Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Escolhendo o Cooler Certo Para o Seu Micro

        175.928 Visualizações     0 comentários     Tutoriais   

Aprenda mais sobre como escolher o cooler certo para o seu processador.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Com os processadores atingindo clocks cada vez maiores, é cada vez mais importante nos preocuparmos com a sua correta refrigeração, já que quanto maior o clock do processador, mais ele esquenta.

O calor que o processador gera em sua operação deve ser dissipado, para que o processador não se queime. E isso realmente pode ocorrer caso um processador seja instalado sem dissipador de calor, já que seus minúsculos circuitos literalmente derretem quando o processador se aquece além de seu limite.

O conjunto do dissipação térmica do processador é chamado cooler. O cooler é formado por dois dispositivos: um dissipador de calor, que é um pedaço de alumínio recortado, e uma ventoinha, que é um pequeno ventilador colocado sobre o dissipador de calor.

O grande problema é que a maioria das pessoas acha que ventoinha e dissipador de calor é tudo igual, e acaba instalando um cooler subdimensionado para o seu processador. Na maioria das vezes a conseqüência é um micro instável, isto é, travando aleatoriamente. Na pior das hipóteses o processador pode até mesmo queimar.

É interessante que o preço do cooler é ridículo se comparado ao preço final da máquina. Coolers "turbinados" custam na faixa de R$ 20,00 e não nos parece inteligente querer economizar R$ 10,00 em um computador, que é um equipamento de mais de R$ 1.200,00 - ainda mais se levarmos em conta que o cooler está protegendo a peça mais cara do micro, que é o processador.

Todo o cooler é desenhado especificamente para um determinado processador. Bons fabricantes de coolers - como a AVC (http://www.avc.com.tw) e a Cybercooler (http://www.cybercooler.com.br) - deixam isso bem claro na embalagem de seus produtos.

O problema é que um cooler desenhado para um determinado processador encaixa perfeitamente sobre qualquer outro processador que tenha o mesmo tamanho. Por exemplo, você pode facilmente instalar um cooler originalmente projetado para o Celeron sobre um Pentium III ou um Athlon, pois se encaixa perfeitamente. O problema é que o micro com certeza irá travar (congelar) depois de um tempo.

O mais grave é que muitos técnicos montam micros com coolers subdimensionados, por vários motivos: desconhecimento do assunto, por não ter o cooler adequado em estoque ou mesmo para economizar no preço final do micro (como dissemos, achamos que essa economia não vale a pena).

A maneira mais simples de você saber se o cooler de seu processador está adequado é monitorando a temperatura do processador. Todas as placas-mães novas possuem um sensor de temperatura no soquete do processador. A medida de temperatura pode ser facilmente feita através do setup do micro (para entrar no setup, pressione a tecla Del durante a contagem de memória), em um menu chamado PC Health Status ou similar, em uma linha chamada "CPU Temperature" ou similar.

A maioria dos processadores permite trabalhar a até 70º C. O ideal é que a temperatura dele esteja bem abaixo de 70º C. Quanto mais frio o seu processador estiver, melhor. Você pode experimentar trocar o cooler de seu processador por outro de outra marca para ver o que ocorre com a temperatura de seu processador.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora