Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Daniel Barros

Pentium M

Recommended Posts

Mas com um overzinho em um processador 90nm fica desigual, né?

A Intel terá que fazer modificações no processador para colocar ele nos desktops. Foi projetado para baixo consumo, o que limita um pouco o desempenho e a subida do clock (o pipeline é mais longo do que o do A64, mas mesmo sendo um processador 90nm, não atinge nem o clock que um A64 130nm). Com certeza terão que fazer algumas modificações.

Eu vi esse teste já (e alguns anteriores) e estive pensando nos motivos do bom desempenho com o superpi.

Existem duas hipótes. Uma seria o cache de 2MB, mas que acredito que contribui apenas parcialmente, pois o cálculo de 1MB usa 8MB e processadores como P4EE não apresentam ganho tão significativo sobre o P4 c/ 512kB de cache. O outro fator é que o Pentium M é baseado no Pentium PRO (P III), sendo apenas otimizado para baixo consumo e recebendo algumas melhorias, como barramento do P4, cache bem maior e outros. Mas por melhor que seja o barramento (a controladora de memória é single channel), não será melhor que a controladora on-die do A64. Acho que o que pesa bastante é o fato de ser baseado no Pentium PRO. O SuperPi é antigo, compilador antigo, deve rodar melhor esse programa mais antigo.

Precisaria eles testarem com o pifast, que usa compiladores modernos. Também ajudaria se eles usassem um cálculo com mais casas decimais, diminuindo o efeito do cache maior. O tempo está caindo praticamente linear com o aumento do clock. Alias, o resultado de 25s para clock de 2.8GHz é até estranho. Um aumento de 250MHz no clock e 25Mhz no barramento não deveria responder tão bem assim. Só se mudaram a configuração da memória (em um momento informam que roda em 4:3, mas não fazem um bench de memória sequer).

Seria interessante investigar melhor esse resultado no super pi. O processador é bom no geral, mas nos outros testes ele não tem resultado tão bom assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No teste do superPI o processador aparenta um alto desempenho. só não sei se vai ter todo esse desempenho nos jogos. Nos Prescot o superPI da um resultado mo melhor do q nos A64 , mais nos jogos os A64 deixam os p4 comendo poeira.

Alguem sabe quando a intel pretende por no mercado esses processadores?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente é um pouco estranho o desempenho do SuperPI

Afinal, capacidade de ponto flutuante é o que NÃO é importante hoje (digo x87) e afinal o Pentium M herdou a unidade x87 do PIII. Realmente não me lembro se era melhor/pior/igual a do Athlon...

Mas também, uma arquitetura P6 + cache de 2MB + 2,56GHz queria o quê??? :D

De qualquer forma, no ScienceMark o Athlon continua vencendo (talvez, neste caso a influência da controladora de memória on-die do A64)

E no 3dMark 03 toma um pau tremendo (por que será???)

Putz, vendo o resto dos Bechmarks só da pra dizer uma coisa: ISSO ESTÁ MUITO ESTRANHO.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por tabgal@04 nov 2004, 16:29

Afinal, capacidade de ponto flutuante é o que NÃO é importante hoje (digo x87) e afinal o Pentium M herdou a unidade x87 do PIII. Realmente não me lembro se era melhor/pior/igual a do Athlon...

A FPU do Athlon é sempre superior a do P3.

Me lembrei de um dos poucos casos aonde o P3, apesar da FPU não ser tão poderosa quanto do Athlon, tinha um desempenho melhor em ponto flutuante. Era com operações simples com matrizes (multiplicação). Pode ser que esteja ai isso explicado. Agora não me lembro da possível explicação para o fato, mas o Athlon encontrava uma barreira e dali ele não saia (tipo um Athlon 2GHz mais lento que um P3 800MHz). Mas em todo o caso, o SuperPi usa vetores imensos para o cálculo, por isso eu imaginaria que ficasse em parte limitado ao desempenho da memória.

Vou ver se ainda tenho o programinha para fazer um teste.

O ScienceMark é um indicador melhor do poder da FPU, mas teste escolhido (primordia), tem alguma influencia do desempenho de memória e o tamanho do cache (veja que o A64 4000+ foi 5% mais rápido, só por conta do dual channel)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×