Imprimir artigo
Como Fazer Overclock da Placa de Vídeo
04/12/2006 às 15h40min por Gabriel Torres em Tutoriais
958.417 visualizações
Página 1 de 12

Introdução

Você pode aumentar o desempenho do seu micro para rodar jogos efetuando um overclock em sua placa de vídeo. O overclock é uma técnica onde uma determinada peça de hardware é configurada para trabalhar com uma frequência de operação (clock) acima da especificada, fazendo com que o dispositivo obtenha um desempenho superior. Neste tutorial explicaremos em detalhes como fazer um overclock em sua placa de vídeo..

Se a placa de vídeo do seu computador é integrada à placa-mãe (ou seja, sem micro tem “vídeo on-board”) você não poderá fazer um overclock nela, já que o micro não tem uma placa de vídeo “de verdade” instalada – neste caso o vídeo é produzido pelo chipset da placa-mãe. Neste tutorial abordaremos exclusivamente de placas de vídeo “de verdade”, ou seja, aquelas que são conectadas ao micro através de um slot de expansão.

Para aprender como fazer um overclock em sua placa de vídeo você precisa saber primeiro como ela funciona. Na Figura 1 você pode ver um diagrama básico mostrando os componentes principais de uma placa de vídeo e como eles estão conectados.


Figura 1: Anatomia de uma placa de vídeo.

O coração de uma placa de vídeo é o seu chip gráfico, também conhecido como GPU, Graphics Processing Unit. O clock do chip gráfico é conhecido, em inglês, como “core clock” ou “engine clock”. Normalmente quando pensamos em overclock da placa de vídeo a primeira coisa que vem à mente é aumentar o clock do chip gráfico.

A nova série de chips gráficos GeForce 8 da NVIDIA tem dois sinais de clock, um usado por suas unidades de sombreamento e outro usado pelo resto do chip (o clock do chip gráfico que acabamos de descrever). Até agora nós não sabemos se este segundo sinal de clock (clock das unidades de sombreamento) pode ter o seu clock aumentado ou se ele é de alguma forma conectado ao clock do chip gráfico. Nós atualizaremos este tutorial assim que tivermos uma placa de vídeo baseada nesta nova arquitetura para clarificar esta questão.
 
O chip gráfico é conectado à memória de vídeo (que está fisicamente localizada na placa de vídeo) através de um barramento de memória dedicado (seta amarela na Figura 1). Este barramento também é sincronizado com um sinal de clock, também conhecido como “clock da memória”. Nós também podemos aumentar este clock de modo a aumentar o desempenho da placa de vídeo. Nós também mostraremos a você como fazer isto neste tutorial.

Uma coisa importante a ter em mente é que o barramento da memória nas placas de vídeo modernas normalmente trabalha transferindo dois dados por pulso de clock, técnica esta conhecida como DDR, Double Data Rate, ou taxa de transferência dobrada. Por causa desta técnica o clock da memória pode às vezes ser referenciado como sendo o dobro do seu clock real, pois a taxa de transferência obtida através da técnica DDR é o dobro da taxa de transferência de uma memória comum transferindo apenas um dado por pulso de clock. Para evitar confusão ao longo desse nosso tutorial, nós adicionaremos as letras DDR após os clocks que são “dobrados”. Por exemplo 300 MHz e 600 MHz DDR são a mesma coisa, já que este clock de 600 MHz DDR é na verdade 300 MHz transferindo dois dados por pulso de clock.

O barramento da memória – que pode também ser chamado de interface da memória – transfere certo número de bits por vez entre o chip gráfico e a memória de vídeo – 64 bits, 128 bits, 256 bits, etc. Este número é fixo e você não pode mudá-lo. Em outras palavras, não existe uma maneira de você transformar sua placa de vídeo de 128 bits em uma de 256 bits. Esta é uma limitação física: cada bit é transferido através de um fio individual na placa de circuito impresso da placa de vídeo. Dessa forma, uma placa de vídeo com interface de memória de 128 bits tem 128 fios conectando o chip gráfico à memória. Portanto é impossível mudar este número, já que você precisaria adicionar mais 128 fios entre o chip gráfico e os chips de memória (e provavelmente adicionar ou mudar os chips de memória). A mesma coisa é válida para o tamanho da memória de vídeo: você não pode transformar sua placa de vídeo de 128 MB em uma de 256 MB simplesmente porque você precisaria adicionar mais memória nela.

O chip gráfico é conectado à placa-mãe através de um slot de expansão, como o PCI Express e o AGP. Esta conexão também é feita a um determinado clock (100 MHz para o PCI Express e 66 MHz para o AGP) e algumas placas-mães permitem que você aumente este clock, nos dando assim uma terceira opção para fazer um overclock na placa de vídeo. Note que esta opção depende da placa-mãe e não da placa de vídeo, já que é a placa-mãe quem controla o slot de expansão onde a placa de vídeo é instalada. Algumas placas-mães voltadas para o overclock também oferecem uma opção para você aumentar a tensão de alimentação do slot de expansão (ou seja, a tensão da placa de vídeo), que pode fazer com que sua placa de vídeo obtenha um overclock ainda maior.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
440.204 usuários cadastrados
1.964 usuários on-line