Teste do Tablet CCE motion.tab TR101
22/05/2013 às 13h43min por Rafael Otto Coelho em Tablets

Introdução

Vamos dar uma olhada no motion.tab TR101, um tablet de baixo custo da CCE, com tela de 10 polegadas e sistema operacional Android 4.0. Confira!.

Existem no mercado brasileiro inúmeros modelos, de vários fabricantes, de tablets com sistema Android, desde modelos topo de linha que competem diretamente com o iPad até modelos “xing ling”, isto é, sem marca. O TR101 é interessante por ter preço equivalente ao dos modelos “genéricos”, mas com uma marca nacional, sendo vendido em lojas de eletrodomésticos que oferecem uma garantia que o mercado informal não tem como oferecer.

Segundo a embalagem, o TR101 é fabricado pela Digibras no Pólo Industrial de Manaus.

As principais características do aparelho são a resolução de 1024 x 600 na tela sensível ao toque com até 10 pontos simultâneos, 1 GiB de memória e 8 GiB de espaço de armazenamento.

A Figura 1 mostra a caixa do motion.tab TR101.

CCE motion.tab TR101
Figura 1: Caixa

Os acessórios que acompanham o tablet podem ser vistos na Figura 2: manual, cabo USB (para conectar o aparelho a um computador), extensão USB (para ligar, por exemplo, um “pen drive” ao tablet) e carregador.

CCE motion.tab TR101
Figura 2: Conteúdo da embalagem

Na Figura 3 podemos ver a frente do motion.tab TR101. Quase imperceptível, no canto superior direito fica a câmera frontal de resolução VGA (640 x 480). A parte frontal é bastante reflexiva e fica facilmente com marcas de dedos.

CCE motion.tab TR101
Figura 3: O motion.tab TR101

A Figura 4 revela a traseira do aparelho. No canto superior esquerdo vemos a câmera principal de 2 Mpixels. A tampa traseira é feita de um plástico que não passa a impressão de ser muito robusto, mas não tivemos problemas mesmo quando o aparelho caiu no chão acidentalmente.

CCE motion.tab TR101
Figura 4: Vista traseira

Visão Geral

Na Figura 5 podemos ver o lado direito do TR101. Aqui temos o botão de liga/desliga (também usado para colocar o tablet em modo de suspensão e “acordá-lo”), o conector para fones de ouvido, uma saída mini HDMI, uma porta Micro-USB para conexão a um computador, uma porta Micro-USB para ligar dispositivos como “pen drives” ao equipamento, botão de reset, conector para o carregador e o leitor de cartões de memória microSD..

CCE motion.tab TR101
Figura 5: Lado direito

A Figura 6 revela a parte de cima do aparelho, onde ficam os botões de volume e o botão “voltar”. À esquerda podemos ainda ver os orifícios onde ficam os alto-falantes.

CCE motion.tab TR101
Figura 6: Lado de cima

Nas Figuras 7 e 8 vemos a lateral esquerda e a parte de baixo do tablet, onde não há nenhum botão ou conector.

CCE motion.tab TR101
Figura 7: Lado esquerdo

CCE motion.tab TR101
Figura 8: Parte inferior

O TR101 Por Dentro

Removendo a tampa traseira, temos acesso ao interior do TR101. A Figura 9 mostra uma visão geral do equipamento aberto..

CCE motion.tab TR101
Figura 9: Aberto

Na Figura 10 vemos a bateria de lítio-polímero de 3,7 V e capacidade de 5200 mAh.

CCE motion.tab TR101
Figura 10: Bateria

A Figura mostra a placa principal do TR101. Podemos ver claramento o processador ao centro. Note que o chip é um Allwinner A10, que integra um processador ARM Cortex A8 (núcleo único, 256 kiB de cache L2) e um processador de vídeo Mali-400, além de outros circuitos de apoio. Logo abaixo temos a RAM de 1 GiB e, à esquerda, um chip de memoria flash para armazenamento de massa.

CCE motion.tab TR101
Figura 11: Lado direito

Na Figura 12 podemos ver a placa de rede sem fio, que usa um chip Realtek RTL 8188, que se comunica com o sistema por meio de uma interface USB 2.0.

CCE motion.tab TR101
Figura 12: Placa de rede sem fio

Utilização

Sendo um tablet de baixo custo, não esperávamos do motion.tab TR101 uma experiência de uso igual à de um tablet topo de linha, que custa três ou quatro vezes mais. Durante o uso do aparelho a experiência foi razoável..

Notamos alguma lentidão para iniciar o sistema e abrir aplicativos, e seguidamente recebemos do sistema operacional a mensagem de que algum aplicativo está demorando a responder e pode ser fechado. É necessário um pouco de paciência, principalmente se você estiver acostumado com tablets ou smartphones mais rápidos. Porém, jogando ou assistindo a vídeos, o desempenho foi plenamente satisfatório.

A bateria dura cerca de quatro horas em atividades simples, como navegar na internet ou assistir a vídeos na internet. Notamos que, depois de alguns minutos de uso, a parte traseira do aparelho esquenta um pouco na área onde fica o processador.

A qualidade da tela é razoável, desde que você observe-a bem de frente. Desviando um pouco da frente da tela, a visibilidade fica bem prejudicada. A tela sensível ao toque é bastante precisa e usar o teclado virtual é bem confortável.

Nós rodamos o programa de testes 3DMark para Android, que nos deu um resultado de 961 pontos.

O sistema operacional Android 4.0 é bastante versátil e, apesar de o tablet vir com apenas alguns poucos aplicativos instalados, há milhares de aplicativos disponíveis na loja Google Play.

O sistema de armazenamento, de 8 GiB nominais, apresenta dois espaços diferentes disponíveis ao usuário, um do sistema com aproximadamente 1 GiB livre e outro de trabalho com cerca de 4 GiB livres. Você ainda pode instalar um cartão microSD de até 32 GiB para armazenamento de dados, além de poder acessar um “pen drive” pela porta USB.

A Figura 13 mostra a tela que aparece quando você liga o tablet pela primeira vez. Tocando nos pontinhos no canto superior direito você tem acesso ao menu que mostra todos os aplicativos instalados, mostrado na Figura 14. Você pode mover esses ícones para a tela inicial e arranjá-los da maneira que preferir para personalizar a tela inicial.

CCE motion.tab TR101
Figura 13: Tela principal

CCE motion.tab TR101
Figura 14: Menu principal

Principais Especificações

As principais especificações do CCE motion.tab TR101 incluem:.

Conclusões

O tablet CCE motion.tab TR101 é uma boa opção para quem quer um tablet de 10 polegadas de baixo custo, de uma marca conhecida e com garantia, mas não faz questão de alto desempenho ou de uma tela de alta qualidade. A grande vantagem é realmente sua relação custo/benefício, com um preço equivalente ao de tablets “genéricos” vendidos no mercado informal, que normalmente não têm garantia..

Pontos Fortes

Pontos Fracos

Originalmente em http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-do-Tablet-CCE-motiontab-TR101/2834

© 1996-2014, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.

";