Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Neobius

Tutorial: Configurando O Mbm5

Recommended Posts

Para quem não conhece, o MBM5 é um dos programas mais práticos e completos de monitoramento dos "sinais vitais" do computador, incluindo voltagens, rotação das ventoinhas e temperatura de certos componentes. Ele fica minimizado na barra de ferramentas ao lado do relógio, podendo ser consultado sem menores problemas, bastando o desktop estar em tela ativa. Não vou entrar em maiores detalhes, pois o tutorial explana muito bem as funções desse programa. Reparem que eu modifiquei o conteúdo da fonte original, para adequar ao contexto do tópico. Em tempo, aí vai o site oficial do programa: http://mbm.livewiredev.com/

Instalação e configuração do MotherBoard Monitor 5

A instalação do MBM5 é bem fácil e rápida: se você estiver instalando no Windows NT, 2000 ou XP, será perguntado durante a instalação sobre o modo de inicialização do MBM (Automatic, System ou Boot) e a opção recomendada de acordo com o seu Windows funciona na grande maioria das vezes. Se não funcionar, basta reinstalar o MBM5 escolhendo outra opção (A opção System, além de ser a mais recomendada para o Windows XP, costuma resolver o problema com o NT/2000).

Após reiniciar o PC, o MBM5 será inicializado pela primeira vez junto com o Windows e será mostrado apenas o ícone (um pequeno chip) na barra ao lado do relógio.

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmicon.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Clicando com o botão direito do mouse, o menu pop-up abaixo aparecerá:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmmenu.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Clicando duas vezes com o botão esquerdo do mouse será mostrada a janela de configurações (settings) do programa já mostrando a seção General (isso pode ser mudado nas configurações).

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmsettings.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Pelo menu pop-up ou através do duplo-clique no ícone, abra a janela de configurações (settings) do MBM5.

Caso você tenha uma placa-mãe FIC SD-11, Tyan 2640MP ou K7 Thunder (todas para Athlon), a primeira coisa que deve ser feita é ir na sub-seção Advanced para marcar a opção respectiva para o suporte correto dessas placas citadas. Isso também vale para quem tiver uma placa-mãe baseada num chipset Ali que possua um desses 5 southbridges: 1535D, 1515D+, 1533, 1543 ou 1543C.

A razão disso é que todos esses 5 southbridges possuem a mesma identificação, tornando difícil para o programa (em alguns casos) identificar corretamente o southbridge (é ele quem coleta as temperaturas, voltagens, RPM's, etc... do PC). Então convém dar uma checada nesse item para ver se o programa selecionou corretamente o southbridge.

Depois disso, vale a pena ir na sub-seção System info e clicar no botão Sys info (possui um pequeno computador do lado): serão coletadas uma série de informações sobre o seu PC, incluindo informações sobre o próprio MBM5 (DLLs, diretórios usados pelo programa, etc.). Mas o que nos interessa nisso tudo é ver se foi detectado o Main Sensor Chip: se aparecer None então essa versão do MBM5 já não poderá mostrar voltagens ou a RPM dos coolers do seu PC.

Logo abaixo é mostrado Sensor Chip Selections, caso também não seja mostrado nenhum sensor nessa parte, então nem medição da temperatura será possível com essa versão do MBM5. (Estamos falando de chips não suportados. Se a placa-mãe não possui nenhum chip com esses recursos, então não adianta tentar usar programas para esse fim).

Entre na sub-seção Basic: nesta parte a maioria das opções como: Idioma, Celsius ou Fahrenheit, o que fazer ao ser dado duplo-clique no ícone, qual seção abrir quando abrir a janela de configurações (settings), etc. Elas devem ser configuradas de acordo com seu gosto, mas algumas opções merecem destaque:

The interval time with which MBM 5 should work: Nessa opção você escolhe de quanto em quanto tempo o MBM5 atualiza as informações (temperaturas, voltagens, etc.), dez segundos é uma boa escolha levando em conta precisão da medição/performance do PC.

Start MBM 5 together with Windows: Marcando essa opção o MBM5 é carregado junto com o Windows. É recomendável marcá-la, pois em conjunto com o intervalo de 10 segundos não sobrecarrega o PC. Nos PCs atuais, a coleta da informação é extremamente rápida e a utilização da CPU para isso é quase nula. A não ser que você tenha pouca memória ou qualquer outro problema (ou seja, manter o MBM5 aberto deixa seu PC lento), vale a pena deixar o programa carregar junto com o Windows e ficar aberto, pois o próprio MBM5 possui alarmes configurarveis para superaquecimento, tensão baixa, etc, além de outros programas (por exemplo, os "softcoolers" como o CPUIdle) funcionarem pegando informações do MBM5.

Scan for IDE harddrives with temp sensor: Se você possui um HD com S.M.A.R.T., pode ser que ele tenha um sensor de temperatura (Apenas HD's com S.M.A.R.T. podem possuir este recurso. Não esqueça de habilitar o suporte ao S.M.A.R.T. na BIOS.). Se quiser que essa temperatura seja mostrada no MBM5, marque essa opção e reinicialize o PC (não funciona com RAID).

Obs: No Win9x/ME pode ser necessário copiar o arquivo smartvsd.vxd de \windows\system para \windows\system\iosubsys para que essa opção funcione.

Scan for SCSI harddrives with temp sensor: Mesma coisa da opção anterior, mas para HD's SCSI. Vale lembrar que é necessário ter o driver ASPI da Adaptec para que essa opção funcione.

Agora iremos configurar os sensores de temperatura, tensão, RPM's dos coolers, além de customizar o visual das informações que serão mostradas.

Visual

A parte "visual" do MBM pode ser dividida em 2 itens: Dashboard e System Tray. Existe também o OSD (On Screen Display), mas é um recurso não muito utilizado e que consome bastante do PC quando ativado, então não será abordado aqui.

Dashboard:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmdash.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Os botões da barra lateral da Dashboard têm algumas funções como minimizar, maximizar e alternar entre janelas, basta um pouco de prática para aprender todas elas.

Um clique com o botão direito do mouse na Dashboard irá esconder/mostrar a barra lateral.

Continua...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

...Continuação

System Tray:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmtooltip.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmtray.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Esses são os dois meios de se visualizar algo na barra do Windows (System Tray). Como Tooltip (primeira figura) ou Display in System Tray (segunda figura). Na sub-seção Visual de cada sensor nós temos essas opções de visualização para escolher: podemos escolher apenas uma delas, ambas ou nenhuma. Escolha a que melhor lhe agrade.

Basicamente a sub-seção Visual de cada sensor possui as mesmas opções (incluindo as já citadas acima) e elas alteram o modo de exibição dos sensores na Dashboard e na System Tray/Tooltip:

Name: Coloque o nome que quiser para identificar esse sensor na Dashboard e como Tooltip.

Style of meter in dashboard screen: Escolha o estilo visual dos medidores na Dashboard.

Color and font for meter (if selected meter requires it): Escolha a fonte e a cor que será usada em alguns dos estilos visuais dos medidores na Dashboard (Text Label usa fonte e cor, Digital usa apenas a cor e VU Meter não usa nada)

Scale for the fan meter in dashboard screen (VUM Style): Coloque o valor máximo que irá aparecer na escala quando utilizar o estilo visual VU Meter na Dashboard (sempre um valor maior do que o máximo, senão o valor medido não aparece).

Display sensor in the high & low log and in the interval log: Desmarque essa opção para que o sensor não apareça nos logs.

Sensor colour (aparece apenas para os sensores de temperatura): Escolha a cor com que será exibido o sensor na System Tray.

Background colour (aparece apenas para os sensores de temperatura): Escolha a cor de fundo do sensor exibido na System Tray.

Na seção System Tray & OSD existe a opção de mudar a fonte e tamanho usados para mostrar as temperaturas na system tray (é necessário marcar a opção Use a windows font instead of the MBM 5 fixed font in the system tray). Também existem as seguintes opções:

Rotate Icons in system tray: Marque essa opção para que ao invés de mostrar todas as temperaturas selecionadas na system tray uma do lado da outra, mostre apenas uma temperatura de cada vez, sendo trocada pela seguinte a cada intervalo de tempo.

Use horizontal lines in system tray: Marque essa opção para que as temperaturas mostradas na system tray tenham duas linhas horizontais (uma em cima, outra embaixo do valor) como na foto anterior.

Replace icons on system tray after (0 = not): No Windows XP, os ícones sem uso são escondidos depois de um tempo. Um valor nessa opção por exemplo, 10, fará com que os ícones sejam recolocados a cada 10 segundos. (não deixando assim o Windows XP esconderá eles).

Use a windows font instead of the MBM 5 fixed font in the system tray (not supported): É necessário marcar essa opção caso queira trocar a fonte e o tamanho usados para mostrar as temperaturas na System tray.

Configurando os sensores

Aqui vem a parte mais importante e talvez a mais complicada, que é a configuração dos sensores do MBM5. Não por culpa do programa, mas pela grande diversidade de placas-mãe existentes e conseqüentemente a dificuldade em customizar um padrão específico para cada uma.

O PC usado possui uma Abit KD7 - então as opções de sensores disponíveis aqui provavelmente apenas aparecem nas KD7. Cada placa-mãe possui suas próprias opções disponíveis (não se preocupe, se o MBM5 os detectou, eles aparecerão na sua lista de opções).

Cada sensor possui suas próprias sub-seções Alarm e Visual - então podemos usar configurações únicas para cada sensor.

Sensores de temperatura:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmsensortemps.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Os sensores (e sua quantidade) variam para cada placa-mãe - então vamos com um método genérico:

1. Escolha o sensor que será configurado em MBM 5 sensor;

2. Atribua a esse sensor um dos sensores possíveis da placa-mãe em Should display board sensor;

Dica: Se for a primeira vez e não souber quais dos sensores listados em Should display board sensor realmente funcionam, vá atribuindo todos os sensores ao mesmo tempo: nisso já serão visto quais não existem (no exemplo aqui, o Winbond1 2N3904/Diode e o Winbond2 2N3904/Diode não existem, por isso não é possível selecioná-los para nenhum MBM 5 sensor: apenas os LM90 e os Winbond 1 e 2 funcionam)

Obs: O sensor ST320413A é o sensor do HD, descoberto pelo MBM5 ao marcar a opção Scan for IDE harddrives with temp sensor mostrada anteriormente nesse tutorial. Os sensores de HD disponíveis entram nessa lista junto com os da placa-mãe e assim é só atribuir ele a um dos MBM 5 Sensors.

Na sub-seção Alarm:

High temperature alarm using: escolha o tipo de valor usado para o alarme (Fixed: Acionado quando chega ao valor escolhido, ou Relative: Acionado somando o valor do sensor + o valor escolhido. O mais comum é o Fixed, então nos basearemos nele).

High temperature alarm at: escolha a temperatura mínima no qual o alarme será disparado.

Note que o Diodo possui uma temperatura naturalmente elevada, portanto é aconselhável que você diminua o padrão de 70 °C para uma temperatura maior, senão há o risco de tocar alarmes desnecessariamente, já que 70 °C para um diodo de Athlon XP convencional não chega a ser tão preocupante.

Enable high temperature alarm for this sensor: Marcar essa opção habilita o alarme para esse sensor.

Low temperature alarm at: Mesma coisa do high temperature, só que agora para temperaturas muito baixas.

Enabled low temperature alarm for this sensor: Marcar essa opção habilita o alarme para esse sensor.

Compensation for this sensor: Se sentir que o sensor precisa de uma compensação no valor medido, coloque essa compensação aqui.

When alarm goes off play: Escolha um som wave para tocar quando o alarme for disparado.

O MBM5 não diz de onde é qual temperatura. No entanto, existem dicas que ajudam você a configurar intuitivamente cada sensor pela característica de cada temperatura:

- Temperatura com uma variação muito alta em pouquíssimo tempo (sobe e desce muito rápido, geralmente de acordo com o uso do PC) costuma ser a temperatura interna do processador.

- Temperatura relativamente alta, com uma variação razoável, mas um pouco demorada, costuma ser a temperatura externa do processador.

- Temperatura mais baixa que as outras, com muito pouca variação, costuma ser a temperatura do "sistema" (chipset, northbridge...).

- Às vezes aparecem temperaturas totalmente fora do normal (ou alta demais e quase nunca abaixam ou então muito baixas, até negativa às vezes): são temperaturas compensadas (as altas, geralmente com o nome Diode tentando imitar a temperatura interna de um processador) ou então falta o sensor para medição (geralmente as negativas são isso pois temos o chip para ler a temperatura mas não temos o sensor para medi-la, sendo que às vezes temos até a possibilidade de colocar um sensor ali para medirmos a temperatura de onde quisermos).

O Sensor de Voltagens mostra por padrão as voltagens de maneira correta, portanto vou me abster de colocar essa parte do tutorial aqui. Vamos em frente:

Sensores de Coolers (RPM):

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmsensorrpms.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Fan Type: Embora os sensores funcionem bem com a maioria dos coolers, alguns mandam os sinais num espaço de tempo diferente do esperado pelo sensor (mostrando RPM's muito altas ou muito baixas): utilize essa opção para corrigir isso.

Fan divider: Essa opção seleciona o intervalo de mínimo e máximo das RPM's dos coolers. O valor padrão 4 indica que coolers de pelo menos 1.300 RPM's serão captados pelo sensor.

1: 5300rpm até 1350000rpm

2: 2650rpm até 675000rpm

4: 1325rpm até 337500rpm

8: 662rpm até 168750rpm

CPU

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://www.baboo.com.br/absolutenm/articlefiles/4803-mbmcpu.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Nessa parte as informações mais importantes são a utilização da CPU, em %, o clock e algumas características do mesmo. A única coisa que deve ser lembrada é que se deve marcar a opção Enable cpu usage para o medidor de utilização do processador funcionar.

* FONTE: Adaptado de: http://www.baboo.com.br

* Autor original: The Orqs (Omnia Vincit)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

PARTE 2: Observações importantes

Essa parte do tutorial não foi retirada das fontes citadas no post anterior, fiquem atentos à isso :) eu só estou adicionando aqui informações úteis que eu julgo necessárias para que não se encontrem dúvidas durante a configuração correta do programa e seus respectivos sensores. Como as fotos foram hospedadas por mim, pode ser que algum link não funcione após certo tempo, se for o caso, me enviem MP pois eu dificilmente visitarei esse tópico, se bem que o programa é muito intuitivo e as fotos não são essenciais. Agora vamos ao que interessa:

MBM5 Configuration Wizard

Essa função conduz, inicialmente, após a instalação do programa, a um guia resumido com as principais funções do MBM5, já que o software precisa saber qual a sua placa-mãe para adequar o esquema de configuração de sensores de acordo. Não quer dizer que você não possa acessar essa aba posteriormente, basta ir em Iniciar> Programas> MBM5 > MBM5 Config Wizard, e logo em seguida seguir o passo-a-passo oferecido, selecionando corretamente cada opção de configuração:

<div class='bbimg'>Imagem postada pelo usuário

Acima é o que você deve ver após acessar o Wizard e clicar em 'next' na tela de apresentação do programa. Ignore esta tela clicando em 'next' novamente. Vamos em frente:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://img60.exs.cx/img60/83/mbm5-2.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Logo em seguida, o MBM5 listará todas as placas-mãe que possuem um padrão de configuração registrado pelo programa. Em outras palavras, selecione o modelo da sua placa-mãe após selecionar a fabricante clicando no + ao lado no nome, para ter certeza (ou quase certeza) de que os sensores serão configurados corretamente. Mais tarde eu explico o porquê do 'quase' :). Note que para algumas placas existe mais de um sub-modelo, que seria a revisão da placa, portanto, mais de uma opção estaria disponível para cada versão. O padrão para uma única revisão é "all revisions", e está disponível para a grande maioria das placas. Nesse caso foi selecionado a ASUS A7N8X-X, por ser a minha placa-mãe, tomada apenas como exemplo. Após clicar em 'next', segue-se:

<div class='bbimg'>%7Boption%7Dhttp://img60.exs.cx/img60/4302/mbm5-3.jpg' border='0' alt='Imagem postada pelo usuário' /></div>

Escolha o seu tipo favorito de temperatura, no Brasil estamos acostumados com a escala Celsius, nessa parte há pouco o que se discutir. Só cuidado para não selecionar Fahrenheit inadvertidamente, pois passará uma falsa impressão de temperaturas muito elevadas, ou mesmo de que os sensores estão 'malucos'.

Após clicar em 'next', o programa exibirá uma tela com o botão 'finish' exibido, te dando a opção de iniciar ou não o MBM5 após terminar o Wizard.

Obs: A ASUS A7N Series vem com o sensor de voltagens configurado errado por padrão, após instalar o programa, vá em Settings > Voltages e troque o sensor chamado ASB100 Standard 1 pelo sensor ASB100 Standard 2, que é o correto para essa série de placas-mãe. Agradeço ao Phoenyx por essa informação.

High/Low

Esta opção mostra um painel com os valores máximos e mínimos das voltagens e temperaturas dos componentes do seu computador. o HIGH mostra o maior valor registrado desde que o MBM5 está rodando; o LOW mostra o menor valor, e o AVERAGE é a média dos registros ao longo do tempo. Note que o HIGH e o LOW são picos, portanto nem sempre confiáveis...

%7Boption%7Dhttp://img53.exs.cx/img53/7296/mbm5-5.jpg' alt='mbm5-5.jpg'>

Notem que os meus sensores de temperatura estão em português, mas eu os renomeei para que ficassem assim, não existe MBM5 oficialmente em português, ok? :) Basta ir na opção Visual e fazer as modificações.

Considerações finais

Espero que vocês façam bom uso desse software que é tão simples quanto completo, a despeito de às vezes algumas pessoas ficarem frustradas por não encontrarem o seu modelo de placa-mãe na lista de fabricantes... :( e mesmo algumas das listadas, como a PCChips M810-D, podem apresentar incoerências nos valores dos sensores. Vale lembrar que nem todas as placas-mãe possuem a capacidade de informar o sensor do diodo interno do processador, apenas a temperatura do soquete, que é cerca de 6 a 10 graus abaixo da temperatura real do processador em ócio, e até 20 graus Celsius (!) abaixo, caso o processador esteja em utilização plena.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×