Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

OCCT

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.339
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

807

2 Seguidores

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Fortaleza/CE
  • Sexo
    Masculino
  1. @RS Faria Verdade os efeitos de reflexos no piso estão presentes, mas na versão final com raytracing off, não. Fizeram foi downgrade nos efeitos para parecer que ativando o RT melhora mais. Eu acredito que 70% dos efeitos RT nesses jogos que foram lançados podem ser feitos sem ele. Imagina aí: A dev fez downgrade no gráfico com RT off, ao usar RT on os fps caem pela metade. Em resumo: eles tentaram diminuir a lambança dessa tecnologia o máximo possível. O mesmo vale para o Shadow of The Tomb Raider 2018, em alguns detalhes como o rosto da Lara, a vegetação, alguns efeitos de luzes são melhores no TR 2016 do que nesse 2018 com raytracing. O Metro Exodus é o mesmo, tem partes que com o efeito off é até mais bonito.
  2. @Phoenyx Acho que foi as duas coisas, pois jogos com Raytracing usam pacote gameworks e ele é otimizado via driver., rapaz a única coisa que falta é as Vega abaixarem o preço, tem vários games inclusive o BFV em que a V64 é melhor que rtx 2070 se a AMD lançasse um Vega 20 no mainstream equivalente ao do mercado profissional ia ficar páreo com rtx 2080.
  3. @Atretador @Flávio Santana Lima @Evandro @ClinkLinck @RS Faria @brender @GabrielLP14 @Steeveantonichen @Phoenyx @PH Benchmarker @Dick Trace Teve sabotagem da dev no jogo e da Nvidia nos drivers, reduziram efeitos com RT off para parecer fazer mais diferença ao ativar e o pior é que perde metade dos fps, agora olhem este vídeo e coloquem em 12:33 vejam o efeito muito parecido com o raytracing on da foto abaixo do vídeo e ativado usando rx vega 64 com presets no ultra: Efeito off e on usando rtx 2080 ti:
  4. @Atretador Os últimos AC estão vindo mal otimizados o uso alto do cpu é por conta de menos consumo da vram e mais uso da ram principal(alocada), fazendo o processador ser mais requisitado; não importa se a gpu tiver 8gb, 11gb sempre o uso da ram principal vai ser maior e pouco consumo de vram, o porte é feito do console para pc, os devs não otimizaram essa parte.
  5. @diogoprata Você pode pegar a ga 78lmt usb3 vai ser possível fazer over de uns 4.0 ghz, essa mobo vem com dissipadores nos mosfets e com opção para desativar o apm na bios evitando throttling.
  6. @Atretador @Pedro Anderson R5 1600 em stock segura de boa a rx 580 8gb e em overclock segura de boa gtx 1070, o problema do R5 1600 é o clock baixo.
  7. @Luís Benincá Tem i7 2600 4/8 que segura de boa a gtx 1060 6gb e até gtx 1070 8gb, por apenas 500 reais e se eu fosse você tentava reduzir o valor para 450 conversando com o vendedor: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1138121190-processador-i7-2600-frete-gratis-_JM
  8. @Evandro Naqueles testes pare medir single e ipc como o cpuz e cinebench, eu acho que vai ter diferença de no mínimo 13% no ipc o que é suficiente para superar o ipc de um Coffeelake , SkylakeX, KabylakeX. A versão de engenharia do Zen 2 8/16 que vazou apresentava um cpu com clock all core 4.3 ghz e 4.5 ghz turbo, levando-se em consideração que era modelo ES, com certeza vai rodar no mínimo 4.4 ghz all core e 4.6 ghz turbo e aliado ao acréscimo de 13% no IPC. Esta tabela já dá para a gente se embasar:
  9. @Assis Gonçalves Gasta menos e resolve o teu problema, tem mesmo desempenho que i7 usando a gtx 1050 ou gtx 1060: Ryzen 5 1600 R$699 Mobo B350 R$450,00 8Gb DDR4 2400Mhz R$370 no ML SSD 240GB R$180 no ML CX650 R$300,00 HD 1Tb R$220
  10. @domingos87 Para mim considero uma evolução, mais do que um simples update, o dinheiro, a tecnologia que a AMD tinha disponível na época dos FX, assim como a litografia em 32nm, não permitiam que ela criasse o projeto dos Zen em 2011. Os FX tem módulos dual-core(CMT) totalizando 2 threads, onde tem 2 cores compartilhando FPU, cache L1 instruction, L2, L3, única cache não compartilhada e nos 6 cores é a cache L1 data. Os Ryzen tem módulos quad core + 4 núcleos lógicos(SMT) totalizando 8 threads, cada núcleo físico tem unidade de FPU individual, cache L1 e L2 individual, tem ipc perto de um Coffeelake, o SMT que é o HT da AMD é mais eficiente: Mas já foi anunciado no dia 6 de novembro, que os cpus Epyc para servidores vão usar módulos octa core + 8 núcleos lógicos(SMT) totalizando 16 threads e tudo indica que os Zen 2 também vão usar CCX octa core, também é possível que a AMD lance um 3700x 8/16 com gpu Radeon integrada, assim como a Intel faz hoje com o i9 9900k 8/16, 8700k 6/12, 9700k 8/8. Eu já tive um FX 6300 que atendeu minhas necessidades para a época, mas hoje para montar máquina nova do zero eu não recomendo FX, só se o usuário tiver a placa-mãe e parte do kit com facilidade para montar.
  11. @Felipe Fiorenzano @Atretador @GabrielLP14 @Flávio Santana Lima @Evandro Com certeza o R3 2200G é a melhor opção: é melhor para jogos por usar arquitetura mais nova, ter desempenho single thread e multi thread melhor que o FX 6300 ou qualquer FX, consome menos energia, é compatível com memória DDR4, é compatível com o socket AM4 que te dá suporte upgrade futuro até 2021. O FX 6300 apesar de ser 6 núcleos, a arquitetura dele é inferior a do R3 2200G, é como se os FX fosse um projeto limitado pela tecnologia na época(2011) e a AMD deu continuidade ao projeto lançado os Zen em 2017. Um chip FX usa módulos onde cada 1 deles tem 2 núcleos físicos totalizando 2 threads, compartilhando memória cache L1,L2,L3 e unidade de ponto fluante(fp), ou seja não são núcleos inteiros e isso faz com que os FX tenham Instruções por ciclo (ipc) inferior até mesmo aos Phenom II X6 precisando de clocks elevados nos modelos mais fortes para conseguirem entregar bons fps em jogos e ter single e multi razoável, um FX 6300 tem 3 módulos onde cada módulo tem 2 núcleos físicos compartilhado fp e cache e se comunicam pelo barramento Hyper Transport, existem programas que reconhecem, por opção mesmo, o FX 6300 com 6 cores e 6 threads como cpuz e aida64, já outros como o Cinebench reconhece 3 cores e 6 threads, já outros detectam como módulos, vai depender de como o desenvolvedor do programa define isto. Quanto aos Zen usam módulos(CCX), onde cada módulo tem 4 núcleos físicos e 4 lógicos(pela tecnologia SMT que é semelhante o Hyper Threading da Intel) totalizando 8 threads, onde cada 1 núcleo físico tem sua memória cache L1 e L2 individual e a cache L3 é compartilhada entre os 4 núcleos físicos e 8 threads dentro do módulo, sem falar que o ipc dele é apenas 3% inferior os Intel Coffee Lake( i7 8700k , i9 9900k) e o SMT é superior o Hyper Threading da Intel; no caso do R3 2200G ele tem 2 CCX; 1 CCX com 4 núcleos físicos ativados e SMT desativado + 1 CCX com a Radeon Vega 8, os 2 CCX (módulos) se comunicam pelo barramento Infinity Fabric e quanto maior a frequência que você usar na DDR4 no kit, mais desempenho vai ter, e principalmente no caso R3 2200G ser APU usar Radeon que usar parte memória ram compartilhada como vram para o gpu, sem falar que esse barramento trabalha na mesma frequência da memória ram e mesmo que o Ryzen não tem vídeo integrada usar DDR4 em maior frequência dá mais desempenho principalmente em jogos.
  12. @Felipe Fiorenzano Quanto você tem para gastar no momento? Podemos a partir daí recomendar e definir melhor a sua escolha.
  13. @domingos87 Tem sim amigo, P45 , P43 , G41 tem suporte para ddr3. G41 com suporte até 8gb ddr2 800 mhz ou 8gb ddr3 133 mhz: https://www.gigabyte.com/br/Motherboard/GA-G41M-Combo-rev-20 P45 com suporte até 16 gb ddr3 2.200 mhz e com usb 3.0: https://www.gigabyte.com/us/Motherboard/GA-EP45T-USB3P-rev-10#ov P43 com suporte até 16gb ddr3 1600 mhz: https://www.gigabyte.com/Motherboard/GA-EP43T-S3L-rev-14#ov
  14. @Lucas Santos_745928 Você tem que pegar um Core 2 Quad Q9550, Q9650 que vão segurar de boa a gt 1030, já para usar vgas melhores como r9 380x , rx 570 4gb , gtx 1050 ti um overclock de 3.8 ghz em diante elimina gargalo. @domingos87 Suporta ddr2 ou ddr3 e tem mobos tops 775 com suporte 16gb ddr3 2133 mhz em dual channel, usb 3.0 etc. Tem também mobos combo que suportam ddr2 ou ddr3, o negócio é pesquisar até achar.
  15. Quero ver um artigo do @Gabriel Torres falando sobre a arquitetura Zen, explicando muito bem como ele sempre faz.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×