Imprimir artigo
Teste do Mouse Gila da GX Gaming
por em Testes
Última atualização:
14.403 visualizações
Página 2 de 6

Introdução (cont.)

Produto Recomendado Clube do Hardware

Os nichos laterais são angulosos. Apenas no esquerdo há dois botões laterais; o nicho direito serve como apoio para o dedo mindinho de destros. Ambos os espaços são emborrachados, para dar maior aderência e melhorar a pegada..

Gila
Figura 4: lateral esquerda

Gila

Figura 5: lateral direita

Na parte inferior do Gila ficam o sensor laser Avago ADNS-9800, que atinge 8.200 dpi de resolução, e três pés de Teflon (nas laterais e na borda superior) para um deslize mais controlado e preciso. Ao contrário do DeathTaker, cujo compartimento de controle de peso ficava na lombada superior (uma solução inusitada), no Gila ele fica na parte inferior, como é de praxe em mouses para jogos. Um botão na traseira libera a tampa e revela uma peça triangular de silicone com os seis espaços para pesos de 4,5 gramas, que são acondicionados em um estojo separado.

Gila
Figura 6: parte inferior

Gila
Figura 7: detalhes da traseira e acessórios de regulagem de peso

O cabo do Gila brota de uma protuberância para mantê-lo mais firme. Assim como o cabo do DeathTaker, ele conta com uma presilha de velcro para mantê-lo enrolado, tem 1,8 metro de comprimento e é envolto em tecido. Na ponta, há um plugue USB banhado a ouro.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.799 usuários cadastrados
1.011 usuários on-line