Imprimir artigo
Vendendo Anúncios em Seu Site
01/11/2000 às 5h58min por Gabriel Torres em Tutoriais
74.947 visualizações

Muitas pessoas que têm um site na Internet pensam logo em tentar ganhar algum dinheiro vendendo espaço publicitário em seu site, já que esse modelo é amplamente explorado pela maioria dos sites que ganham dinheiro com a Internet.

O fato é que vender anúncios em seu site não é tão simples quanto parece. Primeiro, você precisa ter um site com estatísticas favoráveis para atrair anunciantes (na semana passada falamos sobre esse assunto). Raramente sites com menos de 1 milhão de pageviews mensais conseguem anunciantes. Dessa forma, antes de começar a querer ganhar dinheiro vendendo espaço publicitário em seu site, concentre sua energia na divulgação do seu site, para que ele tenha muitos visitantes e, com isso, seja atraente para anunciantes.

Segundo, se você realmente quiser vender espaço publicitário, você terá de ter uma força ativa de vendas, isto é, uma equipe especializada em conseguir anunciantes para você. Ter simplesmente um link "Anuncie Aqui" em seu site raramente dá o retorno desejado. Ou seja, você terá de correr atrás dos anunciantes!

Normalmente os anúncios em sites são feitos através de banners, em formatos padronizados pela IAB (Internet Advertising Bureau, http://www.iab.net). Os formatos mais conhecidos e usados são o full-banner (468x60) e o half-banner (234x60), sendo que o primeiro possui uma taxa de retorno (número de pessoas que clicam sobre o banner) maior (as medidas apresentadas são dadas em pixels).

Existem três maneiras básicas de se cobrar por anúncios em um site: taxa fixa, CPM (Custo Por Mil) e CPC (Custo Por Clique).

No sistema de taxa fixa, o cliente paga um preço fixo por período de tempo (um mês, por exemplo) para ter o seu banner exposto em seu site. Apesar de esse ser o sistema mais simples de faturar e controlar, ele raramente é usado. O motivo é simples: não há como prever quantas pessoas verão o banner.

O sistema mais usado é o CPM. Nesse sistema, o cliente paga pelo número de visualizações que ele quer do banner. Por exemplo, se o cliente comprar 50.000 visualizações de banner, significa que o banner dele será visto 50.000 vezes. O preço é cobrado por lotes de mil visualizações, e daí o nome do sistema (Custo Por Mil). Se um site tiver um custo CPM de R$ 20, isso significa que 50.000 visualizações de banner custarão R$ 1.000.

A desvantagem do sistema CPM é que não há como garantir quanto tempo o banner ficará no ar nem tampouco quantas pessoas clicarão sobre ele. O quanto tempo o banner ficará no ar depende do tráfego do site. Em um site muito visitado, as visualizações da banner são esgotadas mais rapidamente do que em um site pouco visitado.

A taxa de retorno típica de um banner varia entre 2% e 4%. Essa taxa depende da qualidade do banner e do site onde ele foi inserido (anunciar em um site que tenha a ver com o anúncio em geral faz aumentar a taxa de retorno). Isso significa que, nesse sistema e no de taxa fixa, não há como sabermos de antemão quantos novos visitantes o seu anúncio trará. Temos apenas uma estimativa. Por exemplo, se considerarmos uma taxa de retorno de 2% e uma campanha de 50.000 visualizações, estimamos 1.000 novos visitantes para o site do anunciante.

Outro sistema bastante comum é o CPC, ou Custo Por Clique. Nesse sistema o anunciante paga pelo número de visitantes que receberá, ou seja, o número de vezes que o seu banner será clicado. Assim, ao comprar 1.000 cliques de banner, o banner do anunciante ficará no ar até que 1.000 pessoas tenham clicado sobre ele. Esse é o sistema mais justo, mas em compensação é o menos usado.

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor-Chefe

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nossos diversos colaboradores. É também autor de 24 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Mora atualmente nos Estados Unidos.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
449.417 usuários cadastrados
2.327 usuários on-line