Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

albert_emule

Membros Plenos
  • Total de itens

    14.252
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

1.421

4 Seguidores

Sobre albert_emule

  • Data de Nascimento 16-01-1993 (25 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    salvador
  1. Você não se explicou direito. Quer criar um gerador ou inversor que gere 115V por 400Hz? Ou quer uma fonte que opere nas tensões e freqüência citadas? Como já disse, fonte chaveadas sem PFC funciona muito bem.
  2. Se for fonte chaveada e se esta for sem estágio PFC, vai funcionar tranquilo em 400Hz. Eu diria que funciona até melhor que em 60Hz.
  3. Eles tem um circuito que só oscila com carga. Tem que iniciar com carga. Por isso mão serve muito como fonte. Mas tem um circuito chamado de transformador eletrônico que funciona com o mesmo princípio do reator. Só que consegue funcionar sem carga. Não precisa iniciar com carga. Veja um ótimo artigo: http://sound.whsites.net/lamps/elect-trans.html
  4. Transformador sem carretel adicionado 1 minuto depois Outro sem carretel; adicionado 4 minutos depois O segundo é um transformador de 600W. É um bom transformador. Muito bem feito.
  5. A freqüência pode variar muito. O projetista é quem escolhe a melhor freqüência. Não é regra. Algumas passam de 100Khz
  6. Funciona como indutores. Saque aquele efeito que tem nos indutores, onde você põe uma pilha neles e quando desconecta a pilha, o indutor gera tensão tão alta que dá até choque? Pois é este mesmo fenômeno que faz os trafos dos carregadores de celular funcionarem. Estes trafos de carregadores aproveitam somente este fenômeno do indutor. Este fenômeno tem a vantagem de não precisar mudar a relação de espiras para fazer a fonte funcionar de 100V até 240V... Este fenômeno do indutor não se importa muito com relação de espiras. O que importa mais é a corrente que você chaveia lá no indutor. Daí quando desliga a corrente é que o indutor gera a alta tensão. Daí o trafo do carregador tem uma bobina secundária que ao mesmo tempo que abaixa a tensão proveniente deste fenômeno do indutor, também aumenta a corrente na mesma proporção. O artigo que explica melhor: http://eletronicaedownloads.blogspot.com/2014/06/projeto-e-calculo-dos-indutores-de-uma.html O vídeo demostrando a montagem prática do esquema: https://www.youtube.com/watch?v=WBO3p3ks1dc
  7. A melhor explicação; http://eletronicaedownloads.blogspot.com/2014/06/projeto-e-calculo-dos-indutores-de-uma.html?m=1
  8. Tente nos descrever o código do circuito integrado. Pois aí eu pesquiso o esquema dele. Com esquema na mão é fácil fazer modificações
  9. Também tem estas fontes de 3V por 1A: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-841372193-fonte-3v-1a-p4-3w-vfe-0301-bivolt-vinik-_JM Elas são bem econômicas. Quando não tem nada sugando delas na saída delas...Elas entram num estado de hibernação que quase não consome energia da rede.
  10. Compre uma fonte ATX genérica. Tem delas em qualquer loja de informatica. Vai lhe custar uns R$40,00. Muitas vezes você acha de graça em sucatas. A saída de 3.3V vai lhe atender numa boa. Essa saída de 3.3V é de corrente alta. Pronta para uso. Já vem retificada, filtrada e tudo mais. Nas fontes genéricas a saída de 3.3V suporta no mínimo 10 amperes. Se estes 0.3V sobressalentes incomodar, basta colocar um diodo em série para abaixar 0,7V.
  11. Mas analisando melhor, vejo que não é possível que o gerador seja tão pequeno e ainda assim gere potência máxima, uns 400W com baixo RPM DE UNS 300RPM. Pois vai precisar de uns 20 polos para isso. E com 20 polos o disco já fica grande. Mas você pode ter uma base em quem já fez: Este senhor usou ímãs de ferrite mesmo e obteve bons resultados. Os materiais foram todos de sucata. Acho que ele não comprou nada. Se se comprou, foi coisa simples para acabamento. https://www.youtube.com/watch?v=KulSN8OHgv4&t=333s adicionado 9 minutos depois Bicicleta gerador: São 10 amperes e 120 watts. Quer energia mais acessível que isso? https://www.youtube.com/watch?v=Dl_Usue9Y3g adicionado 14 minutos depois Neste sistema da bicicleta, se você tivesse umas 100 pessoas dispostas a pedalar por duas horas por dia, você conseguiria gerar 13Kw por dia. Com 13Kw por dia você poderia usar até ar condicionado em casa . Mas veja o que dá para fazer: https://www.youtube.com/watch?v=7k7bCgzVJN0 adicionado 16 minutos depois Ao invés de tentar projetar gerador de baixa rotação, bastante difícil por sinal....Você pode usar algum dínamo ou alternador do mercado e colocar um mecanismo para multiplicar velocidade: Toda a ciência de um gerador eólico está descrita na imagem abaixo: Tem o número de multiplicação de velocidade; Tem a potência que é de 400W; Tem o diâmetro da hélice que é suficiente para gerar 400W em ventos fracos de 20Km hora; Daí tem descrevendo a força em CV que estes ventos de 20Km hora geram numa hélice deste tamanho: 0,67CV. adicionado 26 minutos depois Conheça os ventos fracos de 20Km hora; Quando bate 5 metros por segundo no medidor, é porque está em 20Km hora. Para gerador eólico, ventos assim ainda são fracos https://www.youtube.com/watch?v=6IWhWgyLbWA
  12. Sua resposta é bem simples: Número de polos. Quanto mais polos seu gerador tiver. com menor RPM ele irá gerar a potência máxima. Veja um exemplo: É um gerador de uma hidrelétrica. Com estes 20 polos este gerador gera 2 mega watts girando com apenas 360 RPM. Quanto à capacidade de corrente, tem a ver com a espessura dos fios. Segue abaixo tabela com diversas espessuras de fios e as correntes que suporta.
  13. Veja qual CI de PWM usa. Estes circuitos integrados tem um resistor que controla a potência. É um resistor Shunt que mede a corrente que vai pros Leds. Aumentando o valor dele, a potência que o driver manda pros Leds, diminui. adicionado 4 minutos depois Neste exemplo de driver com o circuito integrado FL7734MX, o resistor que controla a corrente é este que circulei de vermelho. Informe qual circuito integrado a sua lâmpada usa.
  14. Posta fotos. A lâmpada tem fonte chaveada? Ou é fonte capacitiva?
  15. O amigo desistiu? Eu acho estes projetos de gerar energia altrenativa bem interessantes. Gostaria de discutir mais sobre.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×