Vídeo: como substituir o HD do seu notebook por um SSD

       
 48.727 Visualizações    Vídeos  
 76 comentários

Videotutorial mostrando passo a passo como copiar (clonar) os dados do disco rígido do seu notebook para um SSD e como trocar o HD por um SSD para aumentar o desempenho da máquina.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Nesse videotutorial mostramos passo a passo como copiar (clonar) o conteúdo do disco rígido do seu notebook para um SSD e como efetuar a substituição do disco rígido pelo SSD, de modo a aumentar o desempenho da máquina.

Importante:

  1. Após terminar de clonar as partições para o SSD, você terá de conferir se a partição oculta do Windows está marcada com a propriedade “boot” antes de sair do gparted (por padrão, não estará e nos esquecemos de reforçar isso no vídeo).
  2. Ao ligar o notebook pela primeira vez após a instalação do SSD, o Windows poderá apresentar uma mensagem de erro informado que o hardware foi alterado. Isso é normal; basta dar boot com o DVD de instalação do Windows e selecionar a opção “Reparar” para que ele atualize a tabela de partição do SSD. Não tente instalar novamente o Windows por cima da sua instalação antiga!
  3. Se o seu sistema operacional for o Windows 7, você deverá rodar “Reexecutar a avaliação de desempenho” (“Re-run the asessment”, no Windows em inglês), recurso que detectará o SSD e otimizará o sistema operacional para o seu uso. Veja aqui como fazer isso.

Nota: nossos videotutoriais são Full HD, portanto você pode assistir em tela cheia com a maior qualidade possível; não se esqueça de modificar a configuração de resolução do vídeo clicando no ícone de engrenagem.

Compartilhar




Comentários de usuários




A sala que você usa parece ser bastante ampla e vazia. Colocar caixas, objetos, coisas e afins ajuda a reduzir o eco da sala. Esse eco aí parece ser causado por isso. Posso estar errado...

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@andrighi você está certo. Um amigo que entende bem mais do que nós dois juntos me falou que o problema é que aqui não tem cortinas ou qualquer tecido, os móveis são de madeira, enfim, tudo dá reverberação/eco. O ideal seria montar uma sala só para isso com forro adequado, mas no momento não rola... ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Professor Gabriel,

 

Excelente vídeo aula. Tutorial tão bem explicado quanto os textos de seus livros de informática.

 

Mas eu tenho duas dúvidas: Esse seu método funciona com um hd híbrido (aqueles modelos com SSD conjugado com disco rígido)?

 

Depois de ler uma matéria aqui no CdH elogiando esses HDs híbridos, eu adquiri recentemente um HD Seagate Solid State (Modelo ST1000LM014) com 64 mb de cache e  (2 em 1) e gostaria de saber se este programa GParted funciona também com este tipo de HD?

 

Pois este HD híbrido é dividido em duas partes físicas (1 tera na parte do disco rígido e 8 gb na parte ssd).  Será que o GParted serve?

 

A outra dúvida é saber se este HD híbrido pode ser montado dentro de um case (gaveta externa) USB 3.0 para fazer essa operação.

 

Grato pela atenção.

 

José

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@gerago funciona sem problema com HDs híbridos (SSHD). Pois do ponto de vista do sistema operacional, ele é um HD convencional. O método mostrado no vídeo, incluindo o gparted, funcionará sem problemas. Abraços!

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É mais rápido usar o Clonezilla. Elimina a necessidade de redimensionar as partições do HD original.

Queria descobrir um jeito fácil de fazer o Clonezilla clonar de um disco com maior capacidade para um menor. Geralmente o HD tem maior capacidade do que o SSD.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito boa a explicação, mas vocês estão precisando de um editor caso daqui pra frente o objetivo de vocês é fazer video, para as videos aulas ficarem muito mais atrativas.

Editado por FMM
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É mais rápido usar o Clonezilla. Elimina a necessidade de redimensionar as partições do HD original.

 

Queria descobrir um jeito fácil de fazer o Clonezilla clonar de um disco com maior capacidade para um menor. Geralmente o HD tem maior capacidade do que o SSD.

 

@fmpfmp e @agnaldoreis, o Clonezilla tem evoluído muito nos últimos anos. Quando conheci e comecei a usar, ele não redimensionava as partições clonadas.

 

Faz alguns meses que utilizei pela última vez, pode ser que versões mais novas ofereçam um recurso para clonar um disco maior para um menor, desde que, é claro, o menor tenha espaço suficiente para armazenar a área ocupada pelo maior.

 

Tempos atrás eu precisei fazer isso e o que fiz foi, antes de usar o Clonezilla, diminuir o tamanho da partição de origem (no HD de maior capacidade) para que ela ficasse com tamanho igual ou menor que a partição do disco destino (com menor capacidade).

 

Um pouco mais de trabalho e tempo para executar, backup antes de redimensionar a partição de origem, claro... mas funcionou perfeitamente! :)

Editado por Duda Sgluber
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pode ser que barateie, agora custa na média de 67 reais as cases para colocar no lugar do drive de dvd do note

"Case Adaptador N.Stor HD Sata 2.5" para Baia SATA HDD & SSD"

 

 

Além de não perder a garantia,

ainda fica com dois hds no note.

 

Com pendrives baratos de 32, 16gb e 8gb baratos, a unidade de dvd é praticamente esquecida.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@fmpfmp e @agnaldoreis, o Clonezilla tem evoluído muito nos últimos anos. Quando conheci e comecei a usar, ele não redimensionava as partições clonadas.

 

Faz alguns meses que utilizei pela última vez, pode ser que versões mais novas ofereçam um recurso para clonar um disco maior para um menor, desde que, é claro, o menor tenha espaço suficiente para armazenar a área ocupada pelo maior.

 

Tempos atrás eu precisei fazer isso e o que fiz foi, antes de usar o Clonezilla, diminuir o tamanho da partição de origem (no HD de maior capacidade) para que ela ficasse com tamanho igual ou menor que a partição do disco destino (com menor capacidade).

 

Um pouco mais de trabalho e tempo para executar, backup antes de redimensionar a partição de origem, claro... mas funcionou perfeitamente! :)

 

Fiz isso semana retrasada. Clonei um HD SATA de 320Gb para um maior USB de 1TB e o próprio Clonezilla redimensionou a partição de destino pra que ocupasse todo o espaço disponível. Demorou cerca de 40 minutos. Foi mais rápido do que imaginei até. Só precisei fazer uma mídia de boot, como o Gabriel falou no vídeo.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiz isso semana retrasada. Clonei um HD SATA de 320Gb para um maior USB de 1TB e o próprio Clonezilla redimensionou a partição de destino pra que ocupasse todo o espaço disponível. Demorou cerca de 40 minutos. Foi mais rápido do que imaginei até. Só precisei fazer uma mídia de boot, como o Gabriel falou no vídeo.

 

Sim, já faz "algumas versões" que o Clonezilla redimensiona partições quando você faz a clonagem de um disco menor para um maior, o que é uma mão na roda.

 

Tempos atrás, quando esse recurso não existia, era um trabalho a mais. Cansei de fazer isso, mas nunca deixei de usar o Clonezilla porque ele é realmente muito rápido, como você constatou.

Editado por Duda Sgluber
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma dica bem melhor é utilizar esse adaptador, colocando o ssd no lugar do cd rom. E pronto! E 80% dos note no Brasil existe uma tampa para acessar o hd e as memórias sem a necessidade de desmontrar o note inteiro como o Gabriel fez.

 

img_8580.jpg

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, apenas uma mensagem rápida para agradecer a participação de todos e a troca de experiências e dicas, que certamente ajudarão outros usuários! Abraços!

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pierazolli,

 

Acho que a melhor relação custo benefício é um HD híbrido, cuja velocidade não chega a se equiparar a um SSD puro, mas é bem mais veloz que um HD comum.  Inclusive aqui no Clube do Hardware os testes comprovaram isso.

 

Agora em relação ao programa de clonagem, gostei muito da interface do Acronis.

 

att

 

gerago.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

gostaria de saber como realizar esse procedimento (abertura do notebook) no hp n040-br, pois deu muito trabalho para eu abri-lo e acabei danificando as suas bordas

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

gostaria de saber como realizar esse procedimento (abertura do notebook) no hp n040-br, pois deu muito trabalho para eu abri-lo e acabei danificando as suas bordas

Não te entendi, se você já abriu o note, porque quer abrir ele novamente? oO

Pierazolli,

 

Acho que a melhor relação custo benefício é um HD híbrido, cuja velocidade não chega a se equiparar a um SSD puro, mas é bem mais veloz que um HD comum.  Inclusive aqui no Clube do Hardware os testes comprovaram isso.

 

Agora em relação ao programa de clonagem, gostei muito da interface do Acronis.

 

att

 

gerago.

 

Eu paguei R$ 250 em um SSD da kingston SSD Now de 120 GB, e estou extremamente satisfeito com a performance, e não vejo muita vantagem em um hibrido.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

...

Agora em relação ao programa de clonagem, gostei muito da interface do Acronis.

 

att

 

gerago.

 

O Acronis True Image foi minha primeira opção antes de eu conhecer o Clonezilla. De fato, sua interface está "anos-luz" à frente da interface do Clonezilla, que tem neste quesito seu ponto mais fraco.

 

Ainda uso o Acronis eventualmente, mas o Clonezilla assumiu o 1º lugar há tempos principalmente por causa da velocidade. E sua interface "antiga", nos padrões dos velhos e bons programas com "interface caracter", não é tão assustadora depois que você se acostuma. ;)

Editado por Duda Sgluber

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Duda,

 

Ok. Grato por mais essa informação. Vou me aprofundar mais na interface do Clonezilla. Ele está sendo muito elogiado por aqui.

 

Gerago.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não te entendi, se você já abriu o note, porque quer abrir ele novamente? oO

 

justamente porque quando eu o abri, danifiquei as bordas dele, então acredito que não tenha sido feito da forma correta e deve existir uma forma mais simples de abri-lo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

justamente porque quando eu o abri, danifiquei as bordas dele, então acredito que não tenha sido feito da forma correta e deve existir uma forma mais simples de abri-lo.

As bordas de plastico tem que ser abertas com as espatulas de nylon.

 

Tem kits no ml a 19 reais.

 

Na falta, até um cartão de credito vencido ou palhetas de música funcionam bem se tiver cuidado e bom senso.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

justamente porque quando eu o abri, danifiquei as bordas dele, então acredito que não tenha sido feito da forma correta e deve existir uma forma mais simples de abri-lo.

Abra com um material menos duro do que você o abriu. Quanto menor a dureza, menos risco...

Editado por agnaldoreis

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostei, ficou bem explicado!

 

Agora vem o detalhe, clonei umas 3 vezes HD para SSD e sempre houve desempenho aquém de uma instalação limpa no SSD, inclusive já me recomendaram sempre fazer instalação limpa em SSD.

 

Chegou ao ponto de uma das "clonagens" ficar 2 vezes mais lenta do que uma instalação limpa, desde então nunca mais clonei para SSD.

 

Isso é um fato ou tive azar mesmo?

 

Usei desde o velho norton ghost até o hdclone.

 

[]'s

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora vem o detalhe, clonei umas 3 vezes HD para SSD e sempre houve desempenho aquém de uma instalação limpa no SSD, inclusive já me recomendaram sempre fazer instalação limpa em SSD.

 

Chegou ao ponto de uma das "clonagens" ficar 2 vezes mais lenta do que uma instalação limpa, desde então nunca mais clonei para SSD.

 

Isso é um fato ou tive azar mesmo?

A instalação do zero sempre terá melhor desempenho do que uma cópia, nem se a diferença for de 1%, ainda assim será melhor.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora