Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

.if

Membro VIP
  • Posts

    15.444
  • Cadastrado em

  1. Bem..já é alguma informação mas continua sendo muito pouco e um passo muito pequeno em direção à sua condução ao sucesso - o qual, creia-me, é nosso também. Responda o que lhe foi questionado lá atrás sobre os números de I/O e tal. Ou seja, já passou do momento 'por tudo no papel'. Como lhe foi mencionado, são muuuitas opções de expansão. Norte: Aqui fora na vida real quem define a melhor opção é o bolso. No seu caso penso que quem pode definir melhor é o seu nível de conhecimento, familiaridades que tem com a programação/eletrônica, imaginação, criatividade, determinação, vontades, prazer em aprender, em criar, em ser, enfim, fatores sócio-pisico-filosóficos generalizados. É uma boa maneira de sintonizar o nosso conhecimento com a sua realidade.
  2. Saco!.. Ao me ler achei que te OBRIGARIA a fazer a adaptação !! Pra te humilhar.. ... em segundos faz o que você quer fazer há anos. Bem.. não era isso que queria vos mostrar mas sim um Vídeo de uma literal adaptação que alguém fez que vi num passado... Preguiça de procurar e além do + não vai motivar Moris a fazer mesmo!
  3. ...ler entrada também vale. Algo como cada saída com um diodo formando uma baita porta and (ou or) apontando pra uma única entrada. Ao varrer com o endereço, aquele que acusar nível 0 (ou 1) nela está acionado. De fato esta técnica por mim era usada quando acionava displays 7 segmentos multiplexadamente... 12 displays, 12 teclas lidas num único pino.
  4. ... também vale. Mas, de novo e não falo +, o circuito que te inspirou ... possui muitos pinos de bobeira. Algum motivo pra não usá-los? Se for só pra aprendizado com comunicação com periféricos e tal, cogite então um mc com menos pinos. Desafie-se como eu fiz neste post*..pic10fxx ou 12fxx:1 pino a escrever num display... Tinha cód fonte 100% original, esquema, simulação. *(procurando... depois eu edito...)... não achei rapidão mas Paulão participou do tópico... se achar que deve pode linkar ele... Neste caso eu (eu) cogitaria pular etapas da complexidade do 485, riscos, falta de isolação e etc e partiria logo pra uma solução wireless. Algo como módulo LoRa em cada mc. Até mesmo 'Audaciosamente indo, onde nenhum homem jamais esteve' alimentaria a parte 'quente' da máquina com bateria/pilha: isolação total Mas claro, só pra efeito de registro ideota. Não queime desnecessariamente etapas. Lembremos que o importante quesito custo não entrou na pauta.
  5. Moris, me lembro que certa feita com os hormônios à flor da pele, senti muita vontade imprimir direto na pci com impressora de tinta mesmo. Em tenra idade, ficava a imaginar e sonhar com o sucesso . Provavelmente não ia prestar mesmo mas quando surgiu a de laser reacendeu a chama. Parecia que o depósito do pó era mais resistente. Pena que era (e ainda é) cara d+ pra destruir e adaptar a impressão direta. Mas me digue.. algum dia na sua vida você cogitou tal insanidade também? Acho que já vi algo do gênero no ytb... qualquer dia acho e vos mostro...
  6. Na primeira parte ele apenas sugeriu e não exigiu. Neste caso eu (eu) nem daria bola e faria com 8 mesmo. 8 é múltiplo de base 2: o caminho natural e fácil dos binários. Já na segunda interpreto como exigência. Digamos então que você se decidiu por 12 mesmo... apesar que na sua foto tem 8 carros.... mostra pra seu professo uai. Comece agora então a fazer a contagem bit a bit: 12 saídas, 12 entradas, e o quê mais?, display, relés, rfid, SPI, I2C, etc? Quantos pinos cada? Faça no papel , desenhe, foto, texto e no post se achar que deve. Não vale link/desenho genérico pronto. É melhor você personalizar pros mestres te orientarem melhor...
  7. Ativando o modo minimalista você pode colocar um 7805. Ou um módulo dc dc stepdown. Neste caso a bat vai durar pouco. No primeiro vai durar ainda menos. ... é você possuir uma fonte 6V. Um carregador xing ling de celular também dá certo mas vai zoar sua AM. Tentaê e me conta. Mas se for pra onde não tem luz, tem mais opções... tipo uma bateria de moto brinquedo 6V, duas 18650 de 3V6 e alguns etc. Meio que pode sim. Mas sugiro colocar uns 3...5 diodos 1n400x em série pra 'quebrar' uns 3V... ainda mais minimalista mas continua pouco durável ... Pra durar mais, use som baixo... detesto som alto e chiado
  8. Esquece isso. Neste caso duvido que haverá redução da avaliação se você colocar 8 sensores apenas. Além do+ percebo muuitos pinos de bobeira no seu esquema. E tem + caso insistas em mais entradas: tem mc com mais pinos p.ex. o que usa no arduino mega. Processe estes dados agora e retorne com a decisão. Caso queira mesmo expandir os pinos do seu arduino, tem outras opções ... no pcf8573 acima leia-se pcf8575 ... direto na ferida (clique)
  9. Amigo lamento informar que a lei de murphy atuou no seu grau mais elevado. O curto aplicou 300V no lado digital da coisa que está acostumado com míseros 3.3V. Neste caso, além do igbt pode ter levado junto o circuito de controle que deve ser o mc e cia. Resta torcer agora pra que murphy lhe tenha dado uma colher de xá e pifou apenas o módulo que você encomendou. Trevo de 4 folhas, ferradura, dedos cruzados podem ajudar um pouco ... ou fazer murphy rolar de rir
  10. Tô maizomêno... Não associei o rosto à pessoa. Publique fotos, desenhos, esquemas ou links do que quer que tenha achado sobre. Tem muuuuitas opções de expansão de I/O dentre elas um tal de pcf8573. Também tem opções estilo mc gyver...
  11. Se o objetivo do seu tópico for algo mais que a troca de led mas sim levantar suposições do que pode ter ocorrido, receba + isso... um belo mas feio chute ... já nesta foto... ... percebo oxidações e supostos caminhos percorridos por uma tal migração iônica que podem ter sido abertos pela manipulação de seus arredores.
  12. Passado, presente e futuro juntos .. a marca do 1º é bem sugestiva Explicações quase únicas são que o led já era ou ligou invertido. Não te esqueças de colocar 1 resistor em série ok? Será que a simples substituição do led vai fazer seu tópico virar páginas? Por mim de boa. Desde que aprendamos algo prático e de valor Sucessos meu amigo!
  13. Seu multímetro parece frutado. Nunca vi deste tipo. Mostra aí pra nós. Mas vem cá, sério que não tem multímetro de verdade? Teoricamente qualquer membro que cria mais de 10 posts no setor de eletrônica devia ter um Algo me diz que você sabe que isso é normal. Coloque uma de 5V = carregador de celular, porta USB do pc, note, tv, etc. Coloque um resistor de 1k em série. Qualquer um do ramo - ou minimamente curioso - devia ter 1 ou + na sua gaveta. Hoje cedo tinha um dentro do meu pão com margarina...
  14. Agora sim campeão. A tensão zero é um indício de curto nele ou naquilo que ele alimenta . Neste caso algo a+ pode ter ido pro saco . Meio que parece que vejo um D9 em paralelo com capacitor parece meio escuro. É um bom candidato pra teste/remoção/re-teste.
  15. Puts.. se pra trocar 1 led você digita uma bíblia, imagina se for pra troca de um bga? Um teste simples com multímetro pode te fazer concluir com 100% de precisão se defeito ou não. Na escala diodo ele deve acender se polarizado corretamente, claro. Se aceso, a ponteira preta te mostra o catodo. E a vermelha.. pense 1 pouco. Pode ser qualquer led 3mm, 5mm e de qualquer cor, filho. Os + novos acendem + forte. O que você leu acima é óbvio d+ e mal seria digno de registro mas me deu vontade assim mesmo . Melhore + a descrição de seu desafio, o que exatamente quer fazer, além de apenas a simples troca de um importantíssimo led E pra concluir... você nem devia usar led verde.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!