Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe PCChips Tidalwave W30

       
 63.265 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe PCChips Tidalwave W30, baseada no chipset SiS 748, para a plataforma soquete 462.

Placa-Mãe PCChips Tidalwave W30

Introdução

A PCChips acabou de lançar uma série de placas-mães topo de linha - pelo menos aparentemente -, chamada Tidalwave. Esta série é composta, por enquanto, de três modelos. A T12 que é um modelo para a plataforma soquete 478, a W30 é um modelo para a plataforma soquete 462 e a W32 é um modelo para a plataforma soquete 754. Nós testamos a Tidalwave W30, para Athlon XP e Duron, que suporta o barramento de 200 MHz (400 MHz DDR).

Por ser um modelo realmente topo de linha, a PCChips não economizou no visual e nos recursos extras. Estávamos acostumados a receber placas da PCChips em plástico antiestático ou então em caixas genéricas sem identificação de modelo e ficamos surpresos ao receber a W30. A caixa é super elaborada, muito bonita e a tampa é fechada por velcro. O manual e o CD de drivers também receberam atenção especial e têm a capa personalizada, exclusividades da série Tidalwave.

 


Figura 1: Caixa da PCChips Tidalwave W30.

A PCChips caprichou no visual. Em vez do vermelho, cor padrão das placas PCChips, a W30 tem a cor azul, os soquetes de memórias são roxos e o slot AGP é laranja. O chipset SiS 748 é resfriado por um dissipador de alumínio ativo (isto é, com ventoinha), pintado de dourado, realmente bem diferente das tradicionais PCChips. Quem viu a placa custou a acreditar que fosse uma PCChips. O layout da placa é semelhante ao da PCChips M848 v1.2, que já testamos.

A W30 tem dois soquetes DDR-DIMM, aceitando até 2 GB de memória DDR400/PC3200. Ela tem slot AGP 8x, cinco slots PCI, um slot CNR, oito portas USB 2.0 (quatro soldadas sobre a placa, quatro extras disponíveis através de cabo adaptador que não acompanha a placa), rede on-board Gigabit Ethernet (chip Realtek RTL8110S) e som on-board de seis canais (codec C-Media CMI9739A) com entrada SPDIF (cabo adaptador não acompanha a placa).

 


Figura 2: Placa mãe PCChips Tidalwave W30.

 


Figura 3: Dissipador ativo do chipset SiS 748.

No barramento AGP e no som on-board a PCChips utilizou capacitores “série prata” que segundo ela garantem maior vida útil, estabilidade e desempenho.

 


Figura 4: Capacitores "série prata" próximos ao slot AGP.

 


Figura 5: Capacitores "série prata" do som on-board.

A W30 possui duas portas IDE ATA-133 e duas portas Serial ATA RAID, controladas pela ponte sul SiS 964. Um cabo Serial ATA acompanha a placa. Os cabos da unidade de disquete e IDE, são redondos, melhorando a ventilação interna do gabinete.

 


Figura 6: Duas portas Serial ATA e ponte sul SiS 964.

 


Figura 7: Cabos que acompanham a Tidalwave W30.

A Tidalwave W30, possui garantia de 3 anos no Canadá e Estados Unidos (impressionante!), mediante registro no site da PCChips, e é a primeira placa da PCChips a conseguir o certificado WHQL (Windows Hardware Quality Labs) que assegura drivers 100% compatíveis com o Windows, garantia de menos dores de cabeça. Acompanha a placa um CD, com os utilitários e drivers, o antivírus Trend Micro PC-cillin 2002, WinDVD Creator Plus e o WinDVD 4.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×