Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

USB 3.0 utilizado como Memória Ram é eficiente em AMD-A?


Leo Odinino

Posts recomendados

0Comprei um processador AMD A10 6800k, a placa mãe que comprei vem com usb 3.0 e suporta memória de frequência de 1866 sem overclock, dizem que os processadores AMD-A tem a memória influenciada diretamente no desempenho, principalmente na parte gráfica, em pesquisas eu vi que a transmissão de dados do USB 3.0 é qse 10 vezes mais do que a 2.0 [uSB 3.0 promete solucionar tal problema, uma vez que possuirá taxa de transferência de dados de 4,8 Gbps (600 MB/s)] e a taxa de transferência da memória ram dd3 é de 12800 (http://img.ibxk.com.br/materias/tabeladdr3.jpeg).

 

Vamos ao caso...

 

Se no processador série A está diretamente relacionado ao desempenho da memória ram, colocando um usb 3.0(pendrive) dedicado a memória ram virtual vou ter um bom desempenho extra, ou não vale a pena o custo?

 
 
 
 
 
 
 
Fontes:
 
 
 
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se entendi, estas querendo fazer uso do sistema que utiliza o pendrive como se fosse uma memória de rápido acesso, atraves da ferramenta do windows?

 

Ja fiz uso. Não fiz nenhum teste para verificar alterações de desempenho, mas percebi que muitos programas não aceitam essa manobra. Alguns jogos se encerram sozinhos porque possuem algumas lógicas de proteção (antipirataria, antihack, etc) que vê a situação como anomalia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fala Léo, boa noite!

 

Na minha opinião, não acho que alcançará uma agilidade maior no sistema usando a tática do ReadyBoost, mesmo em um Pendrive com suporte USB 3.0 porque:

 

-Léo, Mesmo o avanço da taxa de transferência do USB 3.0 ser astronômico em relação a versão anterior, ainda é muito aquém da velô das memórias;

 

-Os pendrives de USB 3.0 atuais conseguem transferir apenas uma fração da velocidade total da conexão. Um dos mais rápidos pendrives do mercado tem a velocidade de leitura quase a metade que o USB 3.0 pode suportar: http://targethd.net/mushkin-ventura-ultra-o-autoproclamado-pendrive-mais-rápido-do-mundo/ (e isso é muito rápido, praticamente o limite de transferência de uma conexão SATAII);

 

-E a memória virtual usa parte do HD (cerca de 100MB/s a taxa de um tradicional), que já lento pra caramba (visto pelo padrão de frequência das RAMs) e ter a ajuda de um pendrive de 50...60MB/s, certamente só terá benefício no tamanho disposto para o processador trabalhar, caso atinja a capacidade de armazenamento das memórias. Quanto a velocidade...vai ficar bem lento mesmo. É mais jogo aumentar o espaço da memória virtual do Windows no HD;

 

-Fora que um investimento de um pendrive com velocidade de leitura/gravação superior perde o sentido, porque são mais caros que os módulos de memória 4GB @1866 MHz, apesar que módulos DDR3 1600MHz não comprometerá o desempenho da APU. Dependendo do investimento mentalizado em fazer a jogada do USB 3.0, se pensar legal, pode-se encaixar até uma placa de vídeo dedicada superior ao do A10.

 

Sei lá, Léo, mas acho que essa jogada não vai surtir o efeito que tu tá querendo, pra mim não vale o esforço. Espere mais opiniões da rapaziada para ver se vale ou não a pena, valeu?

 

Abraço!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...