Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

aphawk

Membro Pleno
  • Posts

    8.303
  • Cadastrado em

  • Última visita

  1. @HROGDev , Eu também nunca ví nenhum sinal da porta USB ir direto a uma CPU de PC. Muito menos o pino de +5V, porque esse pino costuma fornecer correntes de no minimo 1A para a porta USB....... Eu acho que é possível os sinais D+ e D- irem direto para uma CPU, mas ela tem de ter embutida no hardware o circuito diferencial para ter alta velocidade, mas isso sempre foi tarefa de CIs auxiliares, e não da CPU. Seguir os sinais com o multímetro pode ser feito com cuidado. Eu tenho o costume de comprar sempre uns 4 hubs USB 3.0 , desses baratos de 40 reais, e ligo eles nas portas do notebook. Assim, preservo a conexão do notebook, e quando alguma conexão no hub apresenta falha ( normal com o tempo se você pluga e despluga todo dia alguma coisa... ) , jogo o hub fora e coloco um novo no lugar. Paulo
  2. @superrblue , Vídeo exige uma largura de banda bem maior, e como não tem essa largura, o processo de compressão / descompressão e transmissão dentro da banda existente causa um delay bem maior do que o do bluetooth.
  3. Complementando.... sempre com válvulas acima de TRIODOS, como pentodos , tetrodos, etc ....
  4. @albert_emule , Uma observação se faz necessária : um amplificador valvulado que não chega nos limites de clipagem não apresenta essa distorção que os apreciadores dos Overdrives tanto falam. Existem excelentes pré-amplificadores valvulados que apresentam uma distorção muito baixa, mas sempre com valvulas A distorção que esse pessoal acha legal é a causada por válvulas tipo TRIODO, que costumam ser utilizadas apenas nas etapas de saída, e basta um pequeno excesso de volume para que essa distorção apareça.
  5. @rmlazzari58 , Ele é fantástico pelo preço e recursos.... usei ele para capturar uma forma de onda senoidal modulada por pwm num Arduino Nano e me surpreendeu com a captura feita ! Tudo bem, não mede corrente, tem limite na tensão de entrada, mas eu posso falar por mim : tenho um baita dum Rigol 4 canais 100Mhz com todos os opcionais de software desbloqueados, e não me lembro de ter medido alguma vez mais de 30V com ele ...... então eu creio que para quem está começando, 40v de limite seja uma excelente opção. Mas eu tenho mais dois multímetros também, um de 4.5 dígitos de bancada, e outro mais simples mas que mede RMS também, se precisar meço corrente com eles. Eu comprei esse DSO-TC3 porque junta nele a função de teste de componentes, tem hora que me dá raiva de ler o código de um diodo, as malditas trocentas cores que alguns resistores tem, indutores com código de cor, então poder testar na hora e identificar me ajuda muito ! Existe um produto mais completo como osciloscópio desse mesmo fabricante, e custa pouco mais de 300 reais já aqui no Brasil. Dá uma olhada no site que eu coloquei o link no post acima e veja os aparelhos legais e baratos !
  6. Não pude deixar passar esta .... - QUE COMPRESSÃO que tem uma válvula ? Se elas tivessem compressão , o som seria uma porcaria ! - Captadores em Alnico são mais do que ultrapassados..... A Shure usa outros compostos magnéticos fazem mais de 20 anos com resultados bem superiores. - Quanto ao que você falou sobre as válvulas não serem perfeitas ..... bom ... elas são bem mais perfeitas do que os transistores ! Uma válvula comum possui uma grande linearidade, o que nos anos 70 e 80 eram a diferença para os amplificadores comuns transistorizados, que usavam ganhos absurdos em cada etapa e depois usavam toneladas de realimentação negativa para estabilizar, o que causava uma gigantesca distorção em cada etapa ANTES da realimentação funcionar. Qualquer amplificador razoável de hoje em dia tem características bem superiores a esses valvulados. Basta se atentar aos detalhes de cada etapa. Se quiser projetos de qualidade fantástica, siga os projetos do Douglas Self. Não vai encontrar nada superior a eles....... Um dos grandes projetistas brasileiros de aparelhagem profissional de som era o saudoso CCDB , Cláudio César Dias Batista, que era o responsável pela aparelhagem de som dos Os Mutantes, e bastava você ir a um show para perceber a enorme diferença de qualidade do som dos Mutantes para o resto que usava valvulados.... Detalhe : TODA a aparelhagem era não só transistorizada, como ele também usava CIs em todos os seus projetos, principalmente um que era novidade na época e ele escondia a 20 chaves : o hoje velho, mas ainda muito bom, NE5532, que ele tinha o cuidado de raspar para que ninguém descobrisse kkkkkkk ! Ah, e os alto-falantes, eram todos GAUSS, com bobinas trefiladas a pedido dele. Rendimento desses alto-falantes eram 3db acima de qualquer outro.... Segue uma postagem antiga para você ter uma ideia do CCDB : https://www.contrabaixobr.com/t17260-luthier-historia-claudio-cesar-dias-baptista-ccdb Enfim, não vá pelo que os outros dizem. Válvulas ainda são boas e podem ser usadas, mas não se iluda : um bom projeto de amplificador com semicondutores tem uma qualidade sempre superior aos valvulados.
  7. Olha, não quero desanimar ninguem, mas ... eu quis comprar um novo testador de componentes e me deparei com isto aqui : Um testador de componentes, e também um osciloscópio e gerador de sinais de várias formas de onda ! Quando fui ver o preço disso, tem uma loja do Aliexpress com o produto já no Brasil, onde Hoje custa menos de R$ 250,00 já entregue em casa, sem nenhum imposto adicional. Comprei um desses fazem três semanas, e fiz algumas medições com ele, comparando como meu osciloscópio grande , e as medidas são bem semelhantes, e a praticidade e portabilidade compensa. Seguem as especificações básicas : Fica aqui o link do fabricante : https://www.fnirsi.com.cn/product/704349385240219648 O produto funciona bem, e é bem acabado, recomendo a compra para quem está iniciando !
  8. Olhar duas dessas fotos tem um significado especial kkkkkk : A primeira : o alto falante, com 10W de potência e 8 ohms ..... A segunda : a etiqueta colada atrás, onde está escrito 600W P.M.P.O e corrente de 1.2A do 110 V .......... A verdade ? 10 Watts RMS com muita sorte, o que seria um consumo abaixo de 0,2A em 110V com toda a certeza kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Desde a época da Quasar que falamos isto "P.M.P.O = Potência Medida Para Otários" Naquela época, já tinha a potência IHF, que era outra coisa errada, que aumentava bastante a potência, mas com tanta distorção que nem dava para ouvir na condição da medida . Ai veio a RMS com limite de distorção para tentar colocar uma coisa mais real. E aí os comerciantes inventaram o PMPO para poderem enganar o povo à vontade .... No Brasil mentir e enganar é uma realidade que não tem punição. Por isso que o Congresso defende que o Fake News não seja crime, é a maneira perfeita de enganar o povo ! Triste de se ver ....
  9. Sergio, me permita explicar melhor para o colega que fez a pergunta ... Um painel solar dimensionado para entregar 15V e 1A de corrente pode fornecer 15W . Se colocar nele como carga um resistor de 15 ohms, vai passar exatamente 1A. Agora, vamos colocar 2 painéis desse em série, e teremos a capacidade de fornecer 30W de potência, da forma de 30V com 1A de corrente. Se ligar isso na mesma carga de15 ohms, o que vai acontecer ? As células não conseguem fornecer mais de 1A no pico de potência, claro que o ponto de trabalho pode deslocar, com as duas células juntas entregando um total de 18V com uma corrente um pouco maior, por exemplo 1,2 A. Isso ė bem diferente de se esperar que dobrando a tensão, a corrente também dobra ! Por este motivo é que o Sérgio fez no final uma observação sobre ter a potência necessária. A curiosidade é que nesse exemplo que dei temos a possibilidade de se extrair 30W das células, mas para isso a resistência da carga tem de ser de 30 ohms. Com 15 ohms as células solares em série vão arreiar...
  10. @Mega Blaster Desde quando dois painéis solares em série fazem aumento de corrente ?????????? Coitado do Kirchhoff.... Deve estar revirando no túmulo kkkkk
  11. Que saudades de meu terceiro ano de faculdade ..........
  12. Ola, esses USBASP são tão baratos que eu comprei 5 deles e guardei, isso foi em 2013 se não me engano... já queimei 2 fazendo erros básicos, acontece ..... Paulo
  13. @Blumer Celta , A finalidade é isolar o nível DC presente nos circuitos de entrada e de saída. O valor deles é calculado em função da impedância tanto na entrada como na saída desses circuitos, considerando um corte de -3db na frequência de 20 Hertz ( foi assim que aprendi ... ). Ou seja, age como um filtro passa altas, cortando as frequências abaixo de 30 Hertz.
  14. Caramba, o datasheet dele está em um monte de site ... https://pl-1.org/getproductfile.axd?id=2930&filename=TDA8425.pdf E é um CI super barato, e de qualidade muito boa de audio, eu usei ele no meu amplificador de fone de ouvido hi-fi : 0,5 Watts RMS de potencia para um fone de ouvido de 8 a 32 ohms..... efeitos especiais do processador de audio, graves agudos , potenciômetros sem zumbido ...... Um simples Atmega cuidando da conversa I2c com o TDA resolve tudo fácil .... ah, detalhe, fonte de 24V Dc que é dividida simetricamente em +12 / -12V com 3 reguladores precisos..... Legal usar algo que a gente mesmo faz ....
  15. @rmlazzari58 , Quase tudo que você quer fazer é fácil. A parte desafiadora é fazer o VU mostrar movimento igual ao real , usando um display de 128 x 64 ..... E em dois canais ao mesmo tempo, com essa baixa resolução, não tem como .... para se ter uma simulação realista de movimento, tem de ter uma resolução maior. A grande maioria desses pequenos displays Oled possuem uma interface serial, e para se ter performance, precisa de um com interface paralela. Alguma coisa deste tipo : https://www.hicenda.com/product/240x128-OLED-Graphic-Display.html Agora que temos o hardware ..... o software : Se usar um microcontrolador poderoso, dá para fazer o analisador de espectro e mostrar as faixas de frequência, mas fazer em DOIS canais ao mesmo tempo é desafiador. Se puder mostrar a soma E+D, fica mais fácil. Se usar dois chips do tipo que mostrei acima, uma para cada canal, você terá 7 faixas para mostrar por canal, e fica fácil de se tratar isso até com um Arduino Nano. Deixa o trabalho pesado de FFT para esses dois chips, e você só tera de se preocupar com as escritas no display ( o desenho dos ponteiros se movendo é bem complicado ... ) Acrescente um TDA8425 para se ter volume/graves/agudos e várias entradas, um TEA para ter FM, um pré de capsula magnética com equalização RIAA ( 2 transistores ... ) , um módulo relógio I2C , e seu sonho começa a se materializar !

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!