Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Quanto e Como Cobrar? - Parte 3

       
 44.684 Visualizações    Editoriais  
 1 comentário

Quanto cobrar por um serviço técnico e manutenção.

Quanto e Como Cobrar? - Parte 3
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Nosso consultor Armando Wanderley nos contou a seguinte história nessa semana. A história já diz tudo por si só e, portanto, não vamos nem comentar nada.

Nesta semana veio um cliente com um telão para ser consertado em minha empresa. A história contada pelo cliente eu já tinha ouvido antes. Verificando com o cliente, esse telão já havia sido encaminhado para nós para orçamento, porém através de uma outra empresa que terceiriza serviços de manutenção conosco. Avisei esse fato ao cliente e ele explicou que não havia feito o serviço porque achou o orçamento muito caro.

Por curiosidade, o cliente perguntou de quanto tinha sido o orçamento. Respondi na lata: R$ 420,00 (foi o preço que havia cobrado para consertar esse telão anteriormente). O cliente ficou branco!

A outra empresa, que havia me passado o serviço, cobrou do cliente R$ 6.220,00! Ou seja, essa empresa iria ganhar em minhas costas e sem fazer absolutamente NADA R$ 5.800,00. O cliente me apresentou o orçamento por escrito como prova (nesse orçamento havia descrito até a troca de peças que não existiam, como subwoofer). Mostrei ao cliente o documento com o orçamento que havia passado para a empresa. Obviamente o cliente ficou indignado.

O pior não é isso: o cliente só desconfiou que havia algo de errado quando, ao reclamar do preço (esse modelo de telão custa, no máximo, US$ 5.000,00), a tal empresa baixou o preço para R$ 1.500,00. É óbvio que o cliente achou estranho um desconto desse tamanho e logo desconfiou que o pessoal era picareta.

Ou seja, é por causa dessa mania em nosso país das pessoas quererem ganhar muito depressa em cima de um único cliente e, ainda por cima, sem trabalhar, é que acabamos não indo para frente. Ou pior, acabamos sendo nivelados por esse tipo de picaretas.

Ao ter serviços terceirizados -- o que é muito comum de ocorrer, por exemplo, encaminhar um monitor ou uma impressora para um colega que conserta esse tipo de equipamento -- lembre-se dessa história. Pois não é preciso dizer que esse meu cliente irá espalhar essa história para todo mundo, acabando por "queimar" essa empresa no mercado.

E o mais importante: são os seus serviços e o seu nome que acabarão em jogo. Pois, muito provavelmente, se o cliente reclamasse da lista (errada) de peças que teriam de ser trocadas, a tal empresa muito provavelmente iria alegar que a lista havia sido passada pelo técnico. E, aí, quem se queima é você.

Por isso, é muito importante guardar todos os orçamentos dados aos clientes como prova.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Ola galera do Clube do Hardware sou técnico em informática e já estou trabalhando a uns 6 meses na área de manutenção e certo dia um cliente me contratou para um serviço em sua casa, simplesmente o que um técnico que ele chamou não foi capaz de fazer, hrs simplesmente formatar o micro dele e instalar o WIN Xp, sim fui a casa do cliente para fazer o serviço que era somente instalar o “Windows Xp” e logo eu disse pelo tel que o "serviço" pelo qual era somente formatar o micro e instalar o winxp sp1 seria 35 reais, mais chegando lá me deparei q o micro estava em uma rede compartilhando a Internet e logo em seguida uma impressora mais "velha q a serra" e foi no q deu, certo instalei tudo bonitinho configurei os drivers da maquina, instalei a mesma na rede que não era combinado e instalei a impressora também e outras coisas que não lembro e só cobrei 35 reais, depois de quase 2 meses o mesmo cliente me retorna dizendo que a sua impressora não estava imprimindo nada que tudo estava ok mais ela não imprimia, ta então eu fui lá para olha a "impressora" fiquei no mínimo quase 1:30 para desvendar o mistério e tornar a mesma normal e como era antes imprimindo tudo! No final o cliente me perguntou se ia cobrar aquilo tudo q eu fiz, e lógico eu falei q sim pois estava lá para isso e tinha me deslocado o q gerava mais um custo, cobrei do cliente 25 reais pelo serviço prestado 20 do serviço e 5 do deslocamento e na mesma hr o cliente já retrucou comigo dizendo que eu ia cobra 25 reais só pra fazer aquilo que eu tinha que ter feito isso a mais de 30 dias atrais, mais eu falei para ele que agora era um outro serviço prestado e que naquele dia eu tinha configurado tudo, mais o cliente mesmo depois da minha explicação falou que estava caro mais ia me pagar depois logo pensei então ta beleza, mais o tempo foi passando e ele não me pagou, pelo fato de ser um conhecido não fiz nenhum contrato de serviço com ele foi tudo de boca mesmo mais nessa de ser bonzinho me dei mal. Agora eu digo a vocês “técnicos em informática” quantos devo cobra pelo os meus serviços pois vejo pessoas cobrarem a partir de 40, 60 reais ou até mais e muito nego rale ai q não e técnico ###### nenhuma cobrar 10, 15, 20 reais por serviço. Gostaria de saber a partir de quanto vou cobrar, pois meus cursos não foram baratos nem meu segundo período de sistema da informação na puc minas, galera gostaria de umas dicas suas falo abrigado...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×