Imprimir artigo
Segurança Básica em Redes Sem Fio
27/08/2009 às 15h46min por Gabriel Torres em Tutoriais
588.572 visualizações
Página 1 de 7

Introdução

Nós finalmente podemos dizer que as redes sem fio se tornaram padrão para a conexão de computadores. Placas de rede sem fio já são um acessório padrão nos notebooks há algum tempo. Praticamente todos os modelos de roteadores – periférico que permite você compartilhar a sua Internet banda larga com vários micros – vêm com antena para redes sem fio, permitindo que a sua conexão com a Internet seja compartilhada não só entre os micros conectados via cabo ao roteador, mas também com aqueles dotados de antena para rede sem fio. Com a popularização das redes sem fio também aumentou a quantidade de usuários vítimas de invasões de hackers que tiveram suas conexões ou até mesmo dados importantes acessados e/ou roubados. Neste tutorial ensinaremos a você o básico sobre segurança de redes sem fio: a troca da senha padrão do roteador, como atualizar o firmware do roteador e como habilitar e usar o tipo correto de criptografia..

Os roteadores de banda larga são muito fáceis de serem instalados. Basta plugar a sua conexão banda larga no conector chamado WAN e os micros de sua casa ou escritório nas portas chamadas LAN, fazer uma configuração básica do tipo de conexão banda larga que você tem (ADSL ou cabo) e pronto, tudo estará funcionando de primeira. Se o seu roteador tiver antena sem fio, os computadores instalados nas proximidades e que sejam dotados de antena para conexão de rede sem fio estarão conectados à Internet e à sua rede interna também.

É aí que mora o perigo. Como atualmente a maioria dos roteadores de banda larga já vem de fábrica com rede sem fio habilitada, você terá uma rede sem fio pronta para uso em sua casa ou escritório mesmo se você não for usá-la! Além disso, a maioria dos usuários se empolga que a conexão sem fio funcionou de primeira e se esquece de um detalhe importantíssimo. Todo e qualquer computador com antena para rede sem fio instalado nas proximidades terá acesso à sua rede. Isso inclui os computadores do seu vizinho e de hackers querendo ter acesso aos seus dados ou pelo menos ter a moleza de navegar na Internet de graça (enquanto você é quem paga a conta). Relatos de hackers que saem pelas ruas dos grandes centros urbanos dotados de um notebook caçando redes sem fio sem qualquer tipo de proteção são cada vez mais comuns.

Para resolver este problema, você precisa desabilitar a funcionalidade de rede sem fio do seu roteador, caso não for usá-la, ou habilitar a criptografia, caso queira montar uma rede sem fio. Esta configuração deve ser feita tanto no roteador quando nos computadores que farão parte da sua rede sem fio e/ou que terão acesso à sua conexão de Internet banda larga.

Existem vários algoritmos e métodos de criptografia disponíveis, sendo que os mais comuns são WEP (Wired Equivalent Privacy), WPA (Wi-Fi Protected Access) e WPA-2. O problema é que os métodos WEP e WPA provaram ser falhos, significando que se sua rede sem fio estiver configurada para usá-los ela estará vulnerável. Pior do que saber que sua rede está desprotegida é ter a falsa sensação de proteção, quando na verdade sua rede está totalmente vulnerável.

Outro problema é que vários usuários se esquecem de alterar a senha padrão para ter acesso ao painel de controle do roteador, o que é praticamente o mesmo de deixar o roteador sem senha: quando um hacker tem acesso à tela de login de um roteador a primeira coisa que ele tenta é a senha padrão de fábrica (normalmente “admin” ou “administrator”). Portanto você também precisa mudar isto.

Em resumo, após instalar o seu roteador de banda larga você precisa fazer o seguinte:

  • Alterar a senha administrativa.
  • Desabilitar o gerenciamento remoto.
  • Atualizar o firmware do roteador para a versão mais nova para mantê-lo livre de falhas conhecidas.
  • Desabilitar a funcionalidade de rede sem fio caso não for usá-la.
  • Habilitar ou alterar a criptografia para WPA-2 tanto no roteador quanto nos computadores da rede.
ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
440.888 usuários cadastrados
2.836 usuários on-line