Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Por Dentro do Macintosh Plus

       
 12.186 Visualizações    Tutoriais  
 4 comentários

Vamos dar uma olhada no hardware do Macintosh Plus, o terceiro Mac lançado, em 1986, como o sucessor do Macintosh 512K.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Após o lançamento do Macintosh original em 1984 e do Macintosh 512K em 1985, a Apple lançou o Macintosh Plus em 1986, agora com 1 MB de memória (RAM), uma unidade de disquete de 3,5” de 800 kB e uma porta SCSI. Vamos conferir.

O Macintosh original (Macintosh 128K), o Macintosh 512K e o Macintosh Plus apresentavam o mesmo projeto básico e, portanto, podemos considerar esses três modelos como sendo a primeira geração dos computadores Macintosh. Todos eles eram baseados no microprocessador 68000 da Motorola, que era um dos processadores mais poderosos da época, e tinham um monitor de vídeo de nove polegadas com resolução de 512 x 342 integrado ao corpo do computador. A principal diferença entre os três modelos é a quantidade de memória RAM (128 kB, 512 kB ou 1MB). No entanto, enquanto que os primeiros dois modelos não permitiam que o usuário adicionasse mais memória, o Macintosh Plus usava módulos de memória SIMM-30, permitindo que usuários expandissem a memória para até 4 MB, como mostraremos adiante. Na verdade, em janeiro de 1988, a Apple lançou modelos do Macintosh Plus com 2MB ou 4 MB de memória.

Outra diferença entre os três modelos era a unidade de disquete. O Macintosh 128K usava unidades de disquete de 3,5” de 400 kB. Os primeiros modelos do Macintosh 512K (número do modelo “M0001W”) também usavam uma unidade de disquete de 3,5” de 400 kB, mas os modelos mais novos (número do modelo “M0001E” ou “M0001D”) usavam unidades de disquete de 3,5” de 800 kB. O Macintosh Plus vinha com uma unidade de disquete de 3,5” de 800 kB.

Nenhum desses computadores vinha com um disco rígido, portanto o sistema operacional e os programas deveriam ser carregados através de disquetes. Nós vemos com frequência pessoas vendendo Macs no eBay dizendo que ele está com defeito porque o sistema operacional não está carregando e o computador mostra um ícone de um disquete e um ponto de interrogação (o cidadão vendendo o computador aparentemente não sabe que computadores antigos não vinham com disco rígido). No entanto, este é o comportamento normal do computador quando ele não encontra um disquete contendo o sistema operacional, e isto significa que o computador está funcionando como esperado.

O Macintosh Plus, no entanto, foi o primeiro computador Macintosh a vir com uma porta SCSI, que permitia que você instalasse um disco rígido externo neste computador.

Originalmente, o Macintosh Plus foi lançado na cor amarela, tal como o Macintosh 128K e o Macintosh 512K. Porém, em janeiro de 1987 sua cor foi mudada para o cinza claro (chamada “platina”) que a Apple passou a usar em seus computadores.

Macintosh Plus
Figura 1: O Macintosh Plus

A primeira coisa que você notará ao ver um Macintosh Plus é como ele era pequeno. Na Figura 2, nós o comparamos com um monitor LCD de 21 polegadas.

Macintosh Plus
Figura 2: O Macintosh Plus comparado com um monitor LCD de 21 polegadas

Diferentemente do Apple II e Apple III, o teclado não fazia parte do corpo do computador e estava conectado a ele através de um cabo espiralado semelhante aos usados em telefones. O teclado era mecânico, sendo quase idêntico ao usado no Apple lle, exceto que as teclas “Open Apple” e “Solid Apple” foram substituídas pelas teclas “Command” e “Options”, respectivamente. O teclado do Macintosh Plus era diferente do usado no Macintosh 128K e no Macintosh 512K, apresentando agora um teclado numérico. Sua cor foi alterada de amarelo para platina, quando a cor do Macintosh Plus foi modificada (janeiro de 1987).

Macintosh Plus
Figura 3: O teclado

O mouse era retangular com um único botão, mecanicamente idêntico ao usado pelo Macintosh 128K e Macintosh 512K, mas teve sua cor alterada de amarelo para platina quando a Apple mudou a cor do Macintosh Plus. Por muitos anos os mouses da Apple tinham apenas um botão. Ele estava conectado ao computador através de um conector DE-9 idêntico ao usado nas portas seriais do Macintosh, mas a porta do mouse usava um padrão próprio.

Macintosh Plus
Figura 4: O mouse

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Mais uma belo artigo, nota-se grandes avancos entre o 512k e o Plus, inclusive esteticos...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O curioso é que na figura 12 da pra ver um CI perto das saídas com o símbolo da AMD, pelo jeito ela já existia.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu amigo, a AMD foi fundada em 1969.

AMD é uma das empresas fundadas por ex-funcionários da Fairchild, assim como a Intel. Antes de fabricar processadores, ela fabricada circuitos integrados de uso geral, assim como a Intel. A AMD só começou a fabricar microprocessadores em 1981, se não me engano, porque a IBM tinha como política não comprar peças de um único fornecedor, então a Intel teve de licenciar seus processadores para que outra empresa pudesse fabricá-los e eles pudessem vender seus processadores 8088 para a IBM. A empresa escolhida foi a AMD.

Mais informações: http://en.wikipedia.org/wiki/Jerry_Sanders_(businessman)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, tá aí o vídeo prometido. Eu coloquei um HD externo neste Macintosh Plus. As barras pretas rolando da tela ocorrem sempre em monitores antigos, é só no vídeo, na vida real elas não aparecem:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora