×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como aumentar a reputação do seu servidor de e-mail


         33.448 visualizações    Redes    4 comentários
Como aumentar a reputação do seu servidor de e-mail

Introdução

Como mais de 90% dos e-mails é spam, administradores de rede trabalham incessantemente para acabar com essa praga. Um dos problemas gerados com técnicas antispam é o falso positivo, isto é, e-mails verdadeiros sendo incorretamente considerados spam, fazendo com que eles não cheguem corretamente ao destinatário. Neste artigo explicaremos técnicas importantes para o aumento da reputação do seu servidor de e-mail, de forma a aumentar a probabilidade de os e-mails partindo do seu servidor cheguem corretamente na caixa de mensagens do destinatário.

DNS reverso

A primeira dica é configurar um DNS reverso para o endereço IP do seu servidor de e-mail. Isso é algo básico, mas que muitas vezes é esquecido. Grande parte dos servidores de e-mail, ao receberem uma mensagem, fazem essa verificação. Caso ela falhe, o e-mail é rejeitado (uma mensagem de erro indicando a falta da configuração de DNS reverso é gerada e enviada ao remetente) ou então simplesmente descartado (o e-mail é simplesmente apagado e o remetente sequer fica sabendo).

A verificação de DNS reverso consiste em saber se há um nome de domínio vinculado ao endereço IP do servidor de e-mail remetente.

Para saber se você tem isso corretamente configurado, basta rodar o seguinte comando:

nslookup <endereço IP>

Onde <endereço IP> é o endereço IP do seu servidor de e-mail. Se este comando retornar algo como mail.seusite.com.br a configuração de endereço reverso está correta. No entanto, se o comando mostrar NXDOMAIN ou retornar um nome genérico como d-c-b-a.empresadehospedagem.com.br, você deve pedir à sua empresa de hospedagem para configurar o DNS reverso para você, que deve preferencialmente usar o mesmo nome do seu servidor de e-mail (mail.seusite.com.br, por exemplo).

Vamos agora falar de três técnicas de autenticação que devem estar corretamente configuradas em seu servidor: SPF, DKIM e DMARC. Tais técnicas servem para o servidor destinatário confirmar que a mensagem sendo recebida realmente partiu do servidor do remetente, de forma a rejeitar spams que falsificam cabeçalhos.

  • Curtir 1
  • Amei 1

Comentários de usuários

Respostas recomendadas

Eu já implementava o SPF nos meus servidores, mas não conhecia o DKIM. No meu caso implementei usando Ubuntu Server e Postfix. Realmente é um saco ter que ficar removendo o endereço IP destas listas de spam públicas. Mas como está cada vez mais difícil conseguir IP fixo válido, temos que nos sujeitar a isso. Uma coisa que não foi abordada e que é importante é o cadastro do DNS reverso no provedor. Obrigado pelo artigo. 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Como ganhar dinheiro montando computadores!

MINICURSO GRÁTIS!

Como ganhar dinheiro montando computadores!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!