Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do tablet DL X-PRO

       
 28.112 Visualizações    Testes  
 2 comentários

Nós testamos o tablet de baixo custo X-PRO da DL, que tem tela de sete polegadas com resolução 1024 x 600, processador Intel Atom Z2520 e que roda Android 4.2.

Teste do tablet DL X-PRO
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O DL X-PRO é um tablet de baixo custo de sete polegadas com processador Atom Z2520 (dois núcleos com tecnologia Hyper-Threading e clock de 1,2 GHz) tela LCD com resolução de 1024 x 600, 1 GiB de RAM e 8 GiB de espaço de armazenamento. Ele tem uma câmera frontal de 2 Mpixels para conversas em vídeo e vem com o sistema operacional Android 4.2 (“Jelly Bean”). Vamos testá-lo e ver se é uma boa compra.

A Figura 1 mostra a caixa do X-PRO.

DL X-PRO
Figura 1: embalagem

Dentro da embalagem, além do próprio tablet, nós encontramos um carregador, um cabo USB, um adaptador para conector USB tipo A e manual.

DL X-PRO
Figura 2: acessórios

A Figura 3 revela o DL X-PRO. Não há botões físicos na frente, apenas a câmera frontal na parte superior esquerda. As bordas são são largas. As laterais em plástico azul chamam a atenção.

DL X-PRO
Figura 3: o DL X-PRO

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Olá.

 

Lembrando:

 

Em um documento divulgado pelo jornal Folha de São Paulo, o órgão regulador especifica que abriu uma investigação contra as empresas DL e Lenoxx. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), entidade que representa as principais fabricantes de eletrônicos no país, as duas companhias não são associadas à Abinee e colocam à venda no mercado produtos que não são submetidos aos testes de homologação da Anatel. Agora, as duas fabricantes brasileiras serão investigadas sob a acusação de que vendem equipamentos abaixo do padrão de aprovação da Anatel.

 

Para comprovar a fraude, os tablets I-Style, da DL, e TB-55, da Lenoxx, que hoje são comercializados ilegalmente em território nacional, passaram por uma bateria de testes em laboratórios credenciados pela agência, mas não foram aprovados. De acordo com os experimentos, por não possuírem o selo da Anatel, esses gadgets sofrem interferências e oferecem risco de superaquecimento, podendo causar acidentes.

 

Segundo o documento obtido pela Folha, tanto a DL quanto a Lenoxx produzem tablets com componentes de baixa qualidade e vendidos a preços muito menores dos que são praticados por outras empresas do setor. Acontece que, para a montagem dos aparelhos que são enviados à agência, as companhias utilizariam componentes mais caros e de melhor qualidade. Ou seja: as duas entidades estariam vendendo para os usuários tablets piores que aqueles enviados para homologação.

 

A Abinee afirma ter obtido a informação de um de seus associados que questionou as fornecedoras chinesas sobre os baixos preços conseguidos pela DL e Lenoxx. Foi quando esse mesmo associado descobriu que só conseguiria vender seus aparelhos por um preço menor se comprasse componentes de qualidade inferior às chamadas "Golden Samples" (amostras de ouro, em português), que são 20% mais caras que outras peças. Os fornecedores chineses teriam afirmado que essas golden samples só são encomendadas (pela DL e Lenoxx) para a montagem de tablets que são enviados à certificação da Anatel.

 

A agência reguladora confirmou que está investigando o caso e, se confirmada a fraude, poderá multar as duas fabricantes em R$ 3 milhões, além de suspensão ou cancelamento da licença. Contudo, a DL e a Lenoxx não estão impedidas - pelo menos por enquanto - de continuarem vendendo seus tablets no país. Ambas negaram as acusações e reafirmaram que seus produtos seguem rigorosamente as especificações determinadas pela Anatel.

 

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/08/1494942-disputa-por-venda-de-tablets-vira-vale-tudo.shtml

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É fácil identificar se o tablet é de baixa qualidade só olhar ele por dentro... comparem com um Samsung pra verem a diferença gritante: https://www.ifixit.com/Guide/Samsung+Galaxy+Tab+3+7.0+Camera+Replacement/25573

 

Já vi varios assim como o da DL... são produtos que além de possuirem hardware muito ruim, tem tempo de vida baixissimo, apresentando problemas muitas vezes assim que são retirados da caixa... infelizmente não exite milagres, quer um produto de qualidade? vai ter que desembolçar :/

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×