Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe MSI 845PE Max2

       
 42.723 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe MSI 845PE Max2, baseada no chipset Intel 845PE, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe MSI 845PE Max2
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A MSI 845PE Max2 (MS-6704) é uma placa-mãe soquete 478 que usa o chipset Intel 845PE, que aceita memórias DDR333/PC2700 e tem uma série de recursos que estaremos detalhando a seguir. As portas IDE desse chipset, no entanto, continuam sendo ATA-100, o que não chega a ser um problema para essa placa-mãe, pois ela tem duas portas IDE ATA-133 RAID adicionais, controladas pelo chip Promise PDC20276.

A caixa dessa placa-mãe é linda, sendo azul metálica. Realmente chama a atenção. A placa em si nós vemos na Figura 1.

 



Figura 1: Placa-mãe MSI 845PE Max2.

Como comentamos, o principal recurso extra dessa placa-mãe são as duas portas IDE ATA-133 RAID controladas pelo chip Promise PDC20276, que vemos na Figura 2.

 



Figura 2: Chip Promise PDC20276 e portas IDE adicionais.

Um detalhe importante sobre essa placa-mãe é que ela usa um conector extra de 5 1/4" da fonte de alimentação, como mostramos na Figura 3.

 



Figura 3: Plugue extra de alimentação.

O chipset utiliza um cooler de respeito, o que prometia uma excelente capacidade de overclock (o que mostrou ser verdade, como veremos em nossos testes).

 



Figura 4: Cooler do chipset.

Essa placa-mãe tem seis slots PCI, um slot AGP 4x (que não aceita placas AGP 2x), um slot CNR e seis portas USB 2.0, quatro soldadas diretamente sobre a placa-mãe e duas acessadas através de cabo adaptador opcional, chamado D-Bracket 2, que veio na placa que testamos. Esse adaptador, além de ter as duas portas USB 2.0 adicionais, tem quatro LEDs de diagnóstico, funcionando de maneira similar (porém rudimentar) aos displays de diagnóstico do POST.

 



Figura 5: D-Bracket 2 da MSI.

Essa placa-mãe tem ainda som on-board de seis canais gerado pelo chip C-Media CMI8738-6Ch-MX. Cá entre nós, a qualidade de som desse chip é inferior ao do seu principal concorrente, o Realtek ALC650, utitlizado por várias placas-mães - muito embora somente audiófilos e profissionais da área de áudio irão perceber essa diferença na qualidade. O chip da C-Media tem uma resolução de 16 bits e uma relação sinal/ruído de 80 dB, enquanto que o chip da Realtek tem resolução de 20 bits para saída, resolução de 18 bits para entrada e relação sinal/ruído de 90 dB (a relação sinal/ruído mede o quanto de ruído branco - o famoso chiado - o chip injeta no som; quanto maior esse valor, melhor. Para o um dispositivo de áudio ser considerado profissional, ele deve ter uma relação sinal/ruído maior de 96 dB).

A versão do CMI8738 usada aceita saídas SPDIF e opcionalmente podemos usar nessa placa um adaptador SPDIF da MSI, chamada S-Bracket, que acompanhou o modelo que testamos. O S-Bracket tem saídas SPDIF óptica e coaxial (clique aqui caso você não saiba o que é isso), além de saídas separadas para os canais traseiro, central e de subwoofer. Esses canais são normalmente compartilhados com as entradas line in e mic in, impossibilitando o uso simultâneo das entradas e saídas de som da placa, caso o S-Bracket não seja utilizado.

 



Figura 6: S-Bracket da MSI.

Essa placa-mãe tem ainda recursos opcionais não presentes no modelo que testamos: três portas FireWire, controladas pelo chip VIA VT6306, rede on-board Gigabit Ethernet (1.000 Mbps!), controlada pelo chip Intel 82540EM e BlueTooth (rede sem fio). O modelo com esses recursos chama-se 845PE Max2-FIR.

O CD que vem com a placa-mãe é careta, trazendo os drivers necessários e o antivírus PC-Cillin, o software de overclock da MSI, o Fuzzy Logic 4 e um software da MSI que permite fazer upgrade de BIOS e atualizar os drivers da placa automaticamente através da Internet.

Antes de irmos aos testes, vamos dar uma recapitulada em todos os recursos que essa placa-mãe possui.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×