Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Rio Preto inform

Como fazer um motor magnético.

Recommended Posts

Olá galera, estou tentando fazer um motor magnético más não sei como trabalhar os campos magnéticos para colocar ele em movimento. Ai pensei em tentar bloquear os campos magnéticos do polo sul de todos os ímãs que coloquei, pesquisei no google e só achei materiais dia magnéticos. Agora será que tem algum tipo de material que possa não só ser repelido pelo ímã, más tb bloquear em pelo menos 60% da força de repulsão do ímã. Estou usando neodímio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá galera, estou tentando fazer um motor magnético más não sei como trabalhar os campos magnéticos para colocar ele em movimento. Ai pensei em tentar bloquear os campos magnéticos do polo sul de todos os ímãs que coloquei, pesquisei no google e só achei materiais dia magnéticos. Agora será que tem algum tipo de material que possa não só ser repelido pelo ímã, más tb bloquear em pelo menos 60% da força de repulsão do ímã. Estou usando neodímio.

Energia não pode ser criada.

A energia que move o nosso mundo e todo o resto do universo, que nos faz vivos, que mantem tudo funcionando, foi liberada num evento apelidado de Big Bang, que ocorreu entre 13,3 a 13,9 bilhões de anos atrás.

Se você for religioso você até poderá dizer que foi deus quem criou esta energia inicial do Big Bang.

Contudo ninguém consegue criar energia.

A energia só se transforma em outra, nunca é criada.

a energia está fluindo no universo desde 13,3 a 13,9 bilhões de anos atrás.

Por isso você perderá seu precioso tempo tentando colocar isso para funcionar. As vezes é difícil para as pessoas compreender isso.

Aqui na nossa terra, toda a energia que utilizamos vem direta ou indiretamente do sol.

Esta energia que o sol acumula em si próprio um dia terá fim. Calcula-se que o combustível do sol começará a acabar em 6 milhões de anos e bem no fim as reações nucleares irão mudar por falta de combustível fazendo o sol liberar muita energia incinerando toda a terra, acabando com toda e qualquer forma de vida para todo o sempre.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok, concord com as respostas dos amigos, mas tem só um detalhe, onde o colega Rio Preto diz em seu post que quer criar energia? Pelo que li e entendi ele só quer construir um motor magnético, algo perfeitamente factivel:

abs!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O simples fato de você querer criar uma máquina que realiza um trabalho sem receber energia externa, seja ela vinda de combustíveis, energia solar, energia eletroquímica, biológica de hidrelétricas, seja lá qual for, você está criando energia com esta máquina.

Algo que realiza trabalho sem receber energia externa está criando energia.

Mas se você estiver falando de um motor elétrico que funciona com imãs permanente no estator, então me perdoe.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O simples fato de você querer criar uma máquina que realiza um trabalho sem receber energia externa, seja ela vinda de combustíveis, energia solar, energia eletroquímica, biológica de hidrelétricas, seja lá qual for, você está criando energia com esta máquina.

Ok, concordo novamente com você Albert, mas vale lembrar que as propriedades físicas do magnetismo se aproveitadas permite a realização de trabalho. O motor magnético (sim sem estator) aproveita da orientação das linhas de campo presentes em um imã que se convenientemente combinados e dependendo da intenisade e do fluxo magnético (lembre - se que para um dado B de intensidade de fluxo temos uma força F em newtons) pode gerar trabalho que no caso é o movimento rotativo do motor.

As linhas de campo oriundas de um imã são a energia a ser convertida, mas não nos enganemos isso está longe de ser um moto-continuo, pois o imã se degrada com o tempo perdendo suas propriedades magnéticas (similar a uma bateria) resta saber a influencia do ambiente e o do torque extraido do eixo desse motor sobre a degradação dos imãs...Ah for que mesmo se os imas fossem infinitos, ainda teriam-se perdas mecânicas, folgas, escorregamento e mais um monte de variaveis que fazem o que o rendimento dessa maquina seja inferior a 1.

Mas se for uma alternativa, acho ele pode ser util em projetos de energy harvesting por exemplo, como fotocélulas...não sei.

Boa sorte nos projetos.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom colegas tudo o que quero é transformar a força obtida das linhas do campo magnético dos ímãs em força motriz ou energia mecânica para simplesmente girar um eixo em torno de si mesmo. Assim como amigo Felipe_Eletronic disse não estou querendo criar energia e sim tranformar uma em outra

As linhas de campo magnético de um ímã são a energia a ser convertida.

Sei que pode parar de funcionar más quero montar e monitorar o tempo que roda. Gostaria de saber como fazer a montagem dos ímãs e configuração de seus campos magnéticos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A força estática do imã não é energia, embora toda matéria seja energia condensada e teoricamente poderia ser convertida em trabalho e força, da mesma forma que ocorre com o urânio.

A força estática do imã estaria mais parecida como a gravidade. É mais ou menos como uma mola. Até gera trabalho, mas antes você tem que acumular energia potencial.

É o caso das hidrelétricas, mas quem acumula esta energia potencial é o sol que evapora os mares, fazendo chover nas cabeceiras dos rios; Ou seja, eleva a água de um nível ao outro acumulando energia potencial.

Num relógio de corda, que se utiliza de uma mola, acontece o fenômeno muito parecido; Você dá corda e acumula energia potencial e esta é liberada aos poucos para fazer o relógio trabalhar.

Um imã se mantido na temperatura certa, pode ser virtualmente eterno, já que você nasceria morreria e nunca veria seu magnetismo diminuir perceptivelmente.

Citação:

bom colegas tudo o que quero é transformar a força obtida das linhas do campo magnético dos ímãs em força motriz ou energia mecânica para simplesmente girar um eixo em torno de si mesmo. Assim como amigo Felipe_Eletronic disse não estou querendo criar energia e sim tranformar uma em outra.

Existe um paradoxo na sua explicação, pois se conseguisse mesmo montar um motor magnético e este conseguisse rotacionar um gerador de eletricidade, este então poderia prover potência suficiente para você poder magnetizar quantos imãs quisesse.

Daí por diante você poderia ir substituindo os imãs defeituosos, passaria esta missão para seus herdeiros e isso poderia durar milhões de anos, sempre passando de pai para filho.

Isso não seria criar energia? É justamente isso que não é possível.

Motor magnético só será possível quando for possível desligar um campo magnético gastando menos energia do que a produzida.

Os materiais que bloqueiam o campo magnético fazem com que o campo magnético fique presos a eles.

Veja a matéria:

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010160070806

Mesmo neste experimento gataram muita energia. Então não seria impossível motores magnéticos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então será que todos os vídeos que correm por ai na internet tem alterações de imagem e edição de vídeo. Será que tem fios escondidos alimentando motores? Por que perderiam tempo gravando vídeos assim?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Existe um paradoxo na sua explicação, pois se conseguisse mesmo montar um motor magnético e este conseguisse rotacionar um gerador de eletricidade, este então poderia prover potência suficiente para você poder magnetizar quantos imãs quisesse.

http://www2.fc.unesp.br/experimentosdefisica/ele14.htm

criaram, mas amigo Albert veja que você está a desconsiderar que entre um processo de conversão de energia há perdas que sempre tornam o rendimento global de uma máquina menor que a unidade, portanto independente dele conseguir converter energia mecanica em eletrica e remagnetizar um imã, entre esse processo possui perdas o que derruba a teoria de moto-continuo...motor magnético é apenas mais uma forma de realizar a conversão de energia até que o imã do rotor perca suas propriedades (analogamente a uma bateria por mais que voce a recarregue o processo de sulfatação impede que a mesma seja infinitamente carregada). E realmente não são só videos, é possivel sim prover movimento angular, e se o torque disponivel neste for suficiente inclusive para compensar perdas mecanicas usar um segundo estator e converter o trabalho em energia elétrica...para por exemplo carregar um supercapacitor (sim isso existe é ja esta sendo usado na substituiçã de baterias de litio dada sua robustez).

Não vejo nenhuma reinvenção da roda, vejo física, está matemáticamente exposto e comprovado...

Ao amigo Rio Preto peço que de mais detalhes da aplicação desse motor, é apenas experimento?

Abs.

OBS.: Eu não acredito (ainda) em moto-continuo(o que vocês se referem a criação de energia ou processo de conversao com rendimento maior que a unidade).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o Felipe.

Isto está igualzinho àquelas velhas discussões sobre o moto perpétuo.

As perdas, por menores que sejam, existem, e a conta energética não vai fechar, fazendo o movimento parar.

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os imãs não são capazes de prover movimento angular continuamente.

O campo magnético de um imã, não é como um jato de água numa Turbina Pelton

images?q=tbn:ANd9GcSUECVMaHRu2wnyuTIk_ZdT7FNPS_uvb91NxwloC_ZrisLlqdH1Kw

O campo magnético norte de um imã não é separado do campo magnético Sul.

São tudo uma coisa só. Na verdade o que determina quem é polo norte e quem é polo Sul é apenas a direção das linhas de campo. Numa direção é polo norte, na outra direção é polo sul.

Por isso que se você quebrar um imã em milhões de pedaços, ainda assim todos os pedaços terão ter cada um seu polo norte e seu polo sul.

Se você bloquear um dos polos de um ímã, o polo que restou ainda terá polo sul e polo norte. No próprio polo que sobrou, numa direção das linhas de campo é polo sul e na outra direção é polo norte. Não existem divisões de polo.

Na verdade não existem ímãs com mono polo, porque será?

Vocês devem imaginar que um imã poderia prover movimento angular contínuo como numa Turbina Pelton como esta da imagém:

http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTdVUwcE47NM6A4KsBFWwhnq7U0K8nSsWkM2h2HDhFO_2OUgnWuhg

Isso porque que vocês devem pensar que o campo magnético seja semelhante a um jato de água ou de ar quando se refere ao impulso.

A única forma de fazer tal motor magnético é se vocês descobrissem como desligar e ligar um imã permanente gastando menos energia do que a gerada. Funcionaria então semelhante a um motor DC, mas usando imãs permanentes que se desligam e ligam gastando menos energia do que a gerada num dínamo que estivesse sendo rotacionado no momento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Albert estás a levar em consideração que um motor desses é feito com a combinação de diversos imãs?

Se decompormos vetorialmente todas as linhas de campo de um conjunto de imãs poderemos não ter algo retilineo como a turbina, mas muito similar ao efeito gerado pelo campo magnático de um motor elétrico DC.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não funciona pois logo após se mover um pouco, o sistema entra em equilíbrio de forças.

É como uma balança que volta sempre para seu ponto de equilíbrio.

Mas tudo bem, não vou tentar convence-los.

Peço apenas que construa um e me mostre funcionando.

Eu posso até ir a casa de vocês no dia, pois isto seria uma grande façanha da física moderna e eu não iria querer ficar de fora.

Eu não acredito em vídeos da internet.

Rio Preto inform

Então será que todos os vídeos que correm por ai na internet tem alterações de imagem e edição de vídeo. Será que tem fios escondidos alimentando motores? Por que perderiam tempo gravando vídeos assim?

Estes são os motivos:

Eles utilizam a mais sofisticada tecnologia de edição de vídeos pois estes vídeos podem ser monetizados pelo Google AdSense no Youtube.

Observe que antes do vídeo iniciar são exibidas propagandas e mesmo durante o vídeo são exibidas propaganda em texto.

São empresas que investem no google adwords e as propagandas delas exibidas nestes vídeos. Estas empresa pagam uma certa quantia para cada vídeo e texto poder ser exibido e o dono do canal recebe a comissão por cada exibição.

Eles recebem de 2 a 20 centavos mas quando são milhões de pessoas assistindo, acabam recebendo milhares de reais todos os meses.

Eu mesmo tentei monetizar um blog no google AdSense, mas andei forçando a barra, mandando amigos dar uma olhadinha no blog e clicar nos anúncios. Em uma semana eu já estava com 27 dólares mas o google é esperto e descobre quando a coisa é forçada.

Hoje eu invisto no google adwords pois trabalho com manutenção e o google adwords permite que meu site seja exibido em primeira página, sempre entre os primeiros resultados, sempre que alguém faz pesquisa colocando uma palavra referente a algum dos equipamentos que dou manutenção.

Invisto R$ 50,00 por mês, os resultados são muito bons.

Meus anúncios também aparecem em blogs de eletrônica e quando alguém clica, o dono do blog recebe a comissão. Só não faço aparecer em vídeos pois ainda é caro.

Como pode ver, nada é de graça e existem muitos espertos por aí tentando conquistar a sua audiência com vídeos falaciosos e falos e obter lucros com isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom acredito que esse hipotético motor trabalhe como uma balança mesmo faz sentido o que Albert diz em sua teoria mas nada impede que alguem consiga equilibrar este motor "balança " e venha tirar aos poucos um pouquinho desta força para tocar inumeras coisas sem desestabilizar a balança a qual esta submetido o ciclo de trabalho concordam ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim e acredito que se eu conseguir que de umas 30 voltas continuas eu terei encontrado o caminho. Depois vou modificando e vendo o que da mais certo. O problema é que não estou conseguindo vencer o equilíbrio na passagem de um ímã para os outros. É que o campo esta jogando para traz amanhã faço o desenho do motor no papel e escaneio e posto aqui no fórum.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É muito importante que você teste, afinal você está praticando ciência empírica que resultará em dados que levarão você ao conhecimento.

Mesmo que você não compreenda direito o que está fazendo por não ter formação em física, mesmo que o magnetismo já esteja amplamente fundamentado cientificamente e as leis da física e da termodinâmica não permitirem que tal motor seja possível, mesmo que o senso comum lhe diga que se isto fosse possível os melhores cientistas do mundo dos mais renomados laboratórios do mundo já teriam feito, e que não poderia jamais ser feito em fundo de quintal por leigos...

Ainda assim você está desenvolvendo ciência empírica, pois o empirismo enfatiza o papel da experiência e da evidência, experiência sensorial, especialmente, na formação de ideias.

São as ciências que se baseiam em demostrações reais para comprovar alguma coisa, mesmo que isto só sirva para comprovar algo para você mesmo.

Mas repito, isso já foi amplamente estudado.

Veja: http://www.ceticismoaberto.com/fortianismo/2144/defenda-as-leis-da-termodinmica

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×