    Toshiba
  • Modelo
    Qosmio X505-Q870
  • Tamanho da tela
    18.4"
  • Processador
    Intel Core i7 1st Gen 720QM (1.60 GHz)
  • Chip gráfico
    NVIDIA GeForce GTS 360M
  • Memória
    6 GB
  • HD
    500 GB
  • Sistema Operacional
    Windows 7 64 bit

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    iPhone X
  1. Eu estou usando o OC simplificado da própria placa-mãe mesmo, onde o VCore fica no automático.
  2. Eu tenho o i7 8700k com a mesma Placa-Mãe e também com uma 1080ti. Atualmente uso overclock pra 5 Ghz, que me deu um bom ganho nos testes de benchmark e agregou ganho de FPS em alguns jogos pesadíssimos tipo o Assassin´s Creed Origins. Em testes eu consegui chegar a 5.3 Ghz nele, e consegui jogar mas eventualmente ele ficava instável e dava pau. Voltei pra 5 Ghz, em configurações básicas da Placa-Mãe, e ele tá bem estável e em boas temperaturas com um WC Maeslstrom 240T.
  3. Com hardware potente você não precisará usar nem o GSync e nem o FreeSync do monitor. São tecnologias que agregam muito pouco e só fazem diferença em FPS mais baixos..
  4. A versão OC é melhor. Mas esse melhor é muito pouca coisa e nem de longe vale a diferença de preço. Vá na mais barata e seja feliz.
  5. Não. A 1050ti é um pouco pior do que a 960. A numeração alta dela, no início (série 1000) se refere apenas à sua geração, e não ao seu desempenho. É como se você estivesse perguntando se um Gol 2018 é melhor do que um Golf 2014: O Gol é mais novo, e só.
  6. É só você configurar o seu jogo na resolução do antigo que voltará a ter o mesmo desempenho. É natural: quanto maior a resolução, mais pesado fica o jogo. Sobre ter visto gente jogando em full HD com FPS bom na internet, poderiam estar usando a mesma VGA mas o conjunto do hardware era diferente. Não é só a VGA que manda nessas horas, embora tenha a maior contribuição.
  7. Não resolve, mas diminui bastante a sua percepção sobre a quebra de imagem. Pense que no monitor de 144 Hz, essa quebra vai durar pouco menos da metade do tempo que durava na TV. Se for em um monitor de 240 Hz então, durar 1/4 do tempo e que já está bem próximo do limiar da percepção do olho humano saudável que é de 300 Hz.
  8. Não. Se você utilizar o AW2518HF (FreeSync) com VGA Nvidia você apenas não poderá usufruir da função FreeSync do monitor, que só é compatível com VGA AMD. Todo o resto vai funcionar perfeitamente. O Tearing e Stuttering ocorrem por conta da falta de sincronismo entre o monitor e a placa de vídeo. Pra explicar melhor, pense o seguinte: O monitor trabalha a uma taxa de atualização de 60 Hz, ou seja, 60 quadros por segundo. Independente do sinal de entrada que ele recebe, ele atualiza a tela 60 vezes por segundo. Isso é fixo. Já o seu hardware é capaz de produzir tantos quadros por segundo, que são medidos em FPS (mas que é a mesma coisa que Hz). Só que esse FPS varia, pois tem parte do jogo que é mais pesada, tem parte que é mais leve e varia de jogo pra jogo. Vamos supor que seu hardware, em um jogo específico, varie de 50 a 90 FPS. Agora pense tanto na frequencia do monitor, como na frequencia de saída do seu hardware como ondas (e de fato são ondas). Se estiverem em frequências diferentes (e em certos momentos vão estar, já que o FPS gerado pelo seu hardware é variavel), essas ondas irão se desencontrar, e em certos picos e vales de frequência, quando somados, irão levar a uma ressonância gerando rupturas na imagem: o tearing e o stuttering. Aí então veio a tecnologia GSync e FreeSync que prometem a mesma coisa: fazer com que a taxa de atualização do seu monitor passe a ser variável e sincronizada com a da sua placa de vídeo, limitando-a obviamente ao máximo do monitor (60 Hz nesse exemplo). Com as frequências casadas, não ocorrerá distorções de imagem. Porém, nesse exemplo, como o monitor está limitado a 60 Hz, quando seu hardware gerar mais do que 60 FPS ainda ocorrerá a falta de sincronismo. Então você vai lá e pega um monitor de 144 Hz. que aí ele conseguirá englobar toda a faixa de frequência que seu hardware gera: 50 a 90 FPS. Pronto: não ocorrerão mais distorções na imagem! Agora vamos à prática: se você, por exemplo, pega um monitor de 240 Hz, como o AW2518HF, pra rodar no seu hardware que gera de 50 a 90 FPS, os descasamentos de frequência e quebra de imagem ainda ocorrerão. Mas ocorrerão de uma maneira tão rápida (graças à taxa de atualização de 240 Hz) que seus olhos mal serão capazes de perceber. Em resumo, para um monitor de frequência muito alta (e especialmente se o seu hardware for muito bom), você não precisará de GSync e FreeSync. Não fará diferença prática.
  9. Não existe monitor G-Sync abaixo de R$2 mil. "no caso de comprar um monitor de 144hz com o free sync, será que ela dá a mesma quebra de imagem que acontece em monitores simples?" Sim. O free-sync não tem nenhuma utilidade quando a VGA é NVidia. Porém, as quebras serão menos perceptíveis por conta da frequência maior. Se o seu hardware conseguir empurrar 144 FPS+, você quase não vai perceber as quebras de imagem por conta da "falta de sincronismo" do monitor com a VGA. GSync e FreeSyncsão tecnologias que fazem diferença em hardwares mais fracos, servem como um compensador. Em hardware bruto, são praticamente inúteis e, principalmente o GSync, não valem o investimento.
  10. Completamente normal. Eu tive um 17 3770 por anos e o meu ficava beirando os 80 °C sempre. Com Overclock chegou a passar dos 100 °C (e obviamente, tive que voltá-lo pro normal).
  11. Nvidia, sem comparação: http://gpu.userbenchmark.com/Compare/Nvidia-GTX-1050-Ti-vs-AMD-RX-550/3649vs3925
  12. Processador muito forte, placa de vídeo muito fraca. Uma 1060 6GB é o mínimo pra essa configuração, e ainda é uma placa apenas razoável.
  13. O desempenho dos dois é praticamente a mesma coisa. Velocidade não quer dizer absolutamente nada. Assim como uma geração a mais também não quer dizer muita coisa. Eu iria no 6600K unicamente pela possibilidade de OC posteriormente: http://cpu.userbenchmark.com/Compare/Intel-Core-i7-7700-vs-Intel-Core-i5-6600K/3887vs3503
  14. Ao invés do WC Corsair Hydro Series H115i, você poderia usar o Maelstrom 240 (que é exatamente o mesmo que eu uso no 8700K OC). Possui o mesmo desempenho e custa quase R$500 a menos. E com esses R$500 de economia, você pegaria o 8700K ao invés Ryzen 7 2700X. E sobre o 8700K vs o Ryzen 7 2700X: http://cpu.userbenchmark.com/Compare/Intel-Core-i7-8700K-vs-AMD-Ryzen-7-2700X/3937vs3958

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×