Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Felipe Electronic

Pra quem ainda tem medo de mudar para os 32bits, olhem.

Recommended Posts

Prezados, dêem uma olhada, acredito que não hajam mais desculpas para migrar para processadores mais "legais" de 32bits:

Processadores ARM 32bits com 8 a 20 pinos da NXP

http://br.mouser.com/new/nxpsemiconductors/nxp-lpc800/

TIVA ARM COrtex M4F, com plaquinhas a partir de U$13:

http://www.ti.com/tool/ek-tm4c123gxl

Freedom Board da Freescale, ARM 32bits a U$13 dolares a plaquinha:

http://www.embest-tech.com/shop/product/frdm-kl25z-evaluation-board.html?utm_source=Adwords&utm_medium=freedom&utm_term=freedom&utm_content=freedom&utm_campaign=freedom

E ai? Que tal brincar com algo diferente dos 8 bits (excetuando - se os AVR)?

Aguardo seus comentários.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A ideia é excelente. Infelizmente não tenho o costume de comprar pela internet, ou já teria algum desses em casa pra começar a aprender..

Agora, um controlador com essa capacidade toda exige aplicações a altura também como controle, processamento digital de sinais e sistemas mais complexos de interação entre homem e máquina. As possibilidades são muito grandes.

Eu andei vendo estes caras aqui:

http://www.raspberrypi.org/quick-start-guide

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=hardware-livre-supercomputador-parallella&id=010150130523&ebol=sim

http://www.ti.com/tool/beaglebk?DCMP=dsp-arm-bbblack-130423&HQS=dsp-arm-bbblack-em-sw2#buy

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, um controlador com essa capacidade toda exige aplicações a altura também como controle, processamento digital de sinais e sistemas mais complexos de interação entre homem e máquina

Concordo em partes, pois a casos em que aplicações 8 bits simples, ficam barradas pelo data wide do microcontrolador, onde um NXP LPC810 se sai muito bem, ele não possui os mesmos recursos de um CM4F por exemplo, mas anda assim é um ARM de 32 bits com um data wide bem maior que pode facilitar uma simples aplicação como um dimmer digital...

A grande vantagem de usar 32 bits hoje, é que existe um portfolio amplo capaz de cobrir aplicações simples onde antes 8 bits eram usados...até aplicações bem complexas como multimída, , tarefa pra processadores Cortex A8 ou A9 por exemplo...

Dos tres links que o colega postou, dois eu reconheci e cara, sao ambos baseados em preocessadores A6 e A8 respectiadmente, e ja são para um mundo embedded mais complexo...para rodar por exemplo um linux.

Gostei, vamos comentando pessoal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E como funciona o desenvolvimento desses caras? O compilador é disponibilizado?

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E como funciona o desenvolvimento desses caras? O compilador é disponibilizado?

Fala Matheus,

O que venho achando interessante com o mundo dos 32bits (inclusive a ARM), é que esta virando um ecossistema de desenvolvimento, com placas abertas e fechadas, e ferramentas igualmente abertas e fechadas.

A tendencia esta para padronização, ou seja as ferramentas estão sendo baseadas na IDE Eclipse entre as fabricantes, mas vale a pena dar uma olhada nas IDE: CodeWarrior (Freescale), CodeCOmpsoser(TI) e a própria Microchip renovou sua IDE para receber os seus PIC32 (igualmente poderosos e bem compativel com as familias anteriores) o MPLAB X.

A programação standard ainda se mantem no par Assembly e C, so que as camadas de software aumentaram e se tornaram mais complexas, por outro lado as fabricantes da forncecem driverlibs prontas e otimizadas para seus processadores. porém o C++ vem chegando forte e abrindo um caminho baseado no desenvolvimento orientado a objeto e de opções como programação paralela e multitarefa...Alem do uso de microkernel para implementação de sistemas operacionais em tempo real.

É muito assunto, mas quero dar um kickstart e encorajar o pessoal aqui, lembram da launchpad com o MSP430 que postei a tempos atras?

Pois é a TI por exemplo ja transformou isso em um ecossistema e extendeu ao seus ARM... A Freescale correu atras e ja tem a Freedom Board, compativel com os premiados shields do Arduino!

É escolher uma (ou mais) e se divertir!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho a freedom board da freescale, inclusive participei de um treinamento. Matei a curiosidade.

Do meu ponto de vista é um material para empresas que já possuam algum porte, ou seja, projetos com uma maior complexidade, não serve para os programadores técnicos e hobbystas da área, apesar de que as conexões da placa sejam compatíveis com as shields do arduino.

Se quiserem mais detalhes perguntem.

A freescale fornece o MQX. A programação acontece com base em componentes através do processor expert, "não é tão complicado", o código fica um pouco "abstrato", afinal você não trabalha diretamente com o registradores. Ainda existe pouco material free e, e em português não encontrei nada ao nível, o que dificulta o uso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Do meu ponto de vista é um material para empresas que já possuam algum porte, ou seja, projetos com uma maior complexidade, não serve para os programadores técnicos e hobbystas da área, apesar de que as conexões da placa sejam compatíveis com as shields do arduino.

Huuuuum, não.

A complexidade existente é a mesma para o aprendizado/migração para qualquer plataforma. Tudo tem uma curva de aprendizado, vai mais do hobbysta querer do que ter porte...Os debugs são mais poderosos o que elevam a curva de aprendizado. Segundo ponto, a padronização, ARM na freescale é ARM na TI que é ARM na NXP, e por que não citar o MIPS PIC32?, é muito mais fácil migrar de plataforma, até o assembly é nativo entre os ARMS, que dira o C ANSI, assim uma vez aqui dentro aprender o ARM de outra fabricante ou o MIPS de outra é mole.

E ja que estamos falando de hobbystas, tem um detalhe que deve ser levado em consideração, ferramentas baratas! Quanto está um PICKIT3? $49, e quanto está uma Freedom? COm um debug que permite a gravação com simples arrastar e soltar? $13...Quanto está a launchpad com Debug poderoso e o Code Composer Full? $12...quanto custa um ARM? está $0,50 para qualquer M0, e está fácil de achar.

Ok mas tenho problemas com encapsulamento, va de LPC810, dip8, vai de PIC32MXH com DIP40, mais baratos que soluções convencionais 8bits(e caros)...

32bits está tão visado para hobby e ensino que o próprio Arduino evoluiu, e possui uma versão oficial de 32bits baseadas em ARM pelo preço similar ao UNO, além de alternativas como Energia e o ChipKit.

A freescale fornece o MQX. A programação acontece com base em componentes através do processor expert, "não é tão complicado", o código fica um pouco "abstrato", afinal você não trabalha diretamente com o registradores.

Eu particularmente não gosto do PE, acho mais vantajoso incluir manualmente os arquivos do MQX e criar você mesmo suas tasks, mas aqui ja estamos falando em RTOS que aliás outra tendencia, criar aplicações embarcadas multitarefa para todos,rs. Uma alternativa ao PE é o uso do Dev Init para somente inicializar os periféricos de forma gráfica, não há qualquer camada de firmware adicional, não gostou do periferico, va ao registrador e mude.

. Ainda existe pouco material free e, e em português não encontrei nada ao nível, o que dificulta o uso.

Hummm, não de novo, rs. Existe material farto e aberto nas comunidades das fabricantes e fora dela, sobre o material em português eu concordo, mas as comunidades brasileiras estão se mexendo e bem. Agora convenhamos é um bom motivo para exercitar seu inglês, fora que grande parte dos reference manuals e application notes são muito intuitivos, prova disso é a famosa StellarisWare da TI que fornce drivers para todos os perifericos a niveis de hardware (registradores) e software(APIS).

Não é um bicho de sete cabeças, é como piscar um Led de novo ;)

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E ai? Que tal brincar com algo diferente dos 8 bits (excetuando - se os AVR)?

Felipe, gostei da frase !!!!!!!!!!

Mas voce está certíssimo.... Pelos preços que voce passou, não tem mesmo motivo para continuar nos 8 bits. O poder de processamento e recursos de memória e periféricos permitem novos projetos com uma complexidade muito grande , e que graças aos novos ambientes gráficos de desenvolvimento e debug fazem com que os nossos microcontroladores de 8 bits pareçam, de repente, peças de um museu de microcontroladores.

Eu só estou esperando por um bom Basic 32 bits para Arm !!!! :lol:

Quem sabe o pessoal da MCS não se aventura a lançar um novo Bascom....

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu só estou esperando por um bom Basic 32 bits para Arm !!!!

Passe vontade não. Um bom motivo para voltar para o 'C' enquanto você aguarda o lançamento que tal? Hahahahahah!

e que graças aos novos ambientes gráficos de desenvolvimento e debug fazem com que os nossos microcontroladores de 8 bits pareçam, de repente, peças de um museu de microcontroladores.

Não é nem tanto questão de obsolecência ou museu hahahah, visto que ainda existem soluções 8 bits poderosissimas, por exemplo o 8051 da Silabs, um 8 bits capaz de atingir 50MIPS! Porém quanto custa um front end para desenvolver com ele? Fora o famigerado bank switch no memory map dele...Enquanto que um Cortex M0 elimina esse problema, oferece capacidade de processamento similar e 4x mais data wide por 0,50$.

Vejam mais esse link, Mini Kit LPC80x da NXP:

http://www.adafruit.com/products/1336

Meu parecem os kits para PIC12F comprado no mercado livre, tem até cabinho com debug! Com uma pequena diferença, tem um 32bits ultra low power ali rodando a 48MHz e um desempenho de 1,25DMIPS/MHz...

Fora a grande quantidade de concursos abertos as comunidades para submeterems seus projetos e acreditem o que ganha concurso aqui é simplicidade.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Po, Mestre Felipe, esqueceu que eu aprendí a programar em Fortran com cartão perfurado ?????????????? E fui direto pro Assembler.... nem sei o que é esse tal de 'C' kkkkkkkkkkkkk !

Voltando ao assunto, nossa, isso com 32 bits custa mais barato que um Arduino Uno.....

Olha, vou dar a minha opinião aqui também, uma boa proposta para entry-level é um dos novos Arduino Due, tá certo que custam quase US$ 50 , mas 512K Flash e 100K Sram , 32 bits a 84 Mhz, e tecnologia Cortex-M3, ainda mais mantendo compatibilidade com os Arduinos comuns, é algo de se pensar....

Seguem alguns links sobre o suporte Arduino, o produto, e a descrição técnica do microcontrolador utilizado:

http://arduino.cc/en/Main/ArduinoBoardDue

https://www.sparkfun.com/products/11589

http://www.atmel.com/devices/sam3x8e.aspx

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, eu li o tópico até o ultimo post e não entendi 50% do que estava escrito. Mas não sou do tipo que desanima e fiquei curioso e ansioso com tudo isso.

Eu sou formado em Oceanografia, e atualmente estou trabalhando com a construção da parte eletrônica e programação de uma boia oceanográfica que fará recolhimento de dados atmosféricos, marinhos e de movimento de ondas. A placa que escolheram no trabalho é uma RabbitCore 4300 que tem os seus + e seus - ... Entre seus +, a placa contem um slot com cartão SD de até 2Gb, e é relativamente fácil gravar dados no cartão. Também possui uma boa quantidade de memória extendida, sendo que é muito fácil declarar e usar as variáveis nessa e como eu lido com toneladas de dados gravados dos sensores, isso me dá uma grande ajuda. O ponto - pra mim até agora é a utilização das interrupções e ativação de recursos extras, que no CCS é feito com um clique de mouse, nessa placa são zilhares de códigos escritos em assembly.

O que eu mais tenho que fazer nesse equipamento é ler os dados enviados pelos sensores, processar esses dados e depois envia-los para um modem via satelite que fará a telemetria. Por favor, me explique no que um MCU de 32bits melhoraria o meu equipamento.

Felipe, você não pode indicar exatamente qual é o kit básico para começar a brincadeira? Se valer a pena, podemos nos juntar e trazer tudo dos EUA pra sair mais barato. Seria legal também organizar uns tutoriais escritos ou em video para facilitar o aprendizado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

burn/omegafire e demais,

achei legal a sua ideia, mas veja nos links que postei são todas placas de avaliação básicas, sim placas feitas para pessoas que querem migrar mas tem aquele pé atrás...Nao vou mentir a estrutura de um ARM é mais complexa que a de um PIC 8bits, o mesmo vale para um Rabbit que alias é um **** processador ja trabalhei com ele a alguns anos.

De uma olhada nos primeiros links que postei além do link do arduino Due postado pelo mestre Paulo e tenho certeza que irá ficar fascinado com o que esse mundo dos 32bits reserva para nós hobbytas ou futuros ex-8bits.

Abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Burn/omegafire,

Essa sua aplicação é bem simples, aquisição de dados dos sensores, armazenamento temporário, e posterior envio para satélite, pode ser feito tranquilamente com qualquer microcontrolador de 8 bits, pois não há a necessidade de grande processamento de dados.

Aliás, como disse o Mestre Felipe, esse Rabbit é muito mais poderosos do que o que seria necessário para essa aplicação. E , muitas vezes, pelo fato de não ter tanta literatura e exemplos de utilização e interfaceamento como os velhos 8 bits possuem, acaba complicando muito mais o seu projeto.

O ponto que o mestre Felipe colocou neste tópico é o fato de que hoje custa muito barato um kit básico de 32 bits, o que justifica o seu uso em aplicações de alta performance de processamento e de aquisição de dados.

Enfim, no seu caso, amigo Burn, eu usaria um simples ATmega328 ou um simples PIC, e eu escolheria usar os módulos ARDUINO UNO e um módulo de rede com armazenamento SD na própria placa. Teria de desenvolver apenas a interface entre o receptor/transmissor para o satélite, e pronto !

É muito simples ligar os sensores todos ao Arduino, seja um GPS ( comunicação serial ) , um anemômetro, um termômetro ( I2C ou analógico ).

Existem milhares de exemplos prontos para voce se basear.

Talvez lhe interesse, a revista Elektor publicou um excelente medidor de gradiente de temperaturas, com precisão de milésimos de graus, muito simples, e que usa um simples ATMEGA de 8 bits.... é bem interessante e de baixíssimo custo.

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Eu também gostaria de iniciar no mundo dos ARM, não tenho nenhum programa complexo para fazer, seria mais por curiosidade/Hobby mesmo!! Mas ai vem o problema,uma plaquinha com um NXP Lpc1768 soldado nela, ta custando por aqui uns R$250,00... Sei que este é um microcontrolador bem PARRUDO, mas por 250 reais eu compro um netbook ARM e ainda sobra R$100,00... Então não valeria a pena o investimento, mas como foi dito aqui no inicio do tópico, o jeito seria importar, só que nem todo mundo esta habituado com compras internacionais pala internet, então eu pensei que seria legal se alguém pudesse intermediar a negociação.

Por exemplo, os usuários que tiverem interesse poderiam fazer uma lista dos itens desejados, esta lista junto com o valor dos itens seria entregue a uma determinada pessoas que faria o pedido de uma vez (se possível do mesmo fornecedor), quando os itens chegassem no Brasil, a gente distribuiria para os respectivos compradores.

Uma plaquinha semelhante a esta que eu citeis custa entorno de US$20,00 (com o mesmo microcontrolador), para este mesmo microcontrolador um KIT de desenvolvimento com display LCD TFT Touch screen com paleta de 16 bits + RS485 + USB HOST + interface Ethernet + teclado de 10 teclado com D-pad e mais um monte de coisas, tudo montadinho numa placa, por USR$61,40 (importado da china rsrs). Ou seja, se você optar pela importação, com uns R$140,00 você tem um laboratório completo para ARM, mas se for comprar as coisas por aqui mesmo com R$140, 00 você não tem nem o microcontrolador direito!!

Se alguém se concordar com a ideia, vamos discutindo por aqui!! E tai o link para quem quiser conferir>>>> http://www.ebay.com/itm/NXP-LPC1768-ARM-Development-Board-3-2-TFT-LCD-Module-/251273378397?pt=UK_Computing_Other_Computing_Networking&hash=item3a810f7a5d

Grato Luiz Gustavo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Luis Gustavo,

Isso não dá certo, pois importar em quantidade custa bem mais caro, mas pelos preços que você citou, cada um que quiser pode comprar de maneira simplificada que chega aqui tranquilamente.

Olha, eu faço mais de 20 compras mensais no Ebay, montei meu laboratório, meu amplificador 5.1 de alta potência, enfim, isso é bem simples.

O segredo para não ter problemas é fazer uma conta no PAYPAL, e para isso voce precisa de um cartão de crédito, ou pode também usar a sua conta corrente para isso.

Pesquise sobre as alternativas no site do PAYPAL Brasil.

Após isto, crie uma conta no EBAY, e pronto.

Só tome o cuidado de sempre verificar a pontuação e rating de quem voce está comprando, isto é semelhante ao Mercado Livre daqui.

Por exemplo, eu só compro de vendedores que tenham pontuação acima de 30 pontos e rating acima de 99%.

Como dica, lembro que toda compra internacional está sujeita à taxação da Alfândega, de cerca de 60%, mas com compras na China via EBAY é muito raro ser taxado.

Já as compras feitas em grandes sites, por exemplo, Hobbyking, mesmo sendo na China, fui taxada quase metade das vezes, e não importava muito o valor da compra, até uma que veio declarada US$ 12 foi taxada, e outra de US$ 84 passou direto. Um amigo da Receita Federal me disse que quando o exportador é pessoa física, a chance de ser taxado é bem baixa, mas se for uma empresa, a chance fica bem maior. Quase todos no Ebay enviam como pessoa física.

Enfim, siga estas regrinhas básicas e pode se divertir.

Como voce citou, encontrei kits a partir de US$ 26, US$ 32 e o mais sofisticado com tudo o que você informou por US$ 68,99 com frete grátis, e em minha opinião passam sem ser taxados, ainda mais que o exportador geralmente declara o valor como Menos de US$ 10.

Só para concluir.... Não dá para não comprar algumas coisas que aparecem lá, como por exemplo um Arduíno nano 3.0 com atmega328 por US$ 3,90 com frete gratuíto ....

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu também gostaria de iniciar no mundo dos ARM, não tenho nenhum programa complexo para fazer, seria mais por curiosidade/Hobby mesmo!! Mas ai vem o problema,uma plaquinha com um NXP Lpc1768 soldado nela, ta custando por aqui uns R$250,00... Sei que este é um microcontrolador bem PARRUDO, mas por 250 reais eu compro um netbook ARM e ainda sobra R$100,00... Então não valeria a pena o investimento, mas como foi dito aqui no inicio do tópico, o jeito seria importar, só que nem todo mundo esta habituado com compras internacionais pala internet, então eu pensei que seria legal se alguém pudesse intermediar a negociação.

Por exemplo, os usuários que tiverem interesse poderiam fazer uma lista dos itens desejados, esta lista junto com o valor dos itens seria entregue a uma determinada pessoas que faria o pedido de uma vez (se possível do mesmo fornecedor), quando os itens chegassem no Brasil, a gente distribuiria para os respectivos compradores.

Uma plaquinha semelhante a esta que eu citeis custa entorno de US$20,00 (com o mesmo microcontrolador), para este mesmo microcontrolador um KIT de desenvolvimento com display LCD TFT Touch screen com paleta de 16 bits + RS485 + USB HOST + interface Ethernet + teclado de 10 teclado com D-pad e mais um monte de coisas, tudo montadinho numa placa, por USR$61,40 (importado da china rsrs). Ou seja, se você optar pela importação, com uns R$140,00 você tem um laboratório completo para ARM, mas se for comprar as coisas por aqui mesmo com R$140, 00 você não tem nem o microcontrolador direito!!

Se alguém se concordar com a ideia, vamos discutindo por aqui!! E tai o link para quem quiser conferir>>>> http://www.ebay.com/itm/NXP-LPC1768-ARM-Development-Board-3-2-TFT-LCD-Module-/251273378397?pt=UK_Computing_Other_Computing_Networking&hash=item3a810f7a5d

Grato Luiz Gustavo.

É um negócio desse ai que eu estava precisando pra começar a tomar conhecimento da brincadeira. Acho que farei o que foi sugerido pelo aphawk e vou comprar uma coisa dessa ai pra testar. O pior que pode acontecer é eu perder uns R$ 180,00, o que é ruim, mas quem não arrisca, não petisca.

Abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho mais de 100 compras no Ebay, e mais umas 50 de sites chineses, apenas uma vez veio diferente do que comprei, reclamei, e o cara me mandou novamente e veio certinho.

Vai ser muito azar se algo der errado ! Eu prefiro arriscar do que ser esfolado aqui ....

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×