Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Visitante

Cubo de Led

Recommended Posts

Visitante

Boa noite amigos, estou tendo dificuldade em entender o seguinte esquema de um cubo de led  3x3x3.cubo.png

Eu sei que os Transistores servem de chave e também que eles fornecem a corrente necessária para acender os leds, já que o arduíno só fornece 40 mA.

A minha dificuldade está em entender o sentido da corrente. Os pinos de 1 a 9 fornecem uma corrente que parte deles para os catodos dos leds, e os transistores que estão conectados na saída dos leds pelos emissores, fornecem uma corrente que vai dos emissores para os anodos dos leds? Isso não pode estar certo, alguem pode me ajudar aqui? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso que ai aparece se chama multiplexação..

Por um dos lados cada led recebe alimentação por um dos fios vindos do microcontrolador. Note que o mesmo led, em cada um dos planos do cubo, recebe essa alimentação de modo que se o outro lado de cada led tivesse continuidade dessa alimentação, todos os três, que foram alimentados, acenderiam..

Ai que entra cada transistor, cuja função é a de dar continuidade a alimentação de um plano de led a cada transistor..

 a impressão

Desse modo se o primeiro dos nove leds receber alimentação e o primeiro dos planos der continuidade via o transistor respectivo, somente o led daquele plano acenderá..

 

Desse modo, controlando qual dos nove segmentos deve acender e qual dos planos deverá ser alimentado se escolhe um e somente um led para acender..

 

Note também que se comutarmos cada um dos leds, sequencialmente, e em velocidade bem rápida, coisa de mais de 30 varreduras de todos eles em um segundo, a impressão que dará, aos nossos olhos, é de que todos os leds estarão acesos ao mesmo tempo isso pela inércia de nossos olhos, tipo cinema, muitas fotos exibidas de modo chaveado, muito rapidamente, dará a impressão de movimento contínuo..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chovendo no molhado...

a técnica também pode ser chamada de varredura. A corrente é varrida nos 3 blocos de 9 leds um bloco de cada vez. Seu sistema deve saber qual bloco está aceso naquele momento pra formar o desenho correto. Antigas tv´s e monitores de tubo usavam esta técnica. Acende um pixel (na verdade 3) por vez.

 

Pra entender maizomeno o lance da varredura, no escuro, gire uma vela e verás um círculo que não existe. A tal da inércia do faller que prefiro chamar de persistência

A propósito se persistir na inércia, não obterás sucesso (criei isso agora.. chato)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  •    0
    Visitante

    Essa parte da multiplexação eu tinha entendido, o que está me deixando confuso é que quando eu ligo um pino de 1 a 9, e também ligo a base do transistor em 5 V, eu tenho uma corrente como a do anexo. Eu acho q estou entendendo errado a circulação da corrente e queria saber qual o certo.

    post-786568-0-87778700-1446207393_thumb.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    palavras mágicas custam pouco mas enfim... valores.. questão de ....

     

    você deve estar entendendo errado. Seus transistores estão invertidos e aqueles da figura devem ser pnp. Conduz quando aplico o gnd na base (ou maizomeno isso). Questão de 'inversão de valores'.. o que me leva a...

     

    Pra te confundir ainda mais leia esta verdade... Todos os eletrônicos são enganados desde o século passado. Todos sabem e convivem com esta mentira. A verdadeira corrente sempre flui ao contrário. Cara isso pode até dar um princípio de filosofia... ahhh da´um tempo.. hj é sexta super. E pré feriado!!!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário

    Criar uma conta

    Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

    Crie uma nova conta

    Entrar

    Já tem uma conta? Faça o login.

    Entrar agora





    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×