Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Mouse Aivia Neon da Gigabyte

       
 16.496 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Modelo sem fio também serve como apontador para apresentações e controla remotamente o computador do usuário. Confira nosso teste.

Teste do Mouse Aivia Neon da Gigabyte

Introdução

O Aivia Neon é um híbrido entre um mouse sem fio convencional e um apontador para apresentações. Ele funciona tanto sobre a mesa quanto no ar, trocando de função com o apertar de um botão e uma virada de mão. Além da dupla utilidade, o aparelho também tem um laser para ser usado como ponteiro. Vamos descrever primeiramente seu design inusitado para depois avaliar o desempenho do periférico da Gigabyte.

Neon
Figura 1: Aivia Neon

O formato foge ao padrão dos mouses e lembra uma pegada estilizada; ele é bem pequeno e tem duas curvas acentuadas que afinam o corpo. No topo ficam os dois botões convencionais e a roda de navegação. Logo embaixo dela, há três botões: o primeiro, de cima para baixo, controla a navegação no ar; o do meio aciona a ferramenta de desenho na tela; e o último liga o ponteiro laser.

Neon
Figura 2: Detalhe dos botões

Na lateral esquerda, bem no nicho de apoio do polegar, há o botão que faz o Neon funcionar no ar como apontador. Logo acima dele, fica a abertura para o compartimento de recarga da bateria de lítio, com dois contatos magnéticos para encaixe no receptor USB. Na quina há um LED que indica o nível de energia da bateria.

Neon
Figura 3: Botão lateral esquerdo e compartimento de recarga

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×