Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Danie1 Net0

Membros Plenos
  • Total de itens

    163
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

95

Sobre Danie1 Net0

  • Data de Nascimento 17-07-2000 (18 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Votuporanga/SP
  • Sexo
    Masculino

Meu Notebook

  • Marca
    Gateway
  • Modelo
    NE56R16b
  • Tamanho da tela
    15,6"
  • Processador
    Celeron Dual Core 1.8GHz
  • Memória
    4GB DDR3
  • HD
    320GB
  • Sistema Operacional
    Linux Mint
  • Browser
    Opera

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    Moto 5Gs

Outros

  • Biografia
    Estudante e/ou entusiasta em programação, eletrônica e mecânica em geral.
  • Ocupação
    Cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  1. Estou implementando um algoritmo de fila estática sequencial circular, que não funciona como o esperado. Segue o código: Arquivo 'filaestatica2.h' #ifndef FILAESTATICA2_H #define FILAESTATICA2_H #define SIM 1 #define NAO 0 #define SUCESSO 0 #define MAX_ELEM 10 #define FILA_VAZIA -1 #define FILA_CHEIA 1 #define ELEM_NULO 0 struct Fila{ int inicio; int fim; char elem[MAX_ELEM]; }typedef Fila; int vazia(Fila); int cheia(Fila); void iniciarFila(Fila*); char obterInicio(Fila); void listarElementos(Fila); int inserir(Fila*, char); char remover(Fila*); int tamanho(Fila); #endif Arquivo 'filaestatica2.c' #include <stdio.h> #include "filaestatica2.h" int vazia(Fila fila){ if(fila.inicio == FILA_VAZIA){ return SIM; } return NAO; } int cheia(Fila fila){ if((fila.inicio == 0 && fila.fim == MAX_ELEM - 1) || (fila.inicio == fila.fim + 1)){ return SIM; } return NAO; } void iniciarFila(Fila *fila){ for(int i = 0; i < MAX_ELEM; i++){ fila->elem[i] = 0; } fila->inicio = FILA_VAZIA; fila->fim = FILA_VAZIA; } char obterInicio(Fila fila){ if(!vazia(fila)){ return fila.elem[fila.inicio]; } return ELEM_NULO; } void listarElementos(Fila fila){ if(vazia(fila)){ printf("\nFila Vazia!!\n"); }else{ printf("\n------------------Conteúdo da Fila------------------\n"); int ordem = 1; for(int i = fila.inicio; i != fila.fim; i = ((i + 1) % MAX_ELEM)){ printf("%i = %c\n", ordem, fila.elem[i]); ordem++; } printf("----------------------------------------------------\n"); } } int inserir(Fila *fila, char dado){ if(cheia(*fila)){ fila->fim = (fila->fim + 1) % MAX_ELEM; fila->elem[fila->fim] = dado; }else{ return FILA_CHEIA; } return SUCESSO; } char remover(Fila *fila){ char e = ELEM_NULO; if(!vazia(*fila)){ e = obterInicio(*fila); fila->elem[fila->inicio] = ELEM_NULO; if(fila->inicio == fila->fim){ fila->inicio = FILA_VAZIA; fila->fim = FILA_VAZIA; }else{ fila->inicio = (fila->inicio + 1) % MAX_ELEM; } } return e; } int tamanho(Fila fila){ if(fila.inicio <= fila.fim){ return fila.fim - fila.inicio + 1; } return ((MAX_ELEM - fila.inicio) + (fila.fim + 1)); } Arquivo 'main.c' #include <stdio.h> #include "filaestatica2.h" int main(){ Fila fila; iniciarFila(&fila); listarElementos(fila); vazia(fila) ? printf("\nA fila está vazia\n") : printf("\nA fila não está vazia\n"); cheia(fila) ? printf("\nA fila está cheia\n") : printf("\nA fila não está cheia\n"); inserir(&fila, 'A'); inserir(&fila, 'B'); inserir(&fila, 'C'); inserir(&fila, 'D'); inserir(&fila, 'E'); inserir(&fila, 'F'); inserir(&fila, 'G'); inserir(&fila, 'H'); inserir(&fila, 'I'); listarElementos(fila); vazia(fila) ? printf("\nA fila está vazia\n") : printf("\nA fila não está vazia\n"); cheia(fila) ? printf("\nA fila está cheia\n") : printf("\nA fila não está cheia\n"); inserir(&fila, 'J'); listarElementos(fila); vazia(fila) ? printf("\nA fila está vazia\n") : printf("\nA fila não está vazia\n"); cheia(fila) ? printf("\nA fila está cheia\n") : printf("\nA fila não está cheia\n"); printf("\nPrimeiro elemento: %c\n", obterInicio(fila)); remover(&fila); listarElementos(fila); printf("\nPrimeiro elemento: %c\n", obterInicio(fila)); while(!vazia(fila)){ remover(&fila); } listarElementos(fila); vazia(fila) ? printf("\nA fila está vazia\n") : printf("\nA fila não está vazia\n"); cheia(fila) ? printf("\nA fila está cheia\n") : printf("\nA fila não está cheia\n"); return 0; } O resultado é apenas esse: Onde estará o erro? Me ajudem, por favor, já estou a vários dias tentando identificar a falha, porém sem nenhum sucesso.
  2. Acho que para nós, iniciantes, o melhor para uso geral será o de 40W.
  3. Existe algum framework para desenvolver em Java para desktop, assim como o Spring MVC para Java Web ou o Laravel para o PHP?
  4. Estou fazendo um trabalho para a faculdade e com dificuldade para resolver o seguinte exercício: Considere a seguinte relação: R(A,B, C, D, E, F) onde a chave primária é A, B e a relação possui as seguintes dependências funcionais: DF1 – A -> C; DF2 – B -> D; DF3 – (A,B) -> E; DF4 – E -> F a. Em qual forma normal R se encontra? b. Normalize R até a terceira forma normal justificando cada etapa. No item 'a' respondi que está na Primeira forma normal, está correto? Já no item 'b' não sei como normalizar as DF3 e DF4, pois a meu ver a DF3 está ok em todas as formas normais e geraria uma nova tabela: (A, B, E), mas para normalizar a DF4 será necessário tornar E uma PK e criar outra tabela: (E, F), o que invalida a normalização da DF3. Como proceder nesse caso? A vida, o universo e tudo mais.
  5. Eu diria que é furada você entrar na faculdade para aprender eletrônica ou programação... Ela não vai te dar aquilo que você precisa, arregaçando as mangas sozinho será mais eficiente.
  6. Esquece o Windows para computadores fracos, a melhor solução será uma dristo Linux, creio que o Lubuntu será uma ótima escolha.
  7. Comecei no GNU/Linux com Ubuntu e atualmente uso o Mint 18.3 Cinnamon, porém seu gerenciador de pacotes está todo quebrado e não estou disposto a recuperá-lo, então acho mais simples reinstalar o sistema, também quero mudar de interface gráfica. Meu computador é bem fraquinho, conta com apenas 4GB de RAM e CPU Celeron 1,8GHz Dual Core, e seu uso é quase restrito à programação (IDEs, SGBDs, programas de modelagem, etc.). Sempre leio que um dos grandes trunfos do Debian é sua estabilidade, então acho que seria bom para mim, que sempre quebro o gerenciado de pacotes. Será se vale a pena?
  8. Já programo em PHP e desenvolvi algumas aplicações de forma "pura", porém agora quero desenvolver isso em Laravel. Qual a melhor maneira de desenvolver esse sistema com o auxílio do framework e sem "gambiarras"?
  9. Caso você não encontre nada que se adapte diretamente ao seu uso, poderá mandar usinar as engrenagens.
  10. Montei o potenciômetro novamente, não ficou 100% mas está bem melhor do que antes.
  11. Sim, funcionando é o que importa. Outra questão: o que acontece se for usado um potenciômetro de maior resistência?
  12. Levantando um dos contatos que estava mais baixo que outro o funcionamento melhorou um pouco, porém continua com mau contato. Então desmontei novamente e fiz um novo "ajuste". Não deu tempo de soldar novamente à placa, mas testando com o ohmímetro identifiquei que o primeiro "canal" está ok e o segundo continua com comportamento diferente, chegando até a ultrapassar a resistência nominal. Foi pro saco mesmo?

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×