Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Cabelo75

Membros Plenos
  • Total de itens

    6.153
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

1.130

1 Seguidor

Sobre Cabelo75

  • Data de Nascimento 11-07-1975 (43 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    RJ-RJ
  • Sexo
    Masculino
  1. Novamente! Exato, Cestari. As fans ficariam na parte de cima do radiador e o sentido delas é de injetar ar do ambiente para o radiador. As fans inferiores continuarão o fluxo de ar, retirando o ar resultante da refrigeração do radiador. Por fim, esta massa de ar será expelida para fora do gabinete pela fan traseira de 12cm. Ficaria como na foto abaixo (tirando os detalhes dos LEDs...): Antes de por a mão no bolso para comprar duas fans extras, pode-se fazer o teste usando as duas fans de 12cm da tampa lateral. Se o resultado for legal, aí será mais tranquilo adotar essa solução. Para esse tipo de trabalho, uma boa opção de fan é aquela que exerce uma boa pressão, como o Akasa Viper, Coolermaster R4 Xtraflow ou Excalibur e a Cougar Vortex PWM. Há também a Corsair SP120 High Performance, mas é muito cara, infelizmente. (todas 12cm) Abraço Cestari!!
  2. Na área! Ah, pelo menos essa Vengeance não foi adquirida exatamente para a G41, aí tá tranquilo, Fabiano. Pena que não rolou em funcionar para "segurar as pontas" até, pelo menos, o novo possante for montado por completo. Abraço!!
  3. De volta! Obrigado pelas informações, Kaleusk! Esse gabinete conheço muito bem, já montei um PC usando esse modelo, além de internamente ser muito semelhante ao meu antigo TT V4. Segundo suas informações, posso descartar o lance de excesso de ar quente no interior do gabinete, já que há três fans de exaustão povoando por ali. Acho que a boa, antes de despachar o TX3 de vez, era conferir bem de perto sua instalação e observar atentamente a quantidade de pasta térmica usada. Muita pasta térmica pode ser até pior que pouca, pois acaba dificultando o contato entre o processador e o dissipador. O ideal da pasta é uniformizar e corrigir imperfeições de ambas as superfícies. A quantidade ideal de pasta é aquela que compreende toda a superfície do processador sem espalhar o excesso nas bordas do processador, normalmente uma pequena quantidade de pasta colocada no centro do processador (uma gota pequena já é suficiente. Se quiser mais informações a respeito, Kaleusk, o CdH fez uma matéria muito interessante a respeito: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Qual-a-Melhor-Maneira-de-Aplicar-Pasta-Termica-Parte-2/2376/1 Bem, conhecendo o MS1, talvez terá que tirar a fan superior-traseira para acomodar o radiador na parte traseira do gabinete. Sobre WC selado ser tudo igual, há modelos de WC que possuem fans melhores no kit de montagem ou o volume do radiador é maior, traduzindo uma melhor performance em arrefecimento. Comparando modelos de mesmo volume de marcas diferentes, tirando o detalhe da(s) fan(s) inclusa(s), aí concordo com você. Por exemplo, o Corsair H60, o Seidon 120V ou M e o NZXT Kraken X40 são muito semelhantes. O único WC que foge das características dos anteriores é o Antec Kulher H²O 650, pois a bomba está localizada na parte frontal da fan, e não no bloco (comum nas demais), já atrapalharia uma possível modificação das fan original por outra, ou outras caso for fazer o sistema "push & pull" (uma fan injeta o ar pelo radiador/dissipador enquanto a outra faz a exaustão). Uma boa opção, intermediária ao WC, é adotar um aircooler de massa maior, como o Hyper 212X. Teria uma performance bem aproximada dos WCs e economizaria uma grana. Eu usava um 212+ em meu TT V4 e me serviu muito bem, até quando surgiu a curiosidade e ver como é um watercooler de perto... Abraço Kaleusk!!
  4. Fala Fabiano! Pelo que eu vi, o que tá pegando não é o fato da memória ter frequência de 1600MHz e a placamãe suportar até 1333MHz. O próprio módulo RAM pode perfeitamente ativar o perfil de temporizações para a frequência de 1333MHz e funcionar adequadamente. A parada é a densidade dos chips de memória usados pela Vengeance, não previstas pelo chipset de sua placamãe. Mesmo a placamãe informar que o limite de quantidade de RAM é de 8GB, há certas condições e memórias específicas na época que atendiam os requisitos, alem que referia-se a dois módulos DDR3 4GB x 2 e não 8GB x 1. A densidade dos chips da Vengeance acaba incompatibilizando com a placamãe, mesmo sendo DDR3. Se for comprar memórias para sua G41, a parada mais segura a se fazer e procurar memórias DDR3 4GB com chips em ambos os lados do módulo (dupla densidade). Essa é a configuração mais antiga DDR3 @ 1066 ou 1333MHz que se tem notícia, aumentando a possibilidade de compatibilidade com o chipset G41 do seu micro. Querendo uma lista de memórias testadas em sua placa: http://www.ecs.com.tw/ECSWebSite/Product/Product_Detail.aspx?DetailID=1093 OBS: Mesmo colocando memórias de 1333MHz, o sistema as rebaixarão para 1066MHz. Nesse caso, as memórias de frequência maior podem trabalhar nesta velocidade. Abraço!!
  5. Fala Ranilson! Olha, para usar todo o potencial de clock destes kits de RAM, a placamãe utilizada obrigatoriamente deverá ter o recurso para trabalhar com as frequências acima do limite imposto do processador, que é 1600MHz. Mesmo não possibilitado tal suporte, as memórias irão funcionar corretamente no sistema, com a ressalva de estarem limitadas a 1600MHz somente. Quanto a preferência entre uma e outra...Observe a diferença entre as temporizações dos kits, caso o desempenho é palavra de ordem, prefira o que tem os menores valores nos respectivos parâmetros. Se for questão de economia (da qual eu iria), vá pelo kit mais barato, pois ambos são de ótima qualidade. Abraço!!
  6. Fala Kaleusk e seja bem-vindo ao fórum CdH! Ih rapaz, o TX3 EVO não tá dando conta do FX? Mesmo com a temperatura ambiente subindo conforme a proximidade do verão (vem chegando o verão...), o seu aircooler é perfeitamente capaz de suportar o FX em seus clocks padrões em temperaturas aceitáveis. Essa situação pode estar atrelada a algum detalhe na instalação do cooler na placamãe, o método usado para a aplicação da pasta térmica, posicionamento da fan do TX3 e se há fan, ou fans, que faça o papel de exaustor de ar do gabinete (evitando o acúmulo de ar quente em seu interior). Quanto a utilização de um watercooler, mesmo "chutando o balde" em relação ao TX3, Kaleusk, há várias condições para instalação de um WC, como o local de instalação adequado no gabinete, a existência de um ponto de exaustão diferente do local que será posicionado o radiador, dimensões do gabinete também...Tudo deve ser bem medido e analisado antes para que não tenha dor de cabeça quando for instalá-lo no PC. Pelos motivos acima, poderia passar o modelo de seu gabinete e, se tiver fans instaladas nele, aonde estão instaladas (e em que sentido, "para dentro" ou "para fora" do interior do micro). É relevante saber para a galera do fórum, e eu, não passarmos algum procedimento "no escuro". Abraço!!
  7. Boa tarde, rapaziada! @Cestariibr : Pela temperatura alta no cômodo que está acondicionado o PC, creio que o patamar de temperatura está ótimo, Cesari. Há de convir que a temperatura ambiente afeta diretamente o desempenho dos coolers, por isso que aparentemente não alcança o patamar dos testes feitos para esse WC, pois na confecção deles, a temperatura ambiente não é superior a 25ºC. Quanto a posição da fonte, na posição "fan para cima", ela, na verdade, aspirava o ar contido no interior do gabinete para sua refrigeração. Tinha pouca influência no arrefecimento do PC, na área dos slots. Pela alta temperatura interna, porém, poderia prejudicar o desempenho do componente a longo prazo. Com a fan para baixo, a fan da fonte capta ar ambiente de forma direta, melhorando suas condições de arrefecimento. O sentido das fans ficou desta forma, não é Cesari? http://postimg.org/image/hzgoro3x7/ É uma boa pelo menos inverter a fan traseira, para que o ar quente acumulado na parte superior do gabinete tenha pelo menos um canal de exaustão, já que além das fans do radiador injetando ar para o interior, tem o reforço da fan da tampa lateral. Sobre as fans laterais inferiores, aí dependerá do projeto do Phantom. Alguns gabinetes tem o sistema de refrigeração específico para a área das baias de HDD. Apesar de desligados, as fans do gabinete Z11+ aqui de casa tem essa função de exaustão nesta área. Caso queira melhorar o arrefecimento do H100i, Cesari, pode-se equipar mais duas fans de 12cm na outra face do radiador e fazer o sistema chamado "push & pull" (a fan superior aspira ar para o radiador enquanto a fan inferior faz a exaustão do do ar resultante). Faço esse procedimento desde quando tinha o aircooler Hyper 212+, o sistema de arrefecimento atual, o WC Seidon 120V, simplesmente "herdou" as fans e o sistema "P&P" do 212+. Obs: Eu iria até comentar a respeito da tensão do processador. Como Contiusa manifestou a respeito com a costumeira propriedade, é como "chover no molhado", uahauhauahauhau!! @Nurgle : Nurgle, como este tópico está na iminência de ser fechado, a boa seria abrir um tópico na área de refrigeração do fórum ( http://forum.clubedohardware.com.br/forum/155-coolers-dissipadores-e-ventoinhas/) e descrever a situação e listar as peças do seu possante. Se vier umas fotos para nos ajudar na análise, apesar de não ser tão necessário, sempre serão bem-vindas! Abraço a todos!!
  8. Fala rapaziada, boa madruga! Não sei pessoal, além das questões levantadas pelo Cestari a respeito do H100i, pode estar acontecendo da bomba não estar funcionando a 100% por alguma regulagem de perfil PWM da placamãe em relação ao conector onde está instalado o cabo da bomba. Uma boa é conferir se o perfil deste conector em específico está configurado na BIOS em 100%, ou "Full on" (dependendo da BIOS da placamãe). Outra forma de verificar é saber se os dutos estão demasiadamente aquecidos (pode ser sinal de giro muito baixo da bomba, ou até mesmo algum problema no H100i). Cestari, outra coisa também é checar o VCore do processador enquanto está desempenhando muito processamento, usando um programa de benchmark ou editando vídeos. Nesse caso, a ferramenta mais confiável é o CPU-Z ( http://www.cpuid.com/programas/cpu-z.html ). No campo "Core voltage", na aba principal do CPU-Z, mostrará o valor em que este VCore está no momento. Tem como passar pra cá um print do CPU-Z durante a execução de edição de um vídeo? Abraço a todos!!
  9. Tamos aí! @misterjohn Agora que a temperatura está mais amena na CPU e tal...uma pergunta não quer calar: O desempenho do micro melhorou nas conversões de imagem? @Anthmann e @BukkitBR Posso até ser quase coroa na idade, mas em informática ainda sou garoto muito novo. Não tenho nem parte da rodagem que um monte de gente tem aqui no fórum. Só voltei a me interessar em info nesta década, antes, em meados de 1980, só tinha alguma intimidade com TK2000, e olhe lá! O que conta, Bukkit, não é a idade, e sim a disposição de aprender e não ter medo de aplicar, na prática, seus conhecimentos. Procure sempre pesquisar e ter a mente aberta para todas as opiniões que você irá longe... Abraço a todos!
  10. Opa! Ih, demorou, Tiago! Mas se puder dar uma telefonada antes pra loja, pedindo que dê uma segurada na fonte até quando você chegar, seria uma boa. Já perdi muita viagem com anuncio do boadica por não ter mais a parada no tempo de trajeto. Sempre às ordens, irmão! O que depender do fórum, é só perguntar, a rapaziada daqui é fera. Abraço!!
  11. Agora, sem terceirizações! Na VP-450? Se sua configuração não fugir muito do tradicional, VGAs com uma entrada suplementar de energia, como a GTX650Ti, R9 260X, entre outras, dá pra a VP-450 compreender o consumo. O lance é o barramento responsável pela VGA limitará, e muito, um futuro upgrade no possante. Engraçado que na quinta-feira estava lá..e hoje voltou a 430W, Tiago. Só que por R$150 no Centro: http://www.boadica.com.br/pesquisa/out_fonte/precos?ClasseProdutoX=8&CodCategoriaX=44&modelo=118218&regiao=&em_box=&cl=&preco_min=&preco_max= Não há nada de substancial a respeito desta fonte, apenas soube que é feita pela Andyson, tem dois barramentos na linha 12V (18A e 19A, esbarrando na mesma questão da VP-450) e é de fato certificada 80 Plus STD: http://www.plugloadsolutions.com/psu_reports/XIGMATEK_X-CALIBRE%20500_500W_ECOS%20671.2_Report.pdf Essa fonte é novidade na linha da EVGA, outra incógnita também. O que pesa contra é não ter selo 80 Plus e estar um pouco fora de sua faixa de preço aqui no RJ (R$ 20 de diferença da versão 430W). O que parece bom é o fato de ter apenas um barramento em 12V (360W total): http://www.boadica.com.br/pesquisa/out_fonte/precos?ClasseProdutoX=8&CodCategoriaX=44&modelo=125610&regiao=&em_box=&cl=&preco_min=&preco_max= Creio que a EVGA 430W é a melhor solução entre as escolhidas. Abraço Tiago!
  12. De volta! Ahhh...Sei como é! É aquele "detalhe" que insiste aparecer mais que o restante do micro, isso é um saco, ainda mais que o gabinete é novinho. IAW, acho que colocando o PC com o lado danificado voltado à parede é a melhor solução. "Quem não ver cara, não vê coração!", uahuahauhauhauh!! Abraço!!
  13. Na área! De pleno acordo, John...a parada é que a Intel permanece com a mania de suprir ao conjunto, um cooler ineficaz para arrefecer processadores de demandam alto TDP por um longo período de tempo. Sofri também na pele quando adquiri o um i7 2600, há três anos. Tudo certinho e bem instalado, nada justificaria o processador chegar a 89ºC rodando um jogo. Depois do espanto inicial e quebrar a cabeça em revisar a montagem, não tive outra saída a não ser comprar um cooler um pouco mais capaz para resolver, mesmo muito contrariado (na época, um TT Silence 1156). Cada caso, é um caso MJ. por isso a necessidade de fazer testes de benchmark para fazer uma simulação controlada de sua CPU no momento que está sendo exigida ao máximo. É aí que vem a instabilidade, redução de performance e desligamentos inesperados. Se em uma verificação rotineira de antivírus, seu i7 chegou a 98ºC, imagine usando os programas que realmente "arrancam o couro" do processador? Às vezes, a minha insistência em "testar e verificar" é um lance chato, mas é para ter certeza absoluta da situação antes de por a mão no bolso e gastar em algo que não irá resolver o problema...Falando em acreditar, eu só não acredito, como vivenciei e é frequentemente ajudo ou testemunho a rapaziada que está na mesma situação, principalmente nesta época do ano em que a temperatura ambiente sobe muito. Com o TX3 EVO equipado, seguramente a temperatura do processador cairá pelo menos uns 25ºC do patamar atual (isso porque estou sendo conservador). Aí o possante não terá mais desculpas em funcionar a "meia-bomba". Abraço MJ!
  14. Fala IAW! Acho que a melhor opção para ajeitar a tampa lateral é levá-lo até uma oficina de lanternagem de veículos (tipo "Rei dos amassados"). Para um lanterneiro, isso deve ser tranquilo consertar e não deve sair caro se não precisar repintar a peça. Quanto a uma chapa de reposição, até então não tinha visto tampa extra para o 410. O normal é a rapaziada do case-mod aumentar o acrílico da chapa oposta, onde os componentes serão mais expostos. O amassado tá tão feio assim, IAW? Abraço!!
  15. Fala Awaken!! (2) Nem em fonte de PFC ativo, nem nas "reaus" e genéricas. Se possível, caro amigo, adquira um bom filtro de linha para agregar proteção, como o Clamper multi-proteção ou o Upsai FHT-1200. Fortalecendo a cultura, e a iniciativa do Rodrigo, assista este vídeo do GT: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Video-Por-que-nao-devemos-usar-estabilizadores-de-tensão/2980 PS: Ah sim, tem um equipamento que pode ser colocado no estabilizador: Abraço!!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×