Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe PCChips M930LR

       
 67.260 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe PCChips M930LR, baseada no chipset SiS 645, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe PCChips M930LR
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A PCChips (http://www.pcchips.com) todo mundo conhece. Desde os tempos pré-históricos é a marca mais vendida de placas-mães no mundo todo. Ela conseguiu isso produzindo as placas-mães mais baratas do mercado. E isso não é coisa nova. A PCChips é líder do mercado de placas-mães desde a época dos 386s. É tempo para burro.

A marca mais vendida e mais barata não significa a melhor. Longe disso, e todos os técnicos, usuários entusiastas e a própria PCChips estão carecas de saber disso.

Algumas placas-mães da PCChips que testamos no passado chegaram a ter bom desempenho. Mas a M930 mostrou ser uma bomba. No mal sentido mesmo. Todos sabem que somos imparciais. Mas foi difícil não falarmos mal dessa placa-mãe. Ela apresentou o pior desempenho de todas as placas-mães que já testamos até hoje. A diferença de desempenho dessa placa-mãe para as placas-mães topo de linha chegou em alguns testes a absurdos 45%.

E não adianta tentar colocar a culpa no chipset, o SiS 645, já que a ASUS P4S333 também usa o mesmo chipset e, ao contrário da M930, obteve um dos melhores resultados em nossos testes entre placas-mães soquete 478. O seja, a culpa é da placa-mãe mesmo.

Nosso conselho é claro: fuja dessa placa-mãe. A única vantagem que essa placa-mãe tem sobre as concorrentes é o preço, muito mais barato. Mas acreditamos que isso não justifique um desempenho 40% inferior a uma placa-mãe de qualidade. Em outras palavras: do que adianta comprar um Pentium 4 de 2 GHz, um dos processadores mais caros do mercado, e colocá-lo para rodar em uma placa-mãe dessas, que apresentará um desempenho sofrível? Nos parece muito mais inteligente comprar um Pentium 4 mais barato (de clock menor) e usar a diferença de preço para escolher uma placa-mãe de melhor qualidade. Com certeza o desempenho do micro será melhor.

Mas vamos a nossa análise propriamente dita. Além do preço, essa placa-mãe tem como vantagem em relação à maioria das placas-mães para Pentium 4 o fato de usar uma fonte ATX comum e não uma fonte ATX12V ("fonte para Pentium 4"). Com isso, um micro montado com essa placa-mãe será mais barato também por conta do custo do gabinete e da fonte de alimentação, que são mais baratos.

A grande característica de hardware dessa placa-mãe é aceitar tanto memória SDRAM quanto memória DDR-SDRAM. Note, no entanto, que só é possível usar um ou outro tipo de memória, não os dois tipos ao mesmo tempo. Na Figura 1 nós vemos o detalhe dos soquetes de memória dessa placa-mãe. Lembrando que o chipset SiS 645 aceita memórias DDR333/PC2700.

Placa-Mãe PCChips M930LR
Figura 1: Soquetes de memória da PCChips M930.

Se você quiser obter um desempenho um pouco melhor com essa placa-mãe, use memória DDR-SDRAM. O desempenho dessa placa-mãe com memória SDRAM foi sofrível, como você verá nos resultados de nossos testes.

Essa placa-mãe traz, além de áudio on-board, rede on-board.

Por fim, não conseguimos configurar overclock com essa placa-mãe, já que ela não possui ajuste para a configuração de overclock nem através do setup nem através de jumpers.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×