Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe Gigabyte GA-7DXR

       
 52.616 Visualizações    Testes  
 1 comentário

Teste com a placa-mãe Gigabyte GA-7DXR, baseada no chipset AMD 761, para a plataforma soquete 462.

Placa-Mãe Gigabyte GA-7DXR
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Essa é a primeira placa-mãe soquete A (ou seja, para processadores Athlon e Duron) com suporte a memória DDR-SDRAM que testamos, e ficamos realmente impressionados com o trabalho feito pela Gigabyte (http://www.gigabyte.com.tw) nessa placa-mãe.

Visualmente falando, a placa-mãe impressiona por vários motivos, especialmente pela ventoinha existente sobre o chipset da placa-mãe (prometendo ser uma placa-mãe de alto desempenho e excelente para overclock) e pelo conector de alimentação extra existente ao lado do slot AGP Pro. Quanto a esse conector (que é um conector igual ao usado na alimentação do disco rígido), não se preocupe: ele só deve ser usado, isto é, ligado à fonte de alimentação, quando há uma placa de vídeo AGP Pro instalada no micro.

Além desse primeiro impacto visual, a placa impressiona por possuir quatro portas IDE, permitindo a utilização da arquitetura RAID (utiliza a controladora Promise PDC20265R, a mesma da MSI K7T Turbo). Assim, podemos ter até quatro dispositivos IDE conectados em portas independentes, não comprometendo o desempenho do micro. Se for usada a estrutura master/slave, você pode instalar até oito dispositivos IDE.

Você pode utilizar essas quatro portas como se fossem portas IDE comuns ou então optar pelo sistema RAID. No sistema RAID é possível duas configurações: divisão de dados, onde o acesso a disco fica mais rápido por dividir os dados em mais de um disco rígido; e o espelhamento, onde o conteúdo de um disco rígido é copiado para outro automaticamente, fornecendo um sistema de bakcup instantâneo. Se o disco principal falhar, o disco de backup entra em ação.

E o som on-board? Estamos acostumados com placas-mães com som on-board de baixa qualidade, mas essa placa-mãe usa o chip Creative CT5880, o mesmo usado pela placa de som Soundblaster PCI 128. Ou seja, o som on-board dessa placa-mãe arrebenta.

Além disso tudo, essa placa-mãe ainda tem dois BIOS, permitindo que o micro ligue mesmo depois de um upgrade de BIOS mal sucedido ou então o ataque de um vírus como o Chernobyl.

A capacidade de overclock dessa placa-mãe é impressionante, nunca vimos antes nada igual. O gerador de clock usado, um ICS 94240AF permite a configuração de clock de 100 MHz a 250 MHz, em incrementos de 1 MHz! Assim, é possível achar o ponto exato de overclock do barramento externo do processador. E não é só isso: a existência de inúmeros jumpers para facilitar o overclock, como falaremos no tópico Overclock mais adiante, torna essa placa-mãe a melhor placa-mãe soquete A para overclock que vimos até hoje.

A placa-mãe vem com o tradicional CD da Gigabyte que, além de drivers e utilitários tradicionais (para monitorar as ventoinhas e as tensões da fonte, por exemplo), vem com o Norton Antivirus 2001 e com o Norton Personal Firewall - além do EasyTune III, o software para overclock da Gigabyte.

Se você está procurando uma placa-mãe de alto desempenho e com excelente capacidade de overclock que aceite memória DDR-SDRAM para os processadores Athlon e Duron, recomendamos essa placa. A Gigabyte GA-7DXR é a melhor placa-mãe para processadores AMD que testamos até hoje.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×