Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa de Vídeo Albatron GeForce 6600

       
 71.852 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Testes realizados com a Placa de Vídeo Albatron GeForce 6600.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Desta vez testamos a GeForce 6600 "pura" da Albatron, que é o modelo mais simples dentre a nova geração de chips intermediários da NVIDIA baseada no barramento PCI Express. O grande problema do GeForce 6600 é que a NVIDIA não especifica um clock de memória padrão e, com isso, você encontrará no mercado placas com diferentes clocks sendo chamadas de GeForce 6600.

Nós já havíamos falado desse grande problema no teste da Pixelview GeForce 6600 da Prolink, onde testamos o modelo com memória rodando a 500 MHz, mas a Prolink tem também modelos com memória rodando a 400 MHz e a 600 MHz, além de modelos de 64 bits.

A Albatron, por sua vez, facilitou: todos os seus modelos rodam a 300 MHz com memória a 500 MHz. A exceção fica com o modelo PC6600U, que roda a 350 MHz e memória a 700 MHz. Por outro lado, há modelos de 64 bits. A lista completa de modelos da Albatron é a que se segue: PC6600Q (256 MB, 128 bits), PC6600U (128 MB, 128 bits, dissipador de calor passivo), PC6600 (128 MB, 128 bits), PC6600E (128 MB, 64 bits), PC6600L (128 MB, 64 bits, perfil baixo).

O modelo que estamos foi o PC6600, ou seja, rodando a 300 MHz, com memória a 500 MHz e 128 MB de 128 bits.

As placas baseadas no GeForce 6600 "puro" não têm suporte à tecnologia SLI, que permite a ligação de duas placas de vídeo em paralelo, ao contrário do que ocorre com o modelo GT. Outra diferença para o modelo GT é, naturalmente, o clock usado, como falaremos mais adiante.

Como o PCI Express é um novo barramento, que necessita de uma nova placa-mãe, não é possível comparar diretamente os resultados de placas de vídeo PCI Express com placas de vídeo AGP. Por isso você não encontrará em nossos testes comparações das placas de vídeo PCI Express com outros modelos de placas de vídeo AGP que já testamos, já que a comparação direta não é possível.

Há no mercado algumas poucas placas-mães que trazem os dois barramentos juntos, mas segundo os fabricantes de placas-mães o slot AGP deste tipo de placa é até 20% mais lento, já que ele não é nativamente AGP, isto é, usa um chip para converter os sinais do barramento PCI Express em sinais do barramento AGP. Ou seja, mesmo que usássemos uma placa-mãe dessas em nossos testes, a comparação não seria justa.

De forma que você entenda as diferenças entre todos os chips gráficos PCI Express lançados até o momento, compilamos as tabelas abaixo. É importante ter em mente que os chips gráficos da série 6 da NVIDIA (GeForce 6600, etc) usam motor gráfico Shader 3.0 (DirectX 9.0c), enquanto todos os chips da ATI são Shader 2.0 (DirectX 9.0).

Outra coisa a se ter em mente é que o concorrente direto do GeForce 6600 é o Radeon X700 e não os chips da série Radeon X600, como o nome poderia fazer supor. Infelizmente não recebemos da ATI nenhuma placa com o Radeon X700 "puro" para podermos comparar com o GeForce 6600.

 

Chips ATI

 

Chip GráficoClockClock da MemóriaMemóriaTaxa de Transferência Da MemóriaPixels por clock
Radeon X300 SE 325 MHz 400 MHz 64 bits 3,2 GB/s 4
Radeon X300 325 MHz 400 MHz 128 bits 6,4 GB/s 4
Radeon X600 Pro 400 MHz 600 MHz, GDDR3 128 bits 9,6 GB/s 4
Radeon X600 XT 500 MHz 730 MHz, GDDR3 128 bits 11,68 GB/s 4
Radeon X700 400 MHz 600 MHz, GDDR3 128 bits 9,6 GB/s 8
Radeon X700 Pro 420 MHz 864 MHz, GDDR3 128 bits 13,8 GB/s 8
Radeon X700 XT 475 MHz 1,05 GHz, GDDR3 128 bits 16,8 GB/s 8
Radeon X800 SE * * * * 8
Radeon X800 400 MHz 700 MHz, GDDR3 256 bits 22,4 GB/s 12
Radeon X800 XL 400 MHz 1 GHz, GDDR3 256 bits 32 GB/s 16
Radeon X800 Pro 475 MHz 950 MHz, GDDR3 256 bits 30,4 GB/s 12
Radeon X800 XT 500 MHz 1 GHz, GDDR3 256 bits 32 GB/s 16
Radeon X800 XT PE 520 MHz 1,12 GHz, GDDR3 256 bits 35,8 GB/s 16
Radeon X850 Pro 520 MHz 1,08 GHz, GDDR3 256 bits 34,56 GB/s 12
Radeon X850 XT 520 MHz 1,08 GHz, GDDR3 256 bits 34,56 GB/s 16
Radeon X850 PE 540 MHz 1,18 GHz, GDDR3 256 bits 37,76 GB/s 16

Chips NVIDIA

 

Chip GráficoClockClock da MemóriaMemóriaTaxa de Transferência Da MemóriaPixels por clock
GeForce PCX 5300 325 MHz 650 MHz 128 bits 10,4 GB/s 4
GeForce PCX 5750 475 MHz 900 MHz 128 bits 14,4 GB/s 4
GeForce PCX 5900 350 MHz 500 MHz 256 bits 17,6 GB/s 4
GeForce PCX 5950 475 MHz 900 MHz 128 bits 30,4 GB/s 4
GeForce 6200 300 MHz 552 MHz 128 bits 8,83 GB/s 4
GeForce 6600 300 MHz * 128 bits** 8 GB/s 8
GeForce 6600 GT 500 MHz 1 GHz, GDDR3 128 bits 16 GB/s 8
GeForce 6800 LE 300 MHz 700 MHz 256 bits 22,4 GB/s 8
GeForce 6800 325 MHz 700 MHz 256 bits 22,4 GB/s 12
GeForce 6800 GT 350 MHz 1 GHz 256 bits 32 GB/s 16
GeForce 6800 Ultra 400 MHz 1,1 GHz, GDDR3 256 bits 35,2 GB/s 16
GeForce 6800 Ultra Extreme 450 MHz 1,1 GHz GDDR3 256 bits 35,2 GB/s 16

* Depende do fabricante, pois a NVIDIA não especifica um clock padrão. Nos modelos da Albatron a memória roda a 500 MHz, com exceção do modelo PC6600U. Neste modelo o chip roda a 350 MHz e não a 300 MHz. Nos modelos de GeForce 6600 que testamos tanto da Albatron quanto da Prolink, a memória rodava a 500 MHz.

** Há modelos de 64 bits sendo lançados, portanto tome cuidado.

Como você pode observar pela tabela, a diferença dos clocks do GeForce 6600 e do GeForce 6600 GT é grande: a memória no GeForce 6600 GT roda no dobro do clock e o processador gráfico roda a um clock 66% superior. Isto faz com que o desempenho do GeForce 6600 GT seja bem superior ao do GeForce 6600, como veremos nos testes.

Os chips gráficos estão listados por ordem de desempenho. Observando esta tabela, algumas dúvidas podem surgir. Por exemplo: como o GeForce 6600 pode ser mais rápido do que o GeForce 6200 se ele roda a um clock inferior? Como o Radeon X800 pode ser mais rápido do que o Radeon X700 Pro ou XT rodando a um clock inferior?

Há duas respostas. Primeiro, temos de analisar também o clock da memória e a quantos bits por vez esta é acessada. A maneira mais rápida de analisar o desempenho da memória é compararmos a sua taxa máxima de transferência, que é calculada com a fórmula clock x bits por clock / 8. Os chips voltados ao mercado de alto desempenho acessam a memória a 256 bits, contra 128 bits ou mesmo 64 bits dos chips voltados aos mercados intermediário e iniciante.

Segundo, a quantidade de canalizações que o processador de vídeo possui. O GeForce 6600 tem 8 canalizações, conseguindo processar oito pixels por pulso de clock. Já o GeForce 6200 tem "apenas" quatro canalizações, processando quatro pixels por pulso de clock. De forma grosseira, podemos dizer que para o GeForce 6200 obter o mesmo desempenho do GeForce 6600, ele teria de rodar com o dobro do clock do GeForce 6600, já que ele só tem a metade da "potência" de processamento.

Ou seja, não é correto comparar chips diferentes considerando apenas os seus clocks.

A coluna "clock da memória" informa o clock que o fabricante (ATI ou NVIDIA) recomenda que seja usado. Em alguns casos, sobretudo nas placas de vídeo mais baratas usando chips mais simples, alguns fabricantes usam chips de memória mais simples (com a finalidade de reduzir o custo da placa) e com clocks inferiores ao recomendado (compatível com os chips de memória mais simples), fazendo com que a placa obtenha um desempenho inferior ao de outras placas que usem o mesmo chip e que tenham a memória rodando na freqüência recomendada. Por este motivo, em nossos testes daqui para a frente estaremos sempre testando os clocks da placa de vídeo com o auxílio do programa PowerStrip, para ver se a placa está rodando com os clocks padrão ou se com um clock inferior.

No caso da GeForce 6600 testada da Albatron, ela roda com os seguintes clocks: 500 MHz para o chip e 250 MHz (500 MHz DDR) para a memória. Voltamos a enfatizar que no mercado há modelos de GeForce 6600 rodando a diferentes clocks.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×