×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

mapintar

Membro Pleno
  • Posts

    24
  • Cadastrado em

  • Última visita

Reputação

0

Sobre mapintar

  • Data de Nascimento 23/07/1973 (48 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São José do Rio Preto, São Paulo
  1. O problema é encontrar uma fonte fanless aqui no Brasil. Estou precisando comprar uma nova normal mas que sirva para um upgrade para um Haswell e já tá difícil de encontrar por menos de R$500,00. Pesquisei um pouco sobre importação, e o que estão dizendo é que está difícil. Tá cada dia mais complicado viver no Brasil. Nada do que é um pouco decente tem, e quando tem é um preço absurdo.
  2. A galera me critica por isso, mas continuo a seguir a mesma filosofia: comprar uma fonte de maior capacidade, de modo a que a droga do ventilador permaneça a maior parte do tempo parado ou em rotação mínima. Se for ver bem a diferença de preços entre uma boa fonte de baixa ou média potência não é muito grande, e você não precisa se preocupar com o barulho da ventoinha. Só Corsair já devolvi 2 até hoje pelo barulho, e ainda essa semana creio que vou ter a felicidade de jogar no lixo a última fonte barulhenta que ainda tenho. Compre uma fonte de 500W para cima, certificando-se que o ventilador realmente ficar parado ou em baixa rodação ao se extrair até 25 ou 30% da potência, e seja feliz.
  3. No site da Cooler Master diz que esse gabinete tem na verdade 240 x 207.4 x 401.4mm, dimensões diferentes das da apontada no artigo.
  4. Deve haver com certeza um bug na placa ou na bios. Não há sentido em um SSD ligado na porta mais lenta ser mais rápido, mas é o que vem ocorrendo. Quando tiver tempo vou testar com mais calma. O problema é que se ligar o HD na porta sata 2 ele é sempre reconhecido como secundário e o SSD na porta sata 3 como primário. Aí o sistema não liga nem a pau.
  5. Bom, meu sistema está estável tendo como único defeito o aquecimento do chipset. Parece que está tendo um problema na porta sata 3 também, mas preciso confirmar isso (o SSD ligado na porta sata 2 está mais rápido do que ligado na sata 3). Assim, vou aguardar mais um pouco pela nova versão estável da bios para não criar um problema tentando resolver outro.
  6. Estou usando a versão 1.70 desde que foi lançada. Quanto à versão 1.6b não sei dizer se cheguei a usar por algum período, embora me lembre de ter usado uma bios beta antes de atualizar para a 1.70. Na época não cheguei a fazer uma avaliação a respeito da temperatura do chipset. No link que o colega indicou há várias bios beta, o que me faz ficar confuso. A versão estável mais atual é a 1.70, datada de 25.08.2011, mas a mais nova bios beta, por data, parece ser a L1.60B, de 23.09.2011. Tem também a L1.60H, que é de 13.09.2011. Acho que esse povo da AsRock é meio doido. De qualquer forma, a bios L1.60B é mais nova que a versão estável 1.70?
  7. Tenho uma Z68 Extreme 4 rodando o i5-2500k sem problemas, a 4400 MHz. Porém, enquanto todos os demais componentes internos estão bem frios, com 5 ventoinhas jogando e puxando ar, o chipset está quase dando para fritar um ovo. Aparentemente não tem prejudicado o funcionamento, mas não sei até quando o componente pode aguentar uma temperatura dessas. Alguém tem alguma ideia de como abaixar essa temperatura?
  8. Estou pelejando com o meu há uns 3 meses, ainda sem coragem de instalar o sistema. No meu não noto travamentos, já que está como segundo HD, mas a velocidade de escrita é sempre muito baixa e vai caindo progressivamente após um secure erase. Na infinidade de testes que já fiz liguei agora na porta sata II (placa mãe AsRock z68 extreme 4) e desliguei os modos de economia de energia C3 e C6, e tanto a velocidade de leitura como de escrita melhoraram consideravelmente. Na cópia de um arquivo de 3 gb do SSD para a memória, e vice versa, a velocidade de leitura e escrita ficam em 155 e 63 MB/S, e agora subiu para 190 e 88 MB/S. Será que o problema está na porta sata III da placa mãe?
  9. Sim, já fiz de tudo. Logo após o Secure Erase ele fica show, mas vai caindo progressivamente. Há uns 5 dias zerei ele de novo, reformatei e to medindo o desempenho. Vejam como está agora: Timing buffered disk reads: 538 MB in 3.01 seconds = 178.80 MB/sec Logo após zerar ele fica em 450 MB/sec, e vai caindo. Negócio é mandar para o RMA mesmo.
  10. Comprei há algum tempo um SSD Agility 3, da OCZ. Nas especificações dizia velocidade de leitura de 540 MB/S e escrita 470 MB/S. Até aí beleza, e essa mesmo a velocidade medida em vários programas, desde que não se formate o SSD. Basta formatar para que a velocidade vá caindo progressivamente, até chegar a cerca de 55 MB/S na escrita. Já fiz de tudo para tentar resolver, mas acho que não tem solução. Troquei firmwares, zerei a unidade várias vezes, mas continua sempre do mesmo jeito, e a única solução parece ser encaminhar ao RMA. Assim, acho que testes de SSD deveriam incluir também situações reais de uso, copiando-se arquivos de uso comum em várias situações. Ao menos com o que comprei ele é maravilhoso em situações teóricas, mas um verdadeiro lixo no uso comum. Fica assim a sugestão.
  11. Eu uso uma instalação enxuta do arch linux nos terminais. Tenho várias máquinas, todas com redes gigabyte, com o mesmo sistema, e é perceptível que a máquina com o processador citado é mais lenta na renderização das páginas, a hora de abrir um programa por exemplo. Pode ser que seja o drive, que se acha imaturo ainda no linux, mas minha experiência pessoal (uso terminais burros há mais de cinco anos) é que CPU rodando a menos de 2 GHz não dá conta de manter a velocidade máxima em terminais burros com esse monte de fuleiras dos desktops de hoje. Aí que tá. Acabei pagando mais de R$450,00 na minha.
  12. Então cara, é o que estávamos discutindo em outro fórum. Que me desculpem os mais entendidos, mas tem muita gente por aí comendo gato por lebre quando o assunto é estabilidade e temperatura em overclock. O programa mais utilizado para testar a estabilidade e estressar ao máximo a CPU é o linpack. Fato é que tem que ficar de olho em quantos GFlops está gerando, pois um valor muito baixo significa que a CPU na verdade não está sendo demandada ao máximo. Só para se ter uma ideia, tava usando o LinX aqui com uma versão mais antiga do linpack, quando gerava em torno de 36 GFlops. Atualizei para a mais nova, e subiu para 100 GFlops. A temperatura sobe junto. Trocando ideia com os colegas estou concluindo que o 2500-K a 4.4GHz, com 1.26 volts, tem que chegar a quase 72 graus mesmo com um cooler muito bom. Não vi ninguém falando temperatura com um cooler igual, mas com outros de desempenho semelhante chega nisso. É claro que em uso normal a temperatura não vai passar de uns 55 graus mesmo em plena carga, já que o linpack devidamente atualizado pode para quebrar mesmo o negócio. A questão é que estou com o processador em over para 4.4GHz. A dissipação de 95W do 2500-k é para quando estão na configuração default. Isso é verdade. Aliás, isso já aconteceu há algum tempo, quando a plataforma foi atualizada. Coloquei a pasta térmica que veio com o cooler, que parece ser boa. Não quero desabonar os testes que são feitos aqui no CDH, que aliás são muito bem feitos e utilizados por muita gente antes de se decidir pela compra de um hardware, inclusive por mim, mas vejam só: "Testamos o cooler com um processador Core i7-860 (quatro núcleos, 2,8 GHz), que é um processador soquete 1156 com TDP (Thermal Design Power) de 95 W. De modo a aumentar o máximo possível a dissipação térmica do processador, fizemos um overclock nele, colocando-o para trabalhar a 3,3 GHz (clock base de 150 MHz e mutiplicador em 22x) mantendo a tensão de alimentação do processador (Vcore) original, que foi o overclock máximo que conseguimos usando o cooler original do processador. É interessante notar que nós poderíamos ter aumentado o clock desse processador ainda mais, mas como queríamos incluir o cooler padrão em nosso comparativo preferimos manter esse overclock moderado." A questão é que quando você tem um processador rodando a 4.4GHz a coisa muda de figura um pouco, embora como registrado acima o over até 3.3GHz é feito visando se manter nos testes o cooler padrão.
  13. Gosto muito de pesquisar por aqui em se tratando de comprar um novo hardware, e gostaria de sugerir ao pessoal que atualizasse a plataforma de testes. Os Sandy Bridge sobem muito, e a dissipação térmica também, ficando meio difícil para se chegar a uma conclusão boa pelo fato da plataforma de testes já estar meio defasada. Comprei um Zalman CNPS9900 MAX que nos testes aqui manteve o processador em 63 graus, mas com o i5-2500K em over ele não deu conta de segurar com menos de 72 graus, mesmo com ambiente e gabinete bem refrigerados.
  14. Tenho uma placa dessas de outra marca, com o mesmo processador, que uso como terminal burro. Ainda ontem estava fazendo umas atualizações e completando a instalação, já que instalei há uns dois meses o sistema básico e não tive tempo de terminar. Devo dizer que não compensa esse tipo de hardware. O desempenho é muito baixo, mesmo para terminal burro, e o conjunto não é barato. Apesar de vir com um pequeno cooler, o processador esquenta bastante mesmo em um gabinete grande e bem ventilado (a ideia é comprar um gabinete pequeno, mas ainda não tive tempo) e o consumo de energia não chega a ser tão assim insignificante. Acho que é mais vantagem comprar um sandy bridge dos mais baratos, que vem com um bom vídeo, drivers decentes (ao menos no Linux), e também esquenta pouco e consome pouca energia. Pretendo substituir mais quatro máquinas daqui do escritório por terminais burros, baixando o consumo de energia e economizando espaço, mas desses processadores da AMD estou fora.
  15. Fuja do E2350V. Comprei e não consegui usar nem uma semana. Cores pálidas e lavadas. Inutilizável.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Como se tornar um desenvolvedor full-stack

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!