Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ph2710

RESOLVIDO Ajuda Proteus:PIC18F4550+LCD

Recommended Posts

Olá,

Sou iniciante no estudo da eletrônica e programação para microcontroladores.

Estou desenvolvendo um projeto, que utilizarei a minha placa de desenvolvimento e o display LCD 16x2 JHD 162A.

Li o datasheet do display mas ainda é um pouco complicado entender.

Alguém possui algum link ou pode me ajudar a entender como o PIC18F4550 trabalha com o LCD? Assim posso simular no Proteus os testes, ficando mais prático o desenvolvimento.

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos lá :

Embora o display tenha 8 bits de dados e mais três sinais de controle, o que iria utilizar 11 pinos de I/O do Pic, existem dois truques que utilizamos para não perdermos tantos pinos :

1 - O display pode trabalhar no modo 4 bits, assim em vez de você enviar um comando de 8 bits, você envia o comando em duas operações de 4 bits !

Para isso, você usa apenas os 4 bits mais significativos do display, deixando os outros 4 em aberto.

2 - Se você não pretende utilizar o display na velocidade máxima permitida, não irá precisar ficar lendo o status para poder escrever novamente sem nenhuma perda de tempo; com isso, podemos usar apenas dois sinais de controle, ligando um dos pinos do display diretamente ao terra. Porém, você sempre deverá implementar uma rotina de delay com um tempo que irá garantir que o display esteja sempre pronto para aceitar um novo dado.

Assim, chegamos à maneira mais comum de se utilizar um display desse tipo, com apenas 6 pinos de i/o do seu PIC.

Não se preocupe em entender como funciona todo o display, é meio complicadinho mesmo, mas encare ele como um carro : você tem de saber como dar a partida, sem precisar conhecer como funciona o motor a quatro tempos....

Qualquer compilador tem uma biblioteca prontinha para você usar o display de uma maneira muito simples. E eu acho que é pura perda de tempo entender os detalhes internos, basta saber usar os comandos prontinhos da linguagem de programação que você está usando.

Eu uso só alguns comandos :

Inicializar o display

Desligar o cursor

Limpar todo o display

Posicionar linha e coluna

Mostrar dado na linha e coluna escolhida

Como pode ver, apenas 5 comandos, não chegam a ser 20% de todos os comandos que o display pode fazer, mas com eles eu me viro em 99% de todos os projetinhos que fiz !

Se precisar algo mais específico, basta perguntar !

Paulo

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Paulo, muito explicativo o seu post. Obrigado!

vtrx, utilizo MPLAB+CCS.

Gostaria de montar um ambiente de desenvolvimento PIC+LCD no proteus.

Mas a falta de alguns conhecimentos ainda me limita.

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá ph2710,

Você poderia usar algumas bibliotecas ja pronta como a de baixo

Flex_lcd.c

// flex_lcd.c

// These pins are for the Microchip PicDem2-Plus board,
// which is what I used to test the driver. Change these
// pins to fit your own board.

#define LCD_DB4 PIN_B4
#define LCD_DB5 PIN_B5
#define LCD_DB6 PIN_B6
#define LCD_DB7 PIN_B7

#define LCD_E PIN_B0
#define LCD_RS PIN_B1
#define LCD_RW PIN_B2

/*
#define LCD_DB4 PIN_B4
#define LCD_DB5 PIN_B5
#define LCD_DB6 PIN_B6
#define LCD_DB7 PIN_B7

#define LCD_E PIN_B0
#define LCD_RS PIN_A6
#define LCD_RW PIN_A7
*/

// If you only want a 6-pin interface to your LCD, then
// connect the R/W pin on the LCD to ground, and comment
// out the following line.

#define USE_LCD_RW 1

//========================================

#define lcd_type 2 // 0=5×7, 1=5×10, 2=2 lines
#define lcd_line_two 0x40 // LCD RAM address for the 2nd line

int8 const LCD_INIT_STRING[4] =
{
//0
20 | (lcd_type << 2), // Func set: 4-bit, 2 lines, 5×8 dots
0xc, // Display on
1, // Clear display
6 // Increment cursor
};

//————————————-
void lcd_send_nibble(int8 nibble)
{
// Note: !! converts an integer expression
// to a boolean (1 or 0).
output_bit(LCD_DB4, !!(nibble & 1));
output_bit(LCD_DB5, !!(nibble & 2));
output_bit(LCD_DB6, !!(nibble & 4));
output_bit(LCD_DB7, !!(nibble & 8));

delay_cycles(1);
output_high(LCD_E);
delay_us(2);
output_low(LCD_E);
}

//———————————–
// This sub-routine is only called by lcd_read_byte().
// It’s not a stand-alone routine. For example, the
// R/W signal is set high by lcd_read_byte() before
// this routine is called.

#ifdef USE_LCD_RW
int8 lcd_read_nibble(void)
{
int8 retval;
// Create bit variables so that we can easily set
// individual bits in the retval variable.
#bit retval_0 = retval.0
#bit retval_1 = retval.1
#bit retval_2 = retval.2
#bit retval_3 = retval.3

retval = 0;

output_high(LCD_E);
delay_cycles(1);

retval_0 = input(LCD_DB4);
retval_1 = input(LCD_DB5);
retval_2 = input(LCD_DB6);
retval_3 = input(LCD_DB7);

output_low(LCD_E);

return(retval);
}
#endif

//—————————————
// Read a byte from the LCD and return it.

#ifdef USE_LCD_RW
int8 lcd_read_byte(void)
{
int8 low;
int8 high;

output_high(LCD_RW);
delay_cycles(1);

high = lcd_read_nibble();

low = lcd_read_nibble();

return( (high<<4) | low);
}
#endif

//—————————————-
// Send a byte to the LCD.
void lcd_send_byte(int8 address, int8 n)
{
output_low(LCD_RS);

#ifdef USE_LCD_RW
while(bit_test(lcd_read_byte(),7)) ;
#else
delay_us(60);
#endif

if(address)
output_high(LCD_RS);
else
output_low(LCD_RS);

delay_cycles(1);

#ifdef USE_LCD_RW
output_low(LCD_RW);
delay_cycles(1);
#endif

output_low(LCD_E);

lcd_send_nibble(n >> 4);
lcd_send_nibble(n & 0xf);
}

//—————————-
void lcd_init(void)
{
int8 i;

output_low(LCD_RS);

#ifdef USE_LCD_RW
output_low(LCD_RW);
#endif

output_low(LCD_E);

delay_ms(15);

for(i=0 ;i < 3; i++)
{
lcd_send_nibble(0x03);
delay_ms(5);
}

lcd_send_nibble(0x02);

for(i=0; i < sizeof(LCD_INIT_STRING); i++)
{
lcd_send_byte(0, LCD_INIT_STRING[i]);

// If the R/W signal is not used, then
// the busy bit can’t be polled. One of
// the init commands takes longer than
// the hard-coded delay of 60 us, so in
// that case, lets just do a 5 ms delay
// after all four of them.
#ifndef USE_LCD_RW
delay_ms(5);
#endif
}

}

//—————————-

void lcd_gotoxy(int8 x, int8 y)
{
int8 address;

if(y != 1)
address = lcd_line_two;
else
address=0;

address += x-1;
lcd_send_byte(0, 0x80 | address);
}

//—————————–
void lcd_putc(char c)
{
switch(c)
{
case '\f':
lcd_send_byte(0,1);
delay_ms(2);
break;

case '\n':
lcd_gotoxy(1,2);
break;

case '\b':
lcd_send_byte(0,0x10);
break;

default:
lcd_send_byte(1,c);
break;
}
}

//——————————
#ifdef USE_LCD_RW
char lcd_getc(int8 x, int8 y)
{
char value;

lcd_gotoxy(x,y);

// Wait until busy flag is low.
while(bit_test(lcd_read_byte(),7));

output_high(LCD_RS);
value = lcd_read_byte();
output_low(lcd_RS);

return(value);
}
#endif

só copiar e colar no bloco de notas e salvar como "flex_lcd.c"

após salvar vá na pasta do programa CCS e na pasta drivers e cole o arquivo .

depois você pode usar no CCS

o

#include "flex_lcd.c"

e usar as seguintes instruções:

lcd_init() // esse comando é fundamental para iniciar o lcd certo

lcd_gotoxy(int8 x, int8 y) // para definir as posições de x e y no LCD

printf(lcd_putc" TESTE") // para escrever TESTE no LCD

entre as aspas você pode usar o /f para limpar sempre o lcd

e o /n para pular de linha

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Felipe M.R, agradeço a sua ajuda!

Eu já utilizo esta biblioteca no ambiente de desenvolvimento.

Na placa de desenvolvimento, eu já consigo escrever tranquilamente, coisas mais básicas como imprimir valores de variáveis, etc.

Como quero estudar o timer do PIC, vou fazer um relógio, cronometro ou algo do tipo.

Mas gostaria de não precisar gravar em todos os testes. Simulando assim, meus testes no proteus.

Eu não to sabendo é montar o layout nele, porque na placa os códigos funcionam.

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
sim, mas qual a dúvida no proteus??

ja fez as ligações dos pinos do PIC ao display nos pinos D4/D7 ,RS ,Enable e RW?

Meu problema está exatamente aí. Não sei o que ligo onde!!

Obrigado pela ajuda!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ph2710, como se chama a sua placa de desenvolvimento?

Precisamos ver o datasheet ou manual dela onde provavelmente terá o esquema de ligação e com isso poderemos reproduzir no proteus.

Falou

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ph2710, como se chama a sua placa de desenvolvimento?

Precisamos ver o datasheet ou manual dela onde provavelmente terá o esquema de ligação e com isso poderemos reproduzir no proteus.

Falou

A placa foi fabricada por um mestre no assunto. Ele disponibilizou acesso a todos os pinos, interface LDR, Sensor temp. dedicadas, 48MHz, e conversor A/D.

Eu pedi a ele os esquemas. Foi uma ótima ideia MatheusLPS!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora fiquei curioso....

Se no seu ambiente de desenvolvimento você tem acesso ao código-fonte,

pois você disse que usa a mesma biblioteca para tratar display, então em algum dos arquivos chamados pelo compilador existe um monte de EQU , DEFINE ou parecido, dizendo qual pino no hardware que está ligado ao display, ou aos outros periféricos....

Se procurar por este arquivo você encontrará o que procura !

Paulo

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora fiquei curioso....

Se no seu ambiente de desenvolvimento você tem acesso ao código-fonte,

pois você disse que usa a mesma biblioteca para tratar display, então em algum dos arquivos chamados pelo compilador existe um monte de EQU , DEFINE ou parecido, dizendo qual pino no hardware que está ligado ao display, ou aos outros periféricos....

Se procurar por este arquivo você encontrará o que procura !

Paulo

Falou e disse!!

Os defines existem sim.

O Felipe M.R citou o código e não vi isso...

Testarei e reporto.

Muito Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que vejo… algumas coisas não mudam !

Em 1996 eu usei o MASM , Mlink, e outras ferramentas que os dinossauros usavam quando vagavam pela Terra pela ultima vez… Quem sabe um dia me aventuro a tentar usar esses Pics e AVR's com assembler de novo !

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Pics e AVR's com assembler de novo !

Até a linha(PIC)18F vale muita a pena!

Implementação fácil,inclusive usando USB.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, beleza?

Ainda não consegui.

Continuo buscando. Assim que der certo posto aqui a solução, ok?!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Resolvido!!

 

Seguem as configurações:

 

No proteus, é o LCD 16x2 - LM016L e o PIC 18F4550.

 

A conexão do display com o PIC é:

 

VSS - GROUND (terra)

VDD - POWER (5V)

VEE - GROUND (terra)

RS - RB2

RW - GROUND (terra)

E - RB3

D4 - RB4

D5 - RB5

D6 - RB6

D7 - RB7

 

Os pinos do LCD D0, D1, D2 E D3 podem ficar sem conexões.

 

Obrigado a todos pela ajuda!

O tópico pode ser fechado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×