Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação NZXT HALE82 N 650 W

       
 26.726 Visualizações    Testes  
 13 comentários

Vamos testar a mais nova fonte de alimentação de 650 W com certificação 80 Plus Bronze da NZXT.

Teste da Fonte de Alimentação NZXT HALE82 N 650 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A NZXT está lançando hoje uma nova série de fontes de alimentação, a HALE82 N, formada por três modelos: 550 W, 650 W e 750 W, todos com certificação 80 Plus Bronze. A principal diferença externa entre a série HALE82 N e a série HALE82 original é que os modelos da série “N” não têm sistema de cabeamento modular. Internamente, a série HALE82 usa um projeto DC-DC em seu secundário, enquanto a versão “N” usa um projeto convencional com retificadores Schottky, por isso ela é mais barata do que a HALE82 original.

NZXT HALE82 N 650 W
Figura 1: Fonte de alimentação NZXT HALE82 N 650 W

NZXT HALE82 N 650 W
Figura 2: Fonte de alimentação NZXT HALE82 N 650 W

A NZXT HALE82 N 650 W mede 14 cm de profundidade e tem uma ventoinha de 120 mm com rolamento de esferas em sua parte inferior (Yate Loon D12BH-12).

A fonte testada não tem sistema de cabeamento modular. Todos os cabos são protegidos por acabamentos em nylon que saem de dentro da fonte. Esta fonte vem com os seguintes cabos:

  • Cabo principal da placa-mãe com um conector de 20/24 pinos, 60 cm de comprimento
  • Um cabo com dois conectores ATX12V que juntos formam um conector EPS12V, 65 cm de comprimento
  • Dois cabos com um conector de seis/oito pinos cada e um conector de oito pinos para placas de vídeo, 50 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores
  • Dois cabos com quatro conectores de alimentação SATA cada, 50 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores
  • Um cabo com três conectores de alimentação para periféricos, 50 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores
  • Um cabo com dois conectores de alimentação para periféricos e um conector de alimentação para a unidade de disquete, 50 cm até o primeiro conector, 10 cm entre os conectores

Todos os fios são 18 AWG, que é a bitola mínima recomendada. Nós achamos que o uso de conectores de oito pinos nos cabos de alimentação para placas de vídeo é uma desvantagem, já que você não poderá instalar duas placas de vídeo que necessitem de dois conectores de seis pinos cada. A curta distância entre os conectores de alimentação SATA e para periféricos também pode ser um problema.

NZXT HALE82 N 650 W
Figura 3: Cabos

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Sacanagem a NZXT possuir fontes como esta , então resumindo , as duas séries então possuem o mesmo projeto , porêm a original possue projeto DC-DC e é modular . Tirando estas modificações a série HALE82 pode apresentar resultados diferentes a série N ?

Editado por Gabriel Braga

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Sacanagem a NZXT possuir fontes como esta , então resumindo , as duas séries então possuem o mesmo projeto , porêm a original possue projeto DC-DC e é modular . Tirando estas modificações a série HALE82 pode apresentar resultados diferentes a série N ?

Esse que é o problema, uma fonte dessas manchar a imagem da reputação da marca quanto a fontes, porque as Hale82 e Hale90 são fontes de qualidade incontestável. Agora, tem que ter um pouco de atenção ao comprar - As Hale82 são fontes da plataforma Seasonic AM (M12II), e são muito recomendáveis. Já essas Hale82 N são fontes fabricadas pela FSP, e pelo jeito quem projetou esta fonte deve ter tomado uns més dos bem brabos.

É melhor que a NZXT conserte isso aí antes que a coisa fique feia pro lado dela. 494mV é coisa de fonte de fabricante chinesa fundo de quintal, e pra uma fabricante do tamanho da FSP isso é bem ruim...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É melhor que a NZXT conserte isso aí antes que a coisa fique feia pro lado dela. 494mV é coisa de fonte de fabricante chinesa fundo de quintal, e pra uma fabricante do tamanho da FSP isso é bem ruim...

Nem fabricante de fundo de quintal faz tamanho papelão... Essa NZXT consegui bater os recordes da Neox NXF500W

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-NEOX-NXF500W/2491/8

Ah sim, e faltou uma coisa que julgo sere muito importante. No teste em ingl^es tem isso na página 8:

NZXT told us that they only guarantee the correct functioning of this power supply up to 35º C, which matches our findings.

http://www.hardwaresecrets.com/article/NZXT-HALE82-N-650-W-Power-Supply-Review/1565/8

Fatlou colocar isso aqui no CdH.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Nem fabricante de fundo de quintal faz tamanho papelão... Essa NZXT consegui bater os recordes da Neox NXF500W

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-NEOX-NXF500W/2491/8

Na verdade tem uma pior ainda:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Leadership-Gamer-Wireless-900-W/1596/7

A Leadership chegou a marca dos 500 mV na saída +3.3V com a fonte fornecendo menos de 200 W.

Mas putz, que vacilo da NZXT! É impressionante! Parece que eles não pensam nem um pouco na imagem da empresa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Os testes dessa fonte foi feito com temperaturas ambientes acima de 45 graus? ta loco como isso, foi testada dentro de um forno???

Tem coisa errada ai nao?????

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

nada meu caro...... se você ponderar que tua mobo trabalha acima dos 30, e o processador acima de 42, não é de se pensar temps diferentes. Em pouquissimos gabinetes vê-se temps de 25º dentro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A NZXT deu essa desculpa dos 35ºC, mas será essa temperatura faz tanto milagre assim que consiga salvar o ripple e a regulação de tensão da fonte?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A NZXT deu essa desculpa dos 35ºC, mas será essa temperatura faz tanto milagre assim que consiga salvar o ripple e a regulação de tensão da fonte?

Pra mim não é desculpa nenhuma. Fonte boa tem que trabalhar bem até os 50º. Se o ripple vai pro teto acima de 35ºC de temperatura, é mais por causa de incompetência dos engenheiros.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Na verdade tem uma pior ainda:

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Leadership-Gamer-Wireless-900-W/1596/7

A Leadership chegou a marca dos 500 mV na saída +3.3V com a fonte fornecendo menos de 200 W.

Na Leadership foram 360 mV no útilmo teste. Já na NZXT foram 494,6 mV no teste 5.

O voltímetro registrou nesta saída uma tensão de 3,06 V. Mas considerando essa variação toda, havia momentos em que a tensão estava a 2,81 V.

O nível foi tão alto que o Gabriel colocou a escada vertical do osciloscópio para 0,1 V/Div. Normalmente ele utiliza 0,02 V/Div.

A NZXT deu essa desculpa dos 35ºC, mas será essa temperatura faz tanto milagre assim que consiga salvar o ripple e a regulação de tensão da fonte?

A temperatura é um fator importante. Temperaturas mais baixas, a depender da fonte, podem trazer níveis de oscilação e ruído mais baixos também. Temperatura é um negócio que mexe com eficiência, potência da fonte, regulação de tensão e tudo mais.

Editado por ignacho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olha, saiu um outro review sa Hale N 750. Resultados nada bons...

http://www.hardwareheaven.com/reviews/1512/pg5/nzxt-hale82-n-series-750w-power-supply-testing-results.html

Isso quer dizer que o ripple alto é mesmo falha de projeto, portanto, atenção - NÃO comprem as NZXT Hale82 N. São fontes defeituosas e o ripple em 3.3V danificará suas peças muito rapidamente. Quando despejarem os produtos rejeitados no Brasil, não comprem. Vocês podem até comprar as NZXT Hale82 normais, que são Seasonic AM, mas as Hale82 N NÃO.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Então, como eu pensava, essa milagrosa temperatura de 35ºC não salvou as NZXT HALE 82 N de serem bombas, já que os testes da Hardware Heaven usaram temperaturas mais baixas que esse limite e os problemas de oscilação e ruído continuaram.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Sacanagem a NZXT possuir fontes como esta , então resumindo , as duas séries então possuem o mesmo projeto , porêm a original possue projeto DC-DC e é modular . Tirando estas modificações a série HALE82 pode apresentar resultados diferentes a série N ?

A introdução na review pode até induzir a este pensamento, mas são fontes de projetos diferentes, plataformas diferentes, fabricantes diferentes, componentes diferentes e resultados inteiramente diversos.

A NTXT pode ser tida como boa marca, mas essa série tem falha de fabricação, eis tudo. Devia simplesmente ter sido retirada de circulação. Está encalhada na Newegg até hoje e parece que mandaram o restante do estoque todo para o... isto mesmo, Brasil.

De qualquer forma é preciso ver que a NTXT tem fontes fabricadas pela Super Flower, pela Seasonic, FSP e pela Sirtec. Portanto, produtos bem desiguais, que requerem avaliação individual.

Não é por ser da FSP que essa série dos testes é ruim, mas por falha de projeto mesmo. A nova série Hale90 v2 também é da FSP e não é ruim. Mas as melhores continuam sendo a Hale 90, da Super Flower, e a Hale 82-M, da Seasonic.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×