Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Dausacker

Adesão ao Firefox

Recommended Posts

A hábil campanha publicitária da Fundação Mozilla e a constatação de que há alternativas mais rápidas e seguras que o Internet Explorer estão conseguindo pelo menos arranhar o domínio da Microsoft na Web. Conforme estudo da OneStat, o navegador de Bill Gates caiu abaixo da "barreira psicológica" de 90% do mercado. A queda coincide com o lançamento do Firefox, que já é usado por 4,58% dos internautas. As previsões situam o browser de código aberto com 10% do mercado no ano que vem.

O estudo, que analisou dados de cerca de dois milhões de internautas, distribui entre os navegadores da Mozilla o mercado perdido pelo Internet Explorer. Desde o lançamento do Firefox 1.0, no último dia 9, mais de cinco milhões e meio de pessoas adotaram o navegador aberto e gratuito.

As estatísticas publicadas pela OneStat, baseadas na atividade da rede em cem países, registra que a cota de mercado do Internet Explorer caiu a 88,9% durante a terceira semana de novembro, o que confirma a queda de cinco pontos percentuais em relação ao mês de maio. Em setembro, os números já indicavam a baixa e outra agência dava ao IE 93,7% do mercado.

E aproveitando a reabertura da guerra dos navegadores o Netscape, que foi o primeiro rival do Explorer, pretende lançar uma nova versão do seu software para antes do final deste ano e a Fundação Mozilla anunciou a "marcha dos dez milhões" de downloads da "raposa de fogo." As informações são do site IBLNews.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu uso aqui e muito bom o firefox 1.0 e esselente mais divez enquanto tenho que usar o internet explore porque algumas pagina em especiais o firefox ou as vezes fica pedindo para instalar um plug ou nem sai a pagina mais isso e raro o bom e que ele e 1000 vezes melhor que o internet explore do TIO BILL! :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu ja instalei também o Firefox, e ele vai ganhar muita força

Fora a mancada que mocosoft deu ao mostrar o search da MSN, utilizarao o Mozilla Firefox (noticia completa ta no terra informatica)

Mais tipo, eu gosto muito tambem do OPERA principalmente porque ele não instala aqueles plugins que ficam aparecendo toda hora na tela e não sei o caso do firefox, mais no opera aqueles script de java como por exemplo

"Click aqui para Votar"

Isso e um porre, no Opera isso num aparece, no firefox deve ser a mesma coisa de num aparecer

Abraços

Luiz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×