Imprimir artigo
Erros Típicos de Montagem
22/08/2006 às 18h40min por Gabriel Torres em Tutoriais
218.815 visualizações
Página 1 de 3

Evitando o Superaquecimento

Para ter certeza de que você não terá problemas de superaquecimento, resets aleatórios, travamentos, congelamentos, problemas de “tela azul da morte” e problemas relacionados a desempenho você deve verificar se o seu micro foi montado corretamente. Neste tutorial mostraremos a você os erros típicos de montagem que, se não levados em consideração, poderão resultar em problemas futuros em seu computador.

Primeiro vamos começar com a montagem propriamente dita. Os erros descritos nesta página podem resultar em superaquecimento no micro o que causa uma série de problemas aleatórios como resets e travamentos (micro “congelando”, “tela azul da morte”, etc).

  • Espuma antiestática: A maioria das placas-mães vem de fábrica com uma espuma antiestática (normalmente rosa, branca ou preta) em sua embalagem. Muitos técnicos, ao montar a placa-mãe no gabinete, prendem essa espuma entre a placa-mãe e o chassi metálico do gabinete, pensando que esse procedimento evita que a placa-mãe encoste no chassi metálico do gabinete. Acontece que essa espuma retém o calor gerado pela placa-mãe e evita a normal circulação de ar que há no espaço existente entre a placa-mãe e o chassi metálico do gabinete. Com isso, é muito comum que micros montados usando essa espuma travem e/ou dêem erros aleatórios por superaquecimento.

Erros Típicos de Montagem
Figura 1: Espuma antiestática rosa que vem com a placa-mãe.

Erros Típicos de Montagem
Figura 2: O uso da espuma antiestática embaixo da placa-mãe evita a correta circulação de ar e causa superaquecimento. Não use esta espuma em seu micro!

  • Cabo de força interno: Em gabinetes do tipo AT é muito comum o cabo que liga a fonte de alimentação à chave liga-desliga do painel frontal do gabinete ficar caído sobre a placa-mãe, muitas vezes atrapalhando a dissipação de calor e até mesmo encostando-se à ventoinha do processador, fazendo com que ela pare de girar e que o micro trave por superaquecimento. O ideal é fazer com que esse cabo chegue até a chave liga-desliga pelo lado direito do gabinete (tendo como visão o gabinete em pé com a frente voltada para você), pela parte superior do chassi e não solto pelo lado esquerdo, como é o mais comum ocorrer. Como os gabinetes AT são usados apenas em micros muito antigos, você provavelmente não terá que se preocupar com esse cabo de força. Incluímos este tópico aqui somente por motivos históricos.

Erros Típicos de Montagem
Figura 3: Maneira correta de prender o cabo de força interno em gabinetes AT.

  • Outros cabos soltos: A mesma idéia é válida para todos os cabos de dentro micro, como os cabos de alimentação e flat cables usados para conectar os discos rígidos, unidades ópticas e unidades de disquete. Você deve prender os cabos com ajuda de uma abraçadeira plástica e colocá-los dentro de uma das baias de 5 ¼” que estejam vazias de modo a evitar que os cabos bloqueiem o fluxo de ar dentro do micro, além de evitar que eles encostem-se à ventoinha do processador, fazendo com que ela pare de girar.

Erros Típicos de Montagem
Figura 4: Abraçadeiras plásticas são ideais para organizar os cabos de dentro do micro, evitando o superaquecimento.

  • Pasta térmica: se você tem problemas de superaquecimento em seu processador, você deve verificar se a pasta térmica foi corretamente aplicada sobre ele. Para mais detalhes sobre, leia nosso tutorial completo sobre este assunto.
  • Gabinete mal dimensionado: Apesar dos gabinetes parecerem set todos iguais, eles não são. Existem diferenças importantes entre eles. Os atuais processadores da Intel (Pentium 4 “Prescott” e superiores) requerem o uso de gabinetes com um duto lateral de modo a aumentar o fluxo de ar dentro do micro. Se você não usar um gabinete com este duto você pode ter problemas de superaquecimento. Escrevemos um tutorial completo sobre este assunto, que você deve ler.
  • Ventoinhas extras instaladas incorretamente: Se o seu gabinete tem ventoinhas extras, você deve verificar se elas estão instaladas da maneira certa, ou seja, puxando o ar na direção correta. Ventoinhas instaladas na parte traseira do gabinete devem ser instaladas puxando o ar quente de dentro do micro para fora. Já ventoinhas instaladas na parte frontal do gabinete devem ser instaladas para puxar o ar frio de fora do gabinete para dentro do micro. Coloque sua mão perto da ventoinha para sentir em que sentindo o ar está sendo puxado. Se alguma das ventoinhas extras estiverem invertidas, remova-a do gabinete e instale-a novamente do modo contrário. Na Figura 5 você pode ver como ventoinhas extras devem ser instaladas.

Erros Típicos de Montagem

Figura 5: Como ventoinhas extras devem ser instaladas.

ARTIGOS RELACIONADOS
Não Deixe seu PC Torrar no Verão
24/01/2005 às 9h26min por Alessandra Carneiro em Refrigeração
ÚLTIMOS ARTIGOS
448.542 usuários cadastrados
659 usuários on-line